sábado, 26 de outubro de 2013

Burlesco

    “Poucas pessoas conseguem ser felizes, a menos que odeiem alguém.”
[Bertrand Russel]

   Sempre me chama a atenção como as pessoas saem por aí DEMONIZANDO as coisas.


   Eu faço isso também, mas de maneira bem superficial, não é uma coisa que vem lá do fundo de minha alma é algo que eu falo por falar, um costume, algo para puxar conversa no sentido burlesco da coisa.
  Então eu de vez em quando falo mal da “chefia” não da pessoa do chefe, porque?
  Ah! Sei lá, falar mal do chefe é gostoso, tenho certeza que ele também fala mal do dele… 😆

    Já chefiei muitas pessoas e já ouvi de tudo, nunca levei para o lado pessoal, é algo como xingar a mãe do juiz, o chefe que não está preparado para tal situação…não está preparado para ser chefe.

  Eu ouvia a reclamação do funcionário e ficava surdo para os adjetivos que ele me dava no comentário com os colegas, se a reclamação era procedente eu me corrigia senão lhe permitia ao menos o desabafo.

  

  Eu falo mal das mulheres no volante, principalmente quando estou entre mulheres, gosto daquela guerrinha de sexos, mas vou contar um segredo, não gosto de dirigir, sempre que minha mulher aceita passo essa função para ela, gosto de ir no banco do carona apreciando a paisagem, dirigir me dá uma léseira danada.
  Dirigir nem é o grande problema, fico maravilhado com a tecnologia que nos permite ter algo tão incrível como carro o saco mesmo é o trânsito, quanto mais intenso, pior.

  No entanto observo que pessoas desenvolvem ÓDIO por uma situação, ódio por outra pessoa, se elas não demonizam algo ou alguém parece que não tem assunto, não tem razão para viver.
  Eu não tenho ódio do Comunismo, se cubanos e chineses vivem bem assim, fico alegre por eles, mas tem gente que odeia o Capitalismo o culpa por toda e qualquer desgraça na Terra.
  Tem gente que realmente odeia o chefe, a empresa, o vizinho, os EUA, a ex do marido, o ex da esposa, os ricos, os pobres, os crentes, os ateus…

    A lista não tem fim, a pessoa precisa colocar a culpa em algo, em alguém, encontrar algo que seja um EMPECILHO PARA SUA FELICIDADE.

  Como sabemos a felicidade não existe, pelo menos aqui na Terra, mas esta é uma realidade muito dura de aceitar então estas pessoas demonizam tudo que elas acreditam que as impedem de serem felizes.
  O coitado do chefe só está fazendo a obrigação dele, mas a pessoa acredita que se aquele chefe sumisse tudo iria ficar bem!!!
  Oras, a matemática nos diz que seria colocado outro chefe que teria que cumprir com sua obrigação ou seria demitido também.
  Se a pessoa reclamante assumisse a chefia teria também que cumprir com sua obrigação de chefe ou não ficaria muito tempo no posto.
  Mas esse tipo de pessoa não pensa muito, se pensasse teria que admitir que a felicidade não existe e preferem morrer ou matar que admitir tal possibilidade.

    Para essas pessoas felicidade existe e elas a alcançarão de qualquer jeito, é só o Estados Unidos, Israel, o Capitalismo, a sogra, a celulite…desaparecerem.
 😆

  (Os dicionários definem burlesco como algo que incita ao riso por ser RIDÍCULO!)




anterior                                           <>                                                próximo