sábado, 2 de novembro de 2013

Sobre Realização

  “O homem não é um animal solitário, enquanto perdurar a vida em sociedade, a realização de si mesmo não pode ser o supremo princípio ético.”  [Bertrand Russel]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Voltemos a falar sobre felicidade e como o sofisma de que podemos alcança-la nos mantém ainda mais distante da “aproximação” desta condição.
  A crença que a felicidade pode ser alcançada nos tira vários momentos alegres, vamos entrar no abismo, vem comigo!
  Para eu ser feliz teoricamente minhas filhas tem que ser exatamente como eu quero que elas sejam, minha esposa tem que ser exatamente como eu quero que ela seja, o trabalho, os amigos, as notícias, tudo tem que ser como eu idealizo.
  Bem, no trabalho o patrão teria que dar a empresa para mim, pois não vejo outra maneira da empresa ser tudo que eu espero dela.
  De posse da empresa isso não seria suficiente, todos os funcionários devem trabalhar da exata maneira como eu quero, até as empresas concorrentes não deveriam tentar me tirar da liderança de mercado... isso atrapalharia minha “felicidade”.
  Não vou me estender sobre isso, pois acredito que todos já entenderam e para quem ainda não entendeu nenhuma explicação será suficiente.
ººººººººººººººººººººººººººººº
  Para eu ser feliz minha esposa e filhas devem viver em função de mim. Como eu não viveria em função delas, mas só de eu mesmo, então elas NÃO seriam felizes, alguém consegue se imaginar feliz cercado de infelicidade?
  Meu patrão conseguiria ficar feliz entregando sua empresa para mim? Os funcionários ficariam felizes em realizar até minha menor vontade?

  Bertrand Russel igual eu é apreciador da beleza dos números e a felicidade é como o valor de PI, podemos nos aproximar dela, mas nunca tê-la exatamente, por completo.

  Pensar só em nossa realização pessoal [acreditando que isto nos fará feliz], ficar só pensando em que as pessoas podem fazer por nós esquecendo o que nó podemos fazer por elas, não nos aproxima da felicidade e ainda nos subtrai muitos momentos alegres.
  Logo, se sua realização pessoal é seu primeiro e único objetivo saiba que matematicamente deve estar perdendo muitos momentos alegres, momentos que são eternos enquanto duram, momentos de felicidade.
  Ah! E quando finalmente se sentir uma pessoa realizada eu já te alerto, a felicidade não faz parte do pacote.
  É um grande médico, um artista famoso, um mega empresário… maravilha!
  É feliz?
  Aí já entramos naquelas casas depois da virgula onde sempre falta alguma coisa.
ººººººººººººººººººººººººººººººº
  Não! Por favor, não pense linearmente estamos em um Blog 3D.
  Não há nada de pecaminoso em ser um grande médico ou um mega empresário, a sociedade deveria até ser muito grata por seus expoentes, pessoas que fazem a diferença POSITIVA.
  Eu e Russel só queremos que você aproveite as pequenas alegrias que encontrará pelo caminho e para isto é preciso também se dar um pouco ou muito as pessoas.
  Se lá no final a felicidade também não será completa, será só uma aproximação, então a lógica nos sugere que estejamos sempre próximos dela, que a felicidade seja o caminho.
  Hoje em Campinas está nascendo um belo dia, desejo muitos momentos alegres a todos.
  CARPE DIEM!
 
Lagoa do Taquaral Campinas - SP



anterior                                           <>                                                próximo
Postar um comentário