sexta-feira, 26 de abril de 2013

Proibido para Menores

  “As mulheres héteros gostam do homem que tenha “pegada”, que a deseje bastante e seja homem o suficiente para “forçar” uma situação, vamos entrar por esta brecha.”



  Muitos pensadores fundamentaram suas ideologias baseados na “sujeira” do sexo e do dinheiro e a humanidade foi e é simpática a suas idéias.
  Infelizmente muito do comportamento humano é fundamentado na sujeira do sexo e do dinheiro.
  Dizemos que o dinheiro e o sexo são necessidades do corpo a contaminar o “doce e puro espirito” mas isso fica para outro dia, vamos deixar o dinheiro e o espirito de lado e vamos flutuar pela brecha do sexo.

  As mulheres tem impregnado em seus genes ou almas [como preferirem] esse condicionamento sobre a sujeira do sexo, o quanto ele é desaconselhável para uma “moça de família”,

  O duro é conciliar isso com o fogo da periquita!

  Então elas sublimam seu desejo sexual dizendo que só transam por amor, “são só coração” … que fofo!

   Na fantasia mental feminina elas não querem e nem praticam o sujo sexo, são forçadas a isso pelos brutos, selvagens e animalescos homens.

  Se eu “tenho pegada” eu forço a mulher a uma situação que ela quer, mas tem que fingir que não quer, eu tenho que ir além do não.
  Tudo fica complicado quando ela realmente não quer, é difícil para o homem definir até onde pode ir.

  Uma moça de família não vai deixar um homem sugar seu seios, mas se ele os tira a força e começa a beija-los a situação fica diferente sem contar que a pobrezinha “ama ele” e não pode machuca-lo uma moça de família não machuca os outros...que fofo II.
  Não é de cortar o coração a situação da pobre moça indefesa?

  Uma moça de família não “dá” ela é tomada a força enfraquecida pelo amor, que lindo, que fofo III

  Meditemos irmãos:

  Eu ainda não vi nenhum homem com a periquita de uma mulher guardada na carteira ou na gaveta da cômoda então não sei ao certo o que a mulher “dá” para o homem se ele não leva nada!!

  No ato sexual é a periquita que engole o bilau [tirem as crianças da Internet], é nosso esperma que fica lá, logo metaforicamente quem foi comido e deu alguma coisa foi o HOMEM.

  Mas paremos por aqui, tem gente pensando em sexo e segundo a lenda pecamos até em pensamento.
 Não quero “sujar” com sexo a vida de ninguém.

 Peçam perdão a Deus, se não funcionar abram este link brochante…


anterior                       <>                                próximo