quinta-feira, 20 de março de 2014

Em 2004

  “Paciência: forma menor de desespero disfarçado de virtude.”   [Ambrose Bierce]
%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Eu não gosto de precisar ter paciência, não acho legal quando esta é a
única solução que se apresenta, mas devo admitir que sem dúvida nenhuma não deixa de ser uma solução que evita que nos ferremos ainda mais.
  Minha vida até agora foi cheia de momentos desesperadores em que por mais que eu buscasse uma solução matemática a única alternativa era ter paciência.
 O momento que vou relatar agora eu ainda tinha muita Fé e orava várias vezes ao dia, “O Senhor é meu pastor e nada me faltará”, “tudo posso naquele que me fortalece” …

  Antes de prosseguir quero deixar bem claro que gostava e gosto do meu antigo patrão, sua mente não era muito lógica, mas se eu fosse desgostar de todos nesse estado eu já teria enlouquecido ou me matado faz tempo, na pior das hipóteses eu seria um assassino frio e calculista praticando roubos bem planejados.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Em 2004 meu patrão reclamava muito que os negócios não iam bem, mas como desde de que eu o conhecia ele sempre falava a mesma coisa, esse era um “sinal” insignificante.
  Além do mais [contra o meu aconselhamento] a Empresa fazia gastos exorbitantes com coisas que não tinham muita razão de ser, seria antiético entrar em detalhes então pulemos essa parte.
  Meu objetivo aqui é discutir Filosofia.

  Só sei que foi marcada uma reunião na Sexta depois do expediente e ali foi informado que a empresa passou por uma Fusão e na Terça deixaria de funcionar naquela unidade.
  Fusão foi uma palavra mais confortável que usaram, na verdade fomos devorados e exterminados.
  Eu até pensei que a partir da reunião aquele processo se arrastaria por uns 6 meses, que nada, morremos ao terceiro dia e nunca mais ressuscitamos.
  Bem, Sábado e Domingo não trabalhávamos, Segunda Feira ficamos com a difícil missão de informar aos funcionários que aquele era o último dia de trabalho.

  Ninguém acreditou, pensaram que era piada, mas quando caiu a ficha imaginem o choro coletivo de 50 ou 60 pessoas que trabalhavam naquela unidade de Indaiatuba.
  Na Terça de manhã caminhões já recolhiam maquinas e equipamentos para serem levados para a unidade de Campinas, é difícil dizer qual foi o pior dia de minha vida, mas este eu vou te contar, passei o dia inteiro engolindo as lágrimas [tinha que parecer forte] e orando alucinadamente, fui incontáveis vezes ao banheiro e ali desabava, de joelhos orava e chorava, chorava e orava, foi assim o dia inteiro.

  A dor não vinha de um temor pelo futuro, afinal “Deus fecha uma porta e abre dez”, “Olhai os lírios do campo”, “Peça com Fé e conseguirás” …

  Mas quem já trabalhou ou viveu muito tempo em um lugar ou situação sabe que a despedida é doída, até um casamento que já não tem mais razão de ser deixa muitas saudades de bons momentos vividos.
  Nos perguntamos, como tanta vida chegou ao fim!?
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Os funcionários apareceram aos poucos na Terça para se despedirem, não dava para disfarçar o inchaço em meus olhos, mas consegui não chorar na frente da maioria deles, eu dizia que Indaiatuba estava muito próspera com grandes oportunidades de emprego, eles de certo conseguiriam algo até melhor, aconselhava também a usarem com juízo o fundo de garantia, seguro desemprego e terem muita, muita, muita Fé em Deus que tudo ficaria bem.
  Espero que para eles isso tenha funcionado porque eu não sabia, mas ali estava começando uma longa e pavorosa fase, os portais do inferno começaram a se abrir sob meus pés.
  No início de 2004 eu finalmente tinha quitado meu apartamento e sem esta grande despesa meu “arrozal” iria começar a dar lucro.  Clique Aqui

  Fui transformado em sapo e por 6 longos anos fiquei pacientemente ali na lagoa vendo o mato tomar conta de tudo que havia construído com muito sacrifício.
  Vixe! Este texto está me deixando profundamente deprimido! É melhor encerrar, estou muito próximo de buracos negros do pensamento, estruturas magnificas, mas que sugam tudo até a luz, volto em outro momento, quando a Filosofia puder ser exposta de forma menos perigosa.
  “Recessão é quando o seu vizinho perde o emprego; depressão é quando você perde o seu.”  [Harru S. Truman]
E assim a preguiça tomou conta
 de minha alma.




 anterior         <>              próximo
Postar um comentário