sexta-feira, 25 de abril de 2014

Ai de mim

  “Segundo a entidade, a “intensidade” da crise alimentar no país não permite que a ajuda humanitária seja suspensa, já que o corte poderia custar “muitas vidas “. [O Globo]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Vou falar uma coisa obvia para vocês, pode a princípio até parecer bobagem, tolice, mas daqui do Abismo fico impressionado com a incapacidade das pessoas enxergarem o óbvio.


  Vou contar algo que parece que é segredo para muita gente na ONU, você ficará impressionado com o que irei revelar, sabe o que é?
  Comunistas, Ditadores, Tiranos, soldados rebeldes, soldados do governo, endemoniados, assassinos, corruptos…todos eles COMEM!
  Você pode não acreditar, mas não é só pessoas honestas e pacificas que precisam de comida.
  Até Hitler ou Jack Estripador a FILOSOFIA nos garante que eles precisavam se alimentar e beber água, é incrível não é mesmo!!   
  Não espalhem, não contem para ninguém, pois serão chamados de BURROS ou INSENSÍVEIS.
ººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Bem, como o Ditador e seu exército precisam comer [esqueçam que a ONU sugira o contrário] ele tem duas opções:

1 - Invade países vizinhos em busca de alimento e compra briga com muita gente.

2 - Estimula a agricultura em seu país.

  Esperem aí que a ONU e sua “caridade” oferece uma opção bem melhor.

3- O Ditador força a criação de um campo de refugiados que comova o mundo inteiro e bingo! A comida caiu do céu a custo Zero.

  Somemos a isso um povo que não apresenta sinais significativos da nossa famosa INTELIGÊNCIA BÁSICA e multipliquemos pela total falta de incentivo à EDUCAÇÃO e o resultado é SOMALIA e países semelhantes.  Clique Aqui
ººººººººººººººººººººººººººººº
  Já perceberam que apesar de todas as dificuldades esse “povo oprimido” não para de transar e ter filhos?
  Sabem, mesmo lá pelos meus 20 anos, no ápice de meu desejo sexual a fome podia me fazer esquecer de sexo [claro que nunca fiquei em uma situação tão miserável quanto somales ou etiupes].
  Eu imagino que uma mulher por mais fogosa que seja se estiver com uma forte dor de cabeça perde todo e qualquer tesão.
  Quero dizer que até o Freudianismo com suas ATENUANTES não conseguiria explicar o nascimento de tantas crianças, tanto desejo de procriação.
  O número de crianças nesses acampamentos é algo que desafia qualquer lógica.
  Um povo que vibrasse em uma “frequência” com uma melhor qualidade de inteligência básica não traria tantas crianças ao mundo sob tais condições.
  Sabiam que até os que chamamos de “bichos” fazem isso?
  Se há escassez de alimentos os animais procriam menos, chega ao ponto da fêmea devorar os filhotes.

  Eu como tenho uma boa inteligência básica, mesmo analfabeto, sem educação, ainda teria o AMOR.
  Faria como Onã [personagem Bíblico que ejaculava fora para não engravidar a cunhada], mas não traria um filho ao mundo com uma perspectiva tão grande de sofrimento.

 Então os “santos caridosos” inundam as revistas e TVs com aquelas imagens chocantes de crianças magérrimas e claro que os Ditadores devem adorar porque com imagens tão comoventes mais comida, remédios e roupas caem do céu…OOOHHHHHH! GLÓRIA A DEUS!

  Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, como não somos Deus escrevemos torto por linhas erradas...
  Se alguém apresenta uma linha de raciocínio melhor é taxado de burro, insensível, idiota, um William na vida.
  Leram o destaque no alto do texto?
  Traduzindo agora fica assim: “Estamos agindo errado, mas temos que continuar agindo errado porque isso é o certo a fazer!”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
  Ai de mim, ai de mim…a vida por vezes se torna um fardo tão insuportável!
  No escuro do meu quarto, flutuando pelo Abismo sou atingido por pensamentos maravilhosos.
  Levanta! Escreve.
  Não dá tempo, já passaram, me deixaram lágrimas.
  Lágrimas de alegria, de observar o maravilhoso, o belo.
  Levanta! Escreve.
  Não dá tempo, já passaram, minha memória não é boa
  No escuro do meu quarto pensamentos maravilhosos me atingem
  Mas me lembram que lá fora há tanta dor, tanto sofrimento
  Levanta! Escreve.
  Já é tarde, já se foram
  Deixaram para trás a lágrima o choro…

  “Mesmo se distribuídas a famílias, no entanto, não é certo de que as porções de comida vão chegar a ser servidas. Segundo relatos do campo de refugiados da capital, o Badbado, controlado pelo governo somali.

  Muitas famílias são obrigadas a devolver as doações após serem fotografadas com elas por jornalistas estrangeiros.

  Ali Said Nur, por exemplo, contou que recebeu dois sacos de milho em duas ocasiões diferentes e, em ambas, precisou dar a comida ao líder do acampamento.”   Clique Aqui





anterior         <>              próximo
Postar um comentário