domingo, 23 de fevereiro de 2014

Terapia da Prosa

“Sabendo como era a prática psicanalítica, criei ficcionalmente para eu- algumas seções onde eu me fazia as perguntas, e nas quais eu também era a paciente, que arrolava seus problemas. E fiquei uns meses, pensando, ou mesmo falando em voz alta, nessas “seções de mentirinha” sobre as altercações com o “tal amigo”. [Nihil]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%     
ARQUIVO: sábado, 9 de julho de 2011

  Essa é sua “prova” que a psicanálise funciona!?
  Você mesma formulava as perguntas e se respondia?
  Isso eu chamo de “auto filosofia” ou busca do “autoconhecimento”.
  O processo filosófico é bem conciso em sua estruturação: 

  Adquirimos conhecimento sobre o tema, debatemos nossas opiniões, analisamos profundamente os fatos e suposições e depois nos “auto questionamos” a respeito.

  Na psicanálise você fala o que pensa, expõe seus sentimentos e uma mente “externa” a você te analisa.

  Na Filosofia debatemos idéias, buscamos SABEDORIA e NÓS MESMOS tentamos aplicar em nossas vidas.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Esse negócio que a psicanálise é boa, nos traz alivio, tem um porem que poucos percebem.
  Somos seres sociais e mais que conversar queremos que alguém nos escute.

O psicanalista “prostitui” o ouvido.

  Tenho certeza que nessas nossas prosas na Internet você se sente aliviada por ter alguém com quem conversar, ouvir suas idéias e problemas ouvir e fazer sugestões.
  Conversar com algum amigo que te escute e faça boas intervenções sempre nos alivia o estresse, é a terapia da prosa, do desabafo.

  Um bom amigo te ouve sem cobrar nada por isso, não podemos dizer o mesmo do psicanalista não é mesmo?

  Vou dar um exemplo.
  Tem um texto que acabou ficando muito bom que chamei de Paradoxo do tapware. Nele analisei a situação ineficiente de comprar tapwares fora de um padrão matemático.   Clique Aqui
  Então alguém que leu e analisou a situação comigo, pode ter decidido trazer aquela padronização para sua cozinha.
  Percebe?
  Eu não analisei a pessoa, analisei a situação.
  Diante das conclusões a pessoa se questionou e mudou seu proceder.

  Quem quer chamar água de leite, Filosofia de Psicanálise…tudo bem!
  Oras, o leite tem muita água no meio, mas na REALIDADE não é água.
  Eu sei que é cansativo e repetitivo, mas tenho que ficar a todo momento chamando as pessoas a realidade, pois sem esse tipo de percepção não dá para Filosofar com qualidade.
  O leite é sem dúvida um produto muito importante, mas podemos substituir até o materno por de outro tipo e a criança terá grandes chances de sobrevivência, depois de uns 6 meses já podemos até entrar com uma papinha mais sólida e com o passar do tempo leite faz parte da nossa alimentação mais como um complemento de outros alimentos.
  Ainda não conheci ninguém que consiga sobreviver por muito tempo sem água.
  Já escrevi que não consigo ver genialidade na “geração índigo” e deixar crianças dominarem adultos acho uma grande aberração dos tempos atuais.
  A Psicanálise é um retorno a infância da Filosofia, uma aberração dos tempos atuais que fabrica bebes chorões.
  Acredito que lá no passado muito distante nós Sapiens desperdiçávamos muito tempo tentando conhecer os outros, analisar os outros, nos submetendo a análise de mentes externas.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Nosso primeiro Filosofo foi um pouco além, foi onde outros Sapiens achavam impossível de ir ou que não precisávamos ir, onde mesmo nos tempos atuais poucos se aventuram a ir, em busca do AUTOCONHECIMENTO.
  A linearidade nos mostra que é eficiente vivermos como nômades, ir buscar conhecimento cada vez mais longe, analisarmos os outros, nos submetermos a analises de mentes externas…

  Se adaptar a realidade é eficiente, já disse que a ineficiência é viver de ilusão ou inventar uma realidade, então na infância do Sapiens os que melhor se adaptavam a realidade sobreviviam melhor, se a água aqui acabou, andemos até encontrar outra.
  Aquele nosso primeiro Filosofo deve ter olhado para dentro de si e descobriu que gostava daquele lugar, não queria ficar andando a esmo como “sempre foi feito.”
  Deveria ter algum jeito de conservar a água na seca, traze-la do rio para mais perto, plantar alimentos agradáveis a seu paladar…
  É senhoras e senhores, podemos fechar a equação dizendo que:

  Crianças vivem de ilusão, inventam realidades. Quando muito observam linearmente a realidade e se adaptam a ela.

  Adultos desenvolvem o poder de TRANSFORMAR A REALIDADE. Viajando nas profundezas de sua própria alma, de sua mente, descobrem suas reais vontades.

  Entendem que para transformar o ambiente é preciso transformar o SER.
  Nossa sociedade ficará tanto melhor quanto nós conseguirmos desistir das infantilidades e começarmos um comportamento ADULTO.
  Para isso VOCÊ terá, como aquele nosso primeiro filosofo, que ir onde nenhuma mente externa pode chegar…DENTRO DE SI MESMO!
  Se esse Blog conseguir realizar esse difícil “parto” de uma mente que seja, já terá valido a sua existência.
  Sabe aquele primeiro Filosofo?
  Transformou um belo vale em tudo aquilo que chamamos de lar, outros viram que era bom e o seguiram.
  Podemos ser poucos, mas temos o incrível poder TRANSFORMADOR da INTELIGÊNCIA.
  Vem comigo, você já chorou de mais. Fora dessa caverna há um mundo a ser transformado, mas terá que começar com você mesmo, venha para luz…


anterior         <>              próximo


Postar um comentário