sábado, 27 de julho de 2013

Caso Patrícia

  “Não poderás ajudar aos homens de maneira permanente se fizeres por eles aquilo que eles podem e devem fazer por si próprios.” [Lincoln]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  “Para comprar a droga que consome, Patrícia Teixeira Ferreira já usou até o benefício da aposentadoria que a mãe recebe mensalmente. Ela pegava meu cartão e sacava cerca de R$ 70,00. Hoje, tenho que esconder o cartão , contou a mãe, Osmarina Teixeira Ferreira.” [A Gazeta]

  Entendo o desespero e a luta da mãe, não quero de jeito nenhum estar no lugar dela, mas tenho que analisar o caso da cidadã Patrícia com lógica e ISENÇÃO.
  Por isso um juiz não pode julgar uma pessoa que lhe é querida ou com a qual tenha alguma relação, juridicamente chamamos de “conflito de interesses”.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Não sei o que levou Patrícia a ter acesso a drogas com apenas 9 anos, digamos que um de seus pais fosse viciado, sim, é lamentável, é horrível, mas se inocentarmos seus pais como sendo também “vitimas” das drogas a quem culparemos? Deus?
  Eu não sou o pai de Patrícia, não vendo drogas, não inventei as drogas, não obriguei Patrícia a usa-lás, nem ao menos uso drogas, não sou Deus não criei as drogas... alguém me explique porque  eu tenho que me sentir culpado pela triste historia de vida de Patrícia ou de sua mãe?
  Com 15 anos Patrícia já sabia para qual caminho sua vida estava seguindo, porque só agora com um mês de vida se propõe a mudar?
  Se ela escapar dessa alguém acredita que não voltará a se drogar, alguém acredita nessa milagrosa mudança de caráter?

  Já que dispomos de poucos recursos não seria melhor utiliza-los com quem tem chances claras de nem entrar para o mundo do vicio ou tem um desejo real de se livrar dele?

  Outra questão intrigante é que ela se droga há 20 anos, se tivesse acesso a droga de BOA QUALIDADE será que poderia conservar sua saúde e ser uma cidadã produtiva?  
  É, isso não temos como saber porque “demonizamos” as drogas, preferimos perder tempo tentando destruí-las, varre-las da face da Terra que tentarmos fazer bom uso delas ou pelo menos tentar que não sejam tão destrutivas para alguns cidadãos.

  Se podemos atribuir alguma culpa há nossa sociedade é a HIPOCRISIA, quanto a tudo mais somos inocentes com relação aos viciados em drogas.

  Um salve a Lincoln esteja onde estiver, se já não existir mais de nenhuma forma, de qualquer forma muito obrigado por seus pensamentos.
  VALEU!



anterior                       <>                                próximo

Postar um comentário