quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Eu Banguelo!

   É muito desagradável quando fazemos uma compra e depois nos arrependemos amargamente.


  Já aconteceu algumas vezes comigo.
  Por mais que eu pesquise, por vezes só dá para saber a qualidade do serviço ou produto quando efetivamente o utilize.

  Recentemente resgatei um liquidificador pelo programa de pontos do cartão de crédito.
  Está fazendo um barulho bem estranho, terei que sair do conforto do meu lar para ir atrás de assistência técnica.

  Pesquisei muito um novo fone de ouvido para minhas caminhadas, optei por uma marca conhecida e que respeito muito.
  Recebi o produto e não funcionava; é isso acontece não é nenhuma tragédia.
  Depois de todos aqueles contatos para troca do produto finalmente recebi o substituto e... a qualidade do som não era a que eu esperava.
 
  Mas no último ano nenhuma compra me deu tanta dor de cabeça quanto uma porção de torresmo.
  Estava bonita na vitrine, entretanto na hora de comer não estava condizente com a aparência e ainda o torresmo estava duro.
  Não gosto de jogar comida fora, mas deveria ter jogado.
  Tive que dar umas mordidas fortes e no outro dia notei uma bolha no céu da boca.
  Como depois de 3 dias a bolha persistia, apesar dos meus esforços em querer esvazia-la, achei melhor ir ao dentista.

  “Você perdeu o dente.”

  Nem acreditei quando ouvi isso, eu banguelo!?

  A explicação não me consolou nem um pouco.
  Era um dente que passou por tratamento de canal e estava fragilizado, ao morder o torresmo com força trincou a raiz.
  PT, perda total.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº    
  Minha mente surtou em busca da melhor solução, nunca me imaginei banguelo.
  Foi me sugerido colocar uma ponte, me dava aflição só de imaginar me desmontando em frente ao espelho.
  Vinha a minha mente aquelas cenas de vídeo cassetada quando a pessoa perde a ponte ou a dentadura...HAHAHAHAHAHAHAHAAH!
  Humm... é engraçado quando é com os outros.
 
  Era o dente molar superior, nem iria ficar aparecendo a não ser que eu desse uma gargalhada em público...coisa muito rara.

  Bem, a melhor solução era um implante dentário.
  A pesquisa me mostrou grande diferença de preços.
  De 1500 reais até 4800.
  Os “menos caros” eram feitos por profissionais em treinamento, eu teria que me inscrever e aguardar ser chamado para servir de cobaia.
  Pelo meu histórico de vida fica claro que a sorte raramente me faz companhia, se eu não tomar um cuidado sobre-humano, por mais que eu me esforce, as coisas dão errado ou os resultados são bem insatisfatório por tudo que eu lutei.
  Implante dentário é coisa séria.
  A probabilidade de eu cair com o pior aluno da classe não poderia ser descartada e me dava medo.

  Os mais caros se referem a próteses importadas com a cicatrização bem mais rápida, para minha condição de classe média baixa R$4.800,00 são uma fortuna.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº        
  Optei por algo intermediário, um profissional experiente e prótese nacional.  Clique Aqui

  [Se você mora na região de Campinas eu recomendo Dr. Rodrigo Chagas]

  Semana passada coloquei meu dente novo e está tudo bem.
  Tomem cuidado com porções de torresmo e de amendoim japonês, depois de brigas e acidentes são os maiores responsáveis por quebra de dentes.

  Não gosto quando as pessoas ficam depreciando a vida moderna.
  Um pé rapado igual eu tendo acesso a implante dentário, pouco tempo atrás nem reis tinham essa possibilidade.
  Que Ciência maravilhosa!




 Sistema Capitalista Burguês:

   “Tudo barateou muito, eu poderia dar inúmeros exemplos, mas veja o caso do celular uma coisa inimaginável para reis é acessível praticamente a qualquer um.
  Reclamamos do SUS, mas no passado o socorro médico era nenhum você poderia morrer ou ser amputado por infecções simples.
  O antibiótico só começou a ser produzido em escala industrial em 1940, hoje qualquer “pobre de marré de si” tem acesso a esse medicamento.

  É senhoras e senhores vivemos tempos MARAVILHOSOS.”  Clique Aqui


Anterior          <>        Próximo

Postar um comentário