sexta-feira, 30 de maio de 2014

Rumo ao Sagrado

  “Estude o passado, se quiseres decifrar o futuro.” [Confúcio]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Acho muito difícil alguém praticar Filosofia de boa qualidade sem se interessar por História.


  Sem conhecer os caminhos que a humanidade já trilhou você perde muito tempo desenvolvendo um pensamento que já foi desenvolvido séculos atrás.
  O indivíduo pode partir de uma boa plataforma, mas perde tempo reinventando a roda.
  Lembrei agora de certa vez que uma de minhas irmãs recebeu versos muito bonitos que a fez admirar-se da qualidade artística e intelectual de seu pretendente.
  Assim que ela me mostrou os versos reconheci um poema Barroco muito famoso o qual ela um tanto decepcionada constatou que havia sido escrito faz mais de 300 anos.
  Já reclamei que nossos professores deveriam se preocupar mais em ensinar HISTORIA de maneira imparcial e não interpretando os fatos com visões Marxistas.

  “O professor deveria proteger o aluno de sua própria influencia”, se o professor acredita que o Comunismo é o melhor futuro para a humanidade que guarde para ele, apenas ensine história e deixe que os alunos cheguem a suas próprias conclusões.

  Nossa Educação melhoraria bastante se por exemplo o professor passasse CONHECIMENTOS sobre o homossexualismo, mas evitasse passar seus próprios VALORES seja contra ou a favor.

  O professor poderia relatar a História das religiões sem cair na tentação de defender a sua própria, ou “pregar” que esta é melhor que aquela.
  Minhas filhas gostam de ir a igreja, elas perguntam porque eu não gosto de ir, apenas digo que prefiro ficar em casa.
  Se elas perguntarem quem foi Lutero, Calvino, Constantino, Pedro ou Paulo lhes passarei a informação histórica, não sou professor, mas mesmo como pai sinto essa necessidade de proteger minhas filhas de minha própria influencia.

  Se minhas filhas se sentem bem pedindo alguma ajuda a Jesus não serei eu que direi que não devem fazer isto, a vida é bem complexa, eu não sou a medida de todas as coisas o que não funcionar para eu não significa que não funcionará para elas só espero que usem o BOM SENSO evitando o fanatismo.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Seguindo o pensamento do amigo Confúcio e eu sendo conhecedor de boa parte do nosso passado vou me arriscar a decifrar o futuro.

  Não acredito que no futuro a religião deixe de existir, mas acredito que no futuro as pessoas arcarão bem mais com suas RESPONSABILIDADES, planejarão melhor suas vidas sem esperar tanto do “sagrado”.

  Estarão mais agradecendo que pedindo.
  Mais pensando que orando.
  Mais ajudando que esperando ser ajudado.
  As pessoas serão mais sagradas e menos humanas…





anterior         <>              próximo
Postar um comentário