sexta-feira, 27 de junho de 2014

A Maior Dor

  “Não há maior dor do que a de nos recordarmos dos dias felizes quando estamos na miséria.” [Dante Alighieri]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Eu não sei dizer qual é a maior dor, neste mundo tantas coisas nos fazem sofrer.


  Um dia meditando sobre o que leva uma pessoa ao suicídio identifiquei 3 situações básicas: Perda do amor, perda de dinheiro, perda da saúde.
  A perda da saúde fica bem atrás, um dia falarei porque, hoje vamos nos concentrar no pensamento de Dante.
 Não nasci na pior situação do mundo, mas era bem precária então tudo que veio depois foi lucro, minha situação econômica e sentimental na maior parte do tempo esteve em ascensão.
 
  Quando perdi meu emprego na indústria minha situação econômica estagnou, no entanto minha esposa se manteve bem empregada e por conta disto não posso dizer que tive uma grande queda no padrão de vida que já havia alcançado.

  Sentimentalmente segui o roteiro desejado por todos, vivi romances, conheci minha esposa, namorei, casei, tenho filhas saudáveis.

   Minha situação atual não é de Felicidade porque já disse que isso não existe.
  Não é todo dia que acordo bem disposto ou humorado, sou preguiçoso e não vou para o trabalho feliz da vida.

  Minha esposa é uma outra pessoa, não somos “um só”, é evidente que não concordamos sempre em tudo.
  Minhas filhas fazem um barulho e uma bagunça danada, por vezes me deixam doido.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Mesmo minha vida não sendo perfeita tenho momentos muito alegres com meus companheiros de trabalho, minha esposa e filhas me dão muito mais prazer que transtorno, logo, se eu fosse privado do convívio com minha família ou impossibilitado de trabalhar fatalmente a quantidade de momentos alegres em minha vida seriam drasticamente reduzidos, seria muito difícil suportar.
  Vamos para um exemplo que muitos já viveram.

Situação 1: Você mulher esta apaixonada por um homem e o vê beijando uma colega sua, é duro, é chato, você gostaria de estar no lugar dela, mas a vida segue em frente.

Situação 2: Você namora com esse homem, ele esta apaixonado por você, os dois vivem momentos maravilhosos, mas um dia você o pega beijando outra mulher.
  É terrível, mas ele diz que é você seu grande amor, pede mil desculpas pelo deslize e o relacionamento fica em suas mãos, por conta da SUA DECISÃO, se o amor que sente é capaz de superar aquela traição ou se é melhor colocar um ponto final em tudo.

Situação 3: Você tem com esse homem uma satisfatória vida a dois. Ama seu companheiro, mas ele chega para você e diz que gosta de outra, você agora é só uma grande amiga.
  Tenho certeza que você nem precisa ver ele beijando outra. Olhar nos olhos dele e sentir que já não te ama mais, não te quer mais é algo como o fim do mundo.
  Seguir adiante com a relação não depende de você, não é sua a DECISÃO, acabou...

  Em sua infinita dor chegamos ao inferno de Dante, desejas até a morte ou não ter conhecido aquele homem, desejas não ter vivido momentos tão felizes, a LEMBRANÇA do que viveu multiplica sua dor incontáveis vezes.

  “Detalhes tão pequenos de nós dois são coisas muito grandes para esquecer e a toda hora vão estar presente, você vai ver.”  Clique Aqui

   Não há dor maior no mundo que recordar dos dias felizes quando nosso amor nos diz adeus…
  “Não há maior dor do que a de nos recordarmos dos dias felizes quando estamos na miséria.”



Trocando em miúdos, pode guardar
As sobras de tudo que chamam lar
As sombras de tudo que fomos nós
As marcas de amor nos nossos lençóis
As nossas melhores lembranças

Aquela esperança de tudo se ajeitar
Pode esquecer
Aquela aliança, você pode empenhar
Ou derreter  Clique Aqui



Anterior          <>        Próximo