sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Meu Obituário

    “É mais fácil suportar a morte sem pensar nela, que suportar o pensamento da morte.”   [Blaise Pascal]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Agora estou meio House, evito contato pessoais.
  Apenas flutuo pelos planos de pensamento algo mais no atacado e menos no varejo.
  Quando eu investigava as mentes a minha volta a pergunta básica era:

  O que você acha da vida após a morte?

  Eu descobri que a pessoa vive muito em função do que ela acredita que irá acontecer
quando morrer.
  Exemplo: a pessoa me diz que os bons irão para o céu e os maus para o inferno.
  A mente com essa crença/opinião tem preocupação em fazer o que é certo dentro dos parâmetros da sua religião, acredita que os olhos de Deus estão sempre sobre ela.
  Isso não quer dizer que ela sempre faça o que é correto, quer dizer que se ela fizer algo de errado eu posso apelar a sua CONSCIÊNCIA.
  O indivíduo que não acredita em nada após a vida, não adianta eu apelar para consciência dele, tenho que lhe dar motivos para não fazer o que é errado.
  Isso é só um rascunho, uma linha geral do pensamento, é evidente que esse processo tem inúmeras nuanças.
  Eu usava muito isso para saber como agir e o que esperar de uma pessoa, funcionário ou possível namorada.
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Hoje não ocupo cargo de comando, não estou em busca de amigos, sou casado então esse tipo de análise pessoal perdeu a utilidade, sem utilidade perdeu muito do encanto.
  Logo, falando sobre esse assunto no atacado eu diria que você deve formar rapidamente uma opinião bem embasada sobre o que esperar após a morte.
  Nessas minhas analises encontrei muita gente mais perdida que cego em tiroteio.

  Que dizer de um pastor que usa drogas ou procura o serviço de prostitutas?
  O que dizer do padre pedófilo?
  O que dizer do ladrão que faz o sinal da cruz antes de sair para assaltar?

  O que eles pensam!? Que Deus não está olhando exclusivamente naquele momento!!

  Tem gente que diz acreditar em Deus, tem essa “certeza”, mas age como se ele não existisse.
  Sabe aquele político corrupto e super religioso.
  Aquele péssimo patrão que não sai da igreja.
  O que dizer de um crente fiel que bate na esposa, espanca as crianças?
  De uma católica fervorosa que prega dar tudo aos pobres, mas tem dezenas de sapatos e o guarda roupa cheio de roupas.

  Noto que estas pessoas não pensam muito na morte.
  Na pratica se comportam como se fossem viver para sempre então fica mais fácil suportar a morte sem pensar muito nela.
  A morte passa a ser uma coisa que acontece aos outros e como não podem negar a existência dela acabam acendendo uma vela para Deus e outra para o Diabo ["mundo"].
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Eu penso na morte.
  É realmente um pensamento muito difícil, saber que hoje por N motivos pode ser o último dia de minha vida.

  Não acendo “velas”, não fico fazendo projeções otimistas ou pessimistas, eu particularmente torço pela aniquilação, mas tudo é tão confuso...
 Passo mais tempo tentando viver melhor que me esforçando para ir para algum “céu”.

  Se morrer hoje não tenho nenhum filho não reconhecido, não deixo dividas, deixo recursos para o funeral [quero doar todos os órgãos e ser cremado], minha esposa financeiramente não terá grandes dificuldades para criar as meninas.
  Para as meninas deixo todos os meus textos, elas sempre saberão o que o pai pensou a respeito de tudo, elas sempre poderão conversar com esse morto que voz escreve e terão minhas orientações a respeito de tudo.
  Se elas desenvolverem uma maneira lógica de pensar e tiverem um pouquinho de sorte terão uma grande probabilidade matemática de terem uma vida longa, próspera e muito satisfatória.
  Espero que as pessoas não chorem muito por mim, todos sabem como gosto de músicas e sorrisos.
  Nascem tantas pessoas todos os dias e quando eu nasci fui só mais um número.
  Morrem tantas pessoas todos os dias e quando eu morrer serei só mais um número.
  Dos números eu vim para os números voltarei.
  Nessa minha trajetória montei muitas equações, decifrei muitos enigmas, levantei duvidas que valeram uma vida, a MINHA VIDA.
  Não há surpresas ou decepções, desde o começo sei que inevitavelmente serei devorado, apenas vou ganhando tempo.
  O fim sempre está próximo, mas não aqui, não agora, amanhã talvez.
  Hoje está um belo dia para VIVER!

  CARPE DIEM!
Ser biológico ou Ser espiritual eis a questão.


anterior                                <>                                     próximo