quarta-feira, 30 de abril de 2014

Não Existir

  “Estranha criatura o homem; não pede para nascer, não sabe viver e não quer morrer.”
[Einstein]

  Daqui do Abismo chama muito a atenção essa dificuldade que as pessoas tem de enxergarem o óbvio, por vezes percebo claramente que as mentes não conseguem entender o que é “não existir”.



  Para elas o não existir é algo como ser transformado em uma parede, ver tudo e não interagir com nada, é como estar num estado de coma onde pudesse entender tudo a sua volta, mas não pudesse mover um único músculo.
  Oras, não existir é…não existir!
  Não ter consciência de nada, não enxergar nada, não fazer parte de nada.

  Muitos religiosos nos ameaçam dizendo que se não fosse Deus nós não existiríamos.
  E daí!?

  Escrevi em um texto que nunca vi nenhum jupteriano reclamando por não existir pelo motivo óbvio que ele NÃO EXISTE!
  Também nos dizem que Deus é tão bom que nos deu total livre arbítrio, acontece que na Bíblia ainda não localizei em que momento Adão pediu para ser criado.

  Parei de debater com minha mãe porque sempre a fazia chorar, lembro que ela gostava de jogar na minha cara que se não fosse ela eu não estaria aqui até que um dia meio com o saco cheio eu falei: “Tá bom eu não estaria aqui e daí?”
  Na cabeça da minha mãe e de tantas pessoas se eu não existisse eu estaria em algum lugar com inveja dessa vida…não me peçam para explicar eu nunca consegui entender.
  Na minha mente não existir é não estar em nenhum lugar, não ser nada.



  Eu não entendo o viver sem lógica.
  Se alguém me perguntar a qualquer momento o que estou fazendo e porque estou fazendo, sempre terá uma resposta.

  Faça uma experiência que eu já fiz, quando ver alguém fazendo algo que você não entende, não vê lógica, pergunte a pessoa o porquê ela esta fazendo aquilo.
  Você ficará surpreso com a quantidades de “não sei” ou “nem percebi que estava fazendo” ou ainda se prepare para ouvir uma explicação ESCAPISTA [malabarismo mental para justificar o injustificável ou desviar o assunto]
  Vamos a um exemplo, aqueles caras que gostam de fritar o pneu no asfalto, será que o cara gosta daquele barulho irritante? O cheiro ruim de borracha queimada? Diminuir a vida útil do pneu?
  O cara vai “escapar” dizendo que é para chamar a atenção das minas, caraca, deve ser minas de péssima qualidade mental para serem atraídas por algo tão imbecil...

  Então vamos aplicar um pouco de logica na questão da existência.

  “Não existir” como podem deduzir não é algo tão terrível, mas uma vez que estamos aqui não queremos deixar de existir.

  Tem um pensador, vou ficar devendo o nome, que dizia que nada chega mais de repente que a velhice.
  Sei você dirá que a velhice chega lentamente, mas eu digo que a percepção dela chega de repente.
  Eu até não ligaria de viver para sempre [ou por muito tempo] desde que fosse igual aqueles vampiros do filme Eclipse, sempre jovens, saudáveis e poderosos.
  Se permanecesse com a vitalidade dos meus 20 anos eu poderia viver 10 mil anos e seria muito bom.
  Tantas profissões para experimentar, tantos amores, tantas viagens, tantas experiências…
  Fiquei sabendo que aquele locutor Gil Gomes esta com Parkinson, uma doença muito triste.
  Tenho muito medo dessas doenças.
  A grande maioria das pessoas acreditam que viver vale sempre a pena, não importa como.
  Eu penso que diante de certas situações que infelizmente são inevitáveis e não desejáveis…morrer vale a pena, não quero ter minha existência prolongada se não for com boa qualidade de vida.
  A vida com dor é um inferno se não há esperança nessa vida partamos para uma outra o que não faz sentido é permanecer na dor, no sofrimento e achar que isso é vida.

  É melhor deixar de existir que existir com dor, se acontecer um inferno a gente vê depois.
[William Robson]

Gil Gomes lhes diz, BOM DIA!


anterior         <>              próximo

terça-feira, 29 de abril de 2014

Extorsão Legalizada

  “Só que, devido à exigência, o que era para ser de graça tem preço: R$ 20, a taxa cobrada por UNE e UEE para emitir as carteirinhas.” [O Globo]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Não sou catastrofista.
  O Brasil esta longe de ser um lugar horrível para viver, acreditem, já li sobre inúmeros países e não estamos tão mal.


  Digo isso porque como muitos pensam linearmente o fato de eu apontar aqui algumas observações tristes o indivíduo já fica meio deprimido acreditando que vive no pior dos mundos, no pior dos países.
  Sim, eu trocaria o Brasil por uma Holanda, Suíça, Canadá, Alemanha.
  Não trocaria por Grécia, Rússia, Peru, Argentina, Irã, México, Angola, China… e tantos outros.

  Se eu aponto as falhas é porque quero que o Brasil fique melhor, seja mais eficiente em proporcionar uma boa qualidade de vida para todo nosso povo.

  Em um texto eu disse que estamos tão obcecados em xingar políticos que ficamos cegos para toda corrupção que ocorre a nossa volta.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Quando eu tinha o restaurante sempre chegava o boleto de alguma coisa que eu nem imagina o que era ou para que servia.
  Lembro agora de dois, um era o Sindicato Patronal!
  Vinha lá com um valor que eu tinha que pagar ou não poderia gozar dos “benefícios.”
  Que benefícios? Não faço idéia.
  Um colega comerciante disse que quando não pagou, seu estabelecimento era “estranhamente” muito visitado por fiscalizações com denúncias anônimas.

  Outro que sempre chegava era a cobrança por minha empresa estar em uma lista Telefônica que divulgava o estabelecimento,
caraca, nunca assinei nada nesse sentido, nunca solicitei esse serviço.

  Sabiam que aqui em Campinas se você tem um comércio “regularizado” sua conta de água é dobrada?
  Quando recebi o boleto quase cai de costas.
  Se você gastou 200 de água é cobrado mais 200 pela utilização da rede de esgoto.

  Minha esposa paga um tal de COREN que parece existir só para extorquir ela e suas companheiras de profissão. [Enfermagem]

  E o dia de trabalho que você tem que dar para o “seu” sindicato?

  Enfim, são tantas taxas e “contribuições obrigatórias” estranhamente amparadas por leis que nem sabíamos que existiam, algumas nem existem mesmo, nos acostumamos a pagar sem questionar, para não ter maiores dores de cabeça.
 
  No caso da notícia em destaque será que a UNE fiscaliza a utilização correta do benefício?
  Como ela faz isto?
   Mantém algum funcionário nas empresas de ônibus ou bilheterias de shows?
  Faz um trabalho investigativo para evitar falsificações?
  Olha, sou capaz de apostar que a UNE só vende um carimbo.
  É uma estranha “legalização da extorsão”.
 
A direção da UNE é de "Direita"!?

  “O privilégio dado às duas organizações suscitou críticas entre os estudantes beneficiados. Para eles, não faz sentido exigir uma série de documentos da universidade e ainda a carteira de estudante.
- Não faz sentido isso. Durante o meu ensino médio, eu não pagava nada para ter o passe livre e, agora, tenho que pagar pelo meio-passe?”   CliqueAqui

  Excelente artigo:
  “No entusiasmo de minha formatura em Economia – já vai tempo! –, afiliei-me ao Conselho Regional de Economia do Rio de Janeiro. Antes de começar a trabalhar, fui fazer meu mestrado e doutorado nos Estados Unidos. Lá me apaixonei pelos assuntos da educação, fiz minha tese nesse tema e, ao voltar ao Brasil, fui trabalhar como professor e pesquisador em educação e formação profissional. Em minha passagem pela, CAPES, IPEA, OIT, Banco Mundial e BID, somente lidei com educação. Após minha volta, continuei.

Pois não é que, o Conselho Regional de Economia vem, há muito, insistindo em me cobrar suas mensalidades? Argumentei por escrito que não exercia e jamais exerci a profissão de economista. Pela lógica, se o Conselho ocupa-se do exercício da profissão, não é comigo. Achei que fosse o bastante.

Mas não foi. Recebo agora uma comunicação de que estou sendo processado. Querem de mim as mensalidades atrasadas. Na verdade, os valores são modestos, muito menos do que vale o meu tempo e o do advogado para lidar com essa briga. Mas sou teimoso. Por princípio, não quero pagar.

De um Conselho de Economia, deveríamos esperar luzes sobre os enguiços da economia brasileira. O que vemos? A prática do mais tacanho corporativismo.” [Claudio Moura e Castro]  CliqueAqui


anterior         <>              próximo

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Estamos Melhorando

  A história tem mostrado que nosso país melhorou bastante no regime democrático.
  Quem fez a constituição de 1988 estava meio traumatizado com o regime militar [a maioria era marxista] e exagerou um pouco nas brechas legais para garantir a liberdade.
  Isso acabou favorecendo bandidos endinheirados ou não, aqui há muita impunidade, precisamos resolver esse problema.
  Mas no geral só diz que estamos piores quem não conhece HISTORIA.
 “ IDH municipal do Brasil cresce 47,5% em 20 anos, aponta Pnud”  [Globo]





anterior         <>              próximo

sábado, 26 de abril de 2014

O Capitalismo Explica

  "Meus sinceros parabéns aos mais ricos, chega de premiar a irresponsabilidade e a incompetência querendo comprar um lugarzinho no céu." [William Robson]    Clique Aqui
%%%%%%%%%%%%%%%%
 Dizem que de boas intenções o inferno esta cheio.
 Eu concordo tanto com esse pensamento que por um tempo fiquei meditando o tanto de mal que a caridade tem provocado na humanidade.


  A caridade direcionada com SABEDORIA é uma grandiosa ferramenta para a melhora da qualidade de vida de todos, mas usada por "instinto" ou baseada em DOGMAS tem se revelado uma grande catástrofe mundial, sim, vamos falar do macro, quero que este texto seja grandioso, uma grande bomba mental.

  Naquela empresa que eu produzia óculos e que passou por fusão, meu patrão certa vez tentou fazer negócios em Angola.
  Ele viajou até lá e voltou horrorizado.
  Pensem em toda corrupção que existe no Brasil, multipliquem por 10...assim são os negócios em Angola.
  Você tem que pagar propina antecipada para tudo e sem nenhuma garantia. O cara "influente" faz seu produto entrar no país, se você irá conseguir vender, ser competitivo o problema é todo seu.  
  Guardem essa palavra COMPETITIVO, ela é a chave para que você não fique tão indignado com este texto, só um pouquinho...
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Vamos supor que você goste de costurar, tenha talento para isso, oras, é natural que tente usar esse talento para se estabelecer na vida, ganhar dinheiro com seu talento.
 De um pequeno atelier pode até vir a ser uma grande empresaria e gerar muitos EMPREGOS.
  O Brasil nesse caso não é um bom exemplo, pois tem dimensões continentais o que não é o caso dos pequenos países Africanos, mas vamos prosseguir assim mesmo.
  Agora na tela grande de sua mente imagine o Brasil receber todos os anos toneladas e mais toneladas de doações de roupas de boa qualidade vindas dos países desenvolvidos a praticamente custo zero.
  Por mais talento que você tenha fica quase impossível ganhar dinheiro, montar uma empresa, gerar empregos porque ocorre uma concorrência desleal.

  Conseguem perceber o grande mal que a caridade da Europa provoca na África?

  A nossa talentosa angolana não tem como competir em um mercado onde boas roupas chegam ao mercado a custo zero.
  A caridade Europeia mata no ninho qualquer iniciativa de empreendedorismo, tira qualquer oportunidade de talentos serem desenvolvidos.
  Quem não ia a escola só para paquerar e comer merenda deve lembrar que a burguesia desafiou o Clero e a Realeza justamente por através do seu empreendedorismo acumular capital.
  Como os padres e reis precisavam comer não dava para ir lá e simplesmente destruir o agricultor.
  Como padres e reis passaram a ter necessidade dos produtos industrializados não dava para simplesmente ir lá e destruir a indústria, com isto houve uma DIVISÃO DO PODER.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Essa caridade excessiva e mal direcionada da ONU acaba com a possibilidade desses países evoluírem como aconteceu com a própria Europa, impede o surgimento de uma classe média de agricultores, comerciantes e industriais.

  Imaginem quantos irmãozinhos livres pensadores e empreendedores que poderiam fazer seu povo EVOLUIR como nação estão sendo mortos no ninho em consequência da caridade, pelas boas intenções.
  São totalmente ignorados e deixados à própria sorte contra a barbárie.
  Voltando aqui para o Brasil uma família Ermínio de Morais, Matarazzo ou Diniz não teriam como surgir, nem um Silvio Santos aconteceria.
  Um William escrevendo estas "barbaridades" na Internet já teria sido fuzilado a muito tempo, se bem...que provavelmente eu nem saberia ler e escrever.
  Você que é mais esperto esta horrorizado?
  Calma que meu objetivo é te levar ao TERROR e ao NOJO.

  A maior parte dos alimentos que a ONU arrecada vai parar nas mãos de quem esta no poder e esse grupo político distribui os alimentos recebidos gratuitamente da Europa a seu bel prazer, até COBRAM por eles.   Clique Aqui

  Pense bem, você esta no poder, recebe 5 quilos de arroz a custo zero e revende a seu povo por 15 reais é um lucro fabuloso que te dá ainda mais poder como ditador.
  Para uma tribo que te apoia você dá o arroz de graça, para outra não tão simpática você vende a 15, para outra vende a 30 e de quem você não gosta QUE MORRA DE FOME!
  É senhoras e senhores chegamos ao terror, só de escrever já estou sentindo a dor, o nojo, e tudo começou lá, naquele plano de pensamento de "ótimas intenções".

  Hã? Você é um somali que tem talento para cuidar da terra, gostaria de plantar arroz se estabelecer produzindo alimentos gerando empregos?
  Não seja BURRO, com que COMPETITIVIDADE!?
  A caridade faz o arroz entrar em seu país a custo ZERO.
  Mas não se iluda; o preço esta sendo pago e bem alto ele é...
  A MISÉRIA DO SEU POVO.
 "A carne mais barata do mercado é a pele negra!"  Clique Aqui





anterior         <>              próximo

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Ai de mim

  “Segundo a entidade, a “intensidade” da crise alimentar no país não permite que a ajuda humanitária seja suspensa, já que o corte poderia custar “muitas vidas “. [O Globo]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Vou falar uma coisa obvia para vocês, pode a princípio até parecer bobagem, tolice, mas daqui do Abismo fico impressionado com a incapacidade das pessoas enxergarem o óbvio.


  Vou contar algo que parece que é segredo para muita gente na ONU, você ficará impressionado com o que irei revelar, sabe o que é?
  Comunistas, Ditadores, Tiranos, soldados rebeldes, soldados do governo, endemoniados, assassinos, corruptos…todos eles COMEM!
  Você pode não acreditar, mas não é só pessoas honestas e pacificas que precisam de comida.
  Até Hitler ou Jack Estripador a FILOSOFIA nos garante que eles precisavam se alimentar e beber água, é incrível não é mesmo!!   
  Não espalhem, não contem para ninguém, pois serão chamados de BURROS ou INSENSÍVEIS.
ººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Bem, como o Ditador e seu exército precisam comer [esqueçam que a ONU sugira o contrário] ele tem duas opções:

1 - Invade países vizinhos em busca de alimento e compra briga com muita gente.

2 - Estimula a agricultura em seu país.

  Esperem aí que a ONU e sua “caridade” oferece uma opção bem melhor.

3- O Ditador força a criação de um campo de refugiados que comova o mundo inteiro e bingo! A comida caiu do céu a custo Zero.

  Somemos a isso um povo que não apresenta sinais significativos da nossa famosa INTELIGÊNCIA BÁSICA e multipliquemos pela total falta de incentivo à EDUCAÇÃO e o resultado é SOMALIA e países semelhantes.  Clique Aqui
ººººººººººººººººººººººººººººº
  Já perceberam que apesar de todas as dificuldades esse “povo oprimido” não para de transar e ter filhos?
  Sabem, mesmo lá pelos meus 20 anos, no ápice de meu desejo sexual a fome podia me fazer esquecer de sexo [claro que nunca fiquei em uma situação tão miserável quanto somales ou etiupes].
  Eu imagino que uma mulher por mais fogosa que seja se estiver com uma forte dor de cabeça perde todo e qualquer tesão.
  Quero dizer que até o Freudianismo com suas ATENUANTES não conseguiria explicar o nascimento de tantas crianças, tanto desejo de procriação.
  O número de crianças nesses acampamentos é algo que desafia qualquer lógica.
  Um povo que vibrasse em uma “frequência” com uma melhor qualidade de inteligência básica não traria tantas crianças ao mundo sob tais condições.
  Sabiam que até os que chamamos de “bichos” fazem isso?
  Se há escassez de alimentos os animais procriam menos, chega ao ponto da fêmea devorar os filhotes.

  Eu como tenho uma boa inteligência básica, mesmo analfabeto, sem educação, ainda teria o AMOR.
  Faria como Onã [personagem Bíblico que ejaculava fora para não engravidar a cunhada], mas não traria um filho ao mundo com uma perspectiva tão grande de sofrimento.

 Então os “santos caridosos” inundam as revistas e TVs com aquelas imagens chocantes de crianças magérrimas e claro que os Ditadores devem adorar porque com imagens tão comoventes mais comida, remédios e roupas caem do céu…OOOHHHHHH! GLÓRIA A DEUS!

  Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, como não somos Deus escrevemos torto por linhas erradas...
  Se alguém apresenta uma linha de raciocínio melhor é taxado de burro, insensível, idiota, um William na vida.
  Leram o destaque no alto do texto?
  Traduzindo agora fica assim: “Estamos agindo errado, mas temos que continuar agindo errado porque isso é o certo a fazer!”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
  Ai de mim, ai de mim…a vida por vezes se torna um fardo tão insuportável!
  No escuro do meu quarto, flutuando pelo Abismo sou atingido por pensamentos maravilhosos.
  Levanta! Escreve.
  Não dá tempo, já passaram, me deixaram lágrimas.
  Lágrimas de alegria, de observar o maravilhoso, o belo.
  Levanta! Escreve.
  Não dá tempo, já passaram, minha memória não é boa
  No escuro do meu quarto pensamentos maravilhosos me atingem
  Mas me lembram que lá fora há tanta dor, tanto sofrimento
  Levanta! Escreve.
  Já é tarde, já se foram
  Deixaram para trás a lágrima o choro…

  “Mesmo se distribuídas a famílias, no entanto, não é certo de que as porções de comida vão chegar a ser servidas. Segundo relatos do campo de refugiados da capital, o Badbado, controlado pelo governo somali.

  Muitas famílias são obrigadas a devolver as doações após serem fotografadas com elas por jornalistas estrangeiros.

  Ali Said Nur, por exemplo, contou que recebeu dois sacos de milho em duas ocasiões diferentes e, em ambas, precisou dar a comida ao líder do acampamento.”   Clique Aqui





anterior         <>              próximo

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Tenho Medo

  “Eu vivo à espera de inspiração com uma avidez que não dá descanso. Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo, mesmo mais que amor.” [Clarice Lispector]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Eu não vivo à espera de inspiração, não sei por quanto tempo permanecerei nesse estado, mas posso escrever sobre qualquer coisa, tenho preferência por pensamentos ou situações que me provoquem.


  Também não sei definir o que mais desejo no mundo, não sei porque, mas sinto que minha vontade de escrever pode acabar a qualquer momento, se eu penso agora sobre isso sinto um grande medo ao mesmo tempo que entendo que posso conviver sem isso, ficar sem escrever.
  Eu não gosto de escrever sobre o medo porque entrar por essas brechas sempre traz medos novos.
  Minha vida está bem tranquila e a tranquilidade sempre dá uma sensação de segurança o que nos leva a não pensar tanto no medo.
  Percebo que de certa forma tenho enjoado rapidamente da vida, a falta de lógica a minha volta é tediosa e levar lógica as pessoas parece uma tarefa muito difícil.
  Por muito tempo fiquei preocupado com esse “enjoar de viver”, ainda bem que constitui família, minha esposa e filhas tem um maravilhoso encantamento pela vida e ver a alegria delas por coisas banais torna o banal algo especial.
  Tipo, eu não ligo tanto para ter um carro novo, mas a alegria da minha esposa é tanta que acaba me contagiando.
  Eu não ligo para festas, mas minhas filhas ficam horas no espelho se preparando e esperando com ansiedade, é gostoso vê-las tão satisfeitas, tão esperançosas.
  Enquanto eu não for um peso para elas, quero estar as auxiliando no que for possível.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Enjoar da vida a princípio pode parecer triste e talvez até seja, mas existe um plano de pensamento onde este defeito enlouquece a ponto de virar virtude.
  Enjoar da vida nos prepara para a morte e uma vez que todos iremos morrer, esse cansaço da vida se torna um bom negócio.

  Deixa eu ver se consigo ser mais claro, todos parecem gostar quando falo de sexualidade então vamos lá, sexo, carros e Bíblia estabelecem uma linguagem em comum de fácil compreensão.
  Entre as várias coisas que tinha medo uma delas era virar um velho babão.
  Igual a todo jovem de 20 anos diversão era sinônimo de mulher e quando somos jovens e sem compromisso esse tipo de “diversão” não chega a ser um grande problema, mas eu pensava na velhice.  
  Claro que aquelas mulheres de 20, 25 anos não se interessariam por eu lá pelos 55, 60 anos.
  O casamento até me parecia como um grande desafio, como desistir de muitas mulheres para ficar só com uma? Dava medo.

  Sempre fui muito observador e já sabia que esse amor dos livros ficava só nos livros mesmo, o amor pode muito, mas não pode tudo.

 Na historia da Branca de Neve, por exemplo, o final é “felizes para sempre”, mas será que depois de 2 anos o príncipe e a Branca ainda estariam em total harmonia?
  Nos livros românticos o gran finale é o casamento, mas na vida real o casamento é o começo de uma nova história.
  Humm... não é sobre casamento que quero falar agora, voltemos ao medo de me tornar um velho babão.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  O tempo passou e como tive e tenho uma vida sexual satisfatória de uma certa forma posso dizer que “enjoei de sexo.”
  Atualmente tenho uma vida sexual satisfatória justamente porque a diferença de idade entre eu e minha esposa não é muito grande e estamos no mesmo ritmo de
desaceleração…HAHAHAHAHAHAHAHAHAH!
  Eu sei que para os Freudianos essa desaceleração sexual é uma lastima, digna de terapia, mas como sabem não tenho grande simpatia pela psicologia, é uma doutrina que não me empolga.

  Muitas das dificuldades de nosso tempo surgem dessa realidade inventada pelo Freudianismo de que o desejo sexual tem que se manter alto e constante por toda a vida.
  Esse alto libido pode ser característica de muitos indivíduos, mas não observo isso na população em geral.
  Confesso que se minha esposa tivesse a mesma necessidade sexual do tempo de namoro eu estaria em sérias dificuldades…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  Também se eu tivesse o mesmo desejo sexual dos meus vinte e poucos anos a fidelidade seria quase impraticável e aquele medo de me tornar um velho babão seria uma realidade inevitável.

  Como podem perceber, a princípio ter seu desejo sexual diminuído com o passar do tempo, enjoar de sexo, parece a pior coisa do mundo, mas na pratica a natureza me parece ser sabia.
  Eu trabalho em uma grande empresa, é evidente que tenho contato diário com moças espetaculares, mas embora admire seus corpos não tenho em minha mente fantasias sexuais com elas e acho isso ÓTIMO!
  Se meu desejo sexual fosse o mesmo de antigamente seria um inferno resistir a tanta tentação, isso fatalmente colocaria meu casamento em risco e as complicações surgiriam a perder de vista, com certeza minha vida não estaria tão tranquila.
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
 Voltando ao tema e amarrando o texto:
 Assim como lá pelos meus vinte anos eu Freudianamente acreditava que não haveria vida sem um forte desejo sexual, por vezes me pego com esse medo de que minha vontade de escrever diminua, como se não pudesse haver vida satisfatória sem os textos gritando em minha mente.
  Sei lá! O barulho é ensurdecedor, nem sei como posso gostar disso, se os textos silenciassem de alguma forma talvez a vida continue satisfatória, mas tenho medo de pensar nesse dia, tenho medo de pensar nos medos…
  “Será que realmente existe vida antes da morte?”
 [Ou estamos apenas sendo preparados para vida?]



  “Já percebeu que quando estamos em nossa casa, próximo do horário de dormir tudo o que aconteceu de manhã parece ter sido um sonho.
  Sabemos que o tempo “demorou” para passar no trabalho, mas já não sabemos precisar quanto, lembramos da hora do almoço, mas já fica difícil lembrar exatamente o que comemos ou quem encontramos no elevador.
  É incrível como a realidade rapidamente se transforma em um sonho e lembramos mais do que nos emocionou do que sobre o que pensamos naquele momento.

  É porque pensamos pouco, na maioria das vezes só lembramos, nos condicionamos.

  Quando a realidade do dia a dia esta me sufocando percebo que estou sendo tomado pelo sentimento, pelo instinto, respiro fundo, começo a pensar e lembro do futuro, onze horas, meia noite, quando tudo voltará a ser sonho…
  Como quando estamos no calor do verão e nem sabemos como um dia usamos aquelas roupas do inverno.
  Acho que no momento de nossa morte pensaremos:

  Tudo não passou de um sonho?” Clique Aqui

anterior         <>              próximo