quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Dois Gumes

 Já passei muitas coisas, mas é evidente que não passei todas as coisas.
  E como escrevo sobre coisas que não passei?
  A arte me traz as sensações.
  Uma pintura, livro, filme, música.

  Acredito que a Filosofia não tem como ser boa se você não tiver uma enorme capacidade de se colocar no lugar dos outros.
  Somos seres muito emocionais não adianta ter expectativas lógicas sobre as ações das pessoas se a maioria delas agem pela emoção.

  Leia a letra dessa música com atenção:

  Saindo de Mim (Simone)

Você foi saindo de mim
Com palavras tão leves
De uma forma tão branda
De quem partiu alegre

  [Quando o relacionamento não está satisfatório não é fácil a pessoa terminar com a gente, mas quando ela finalmente cria coragem experimenta uma certa alegria de alivio.]

Você foi saindo de mim
Com sorriso impune
Como se toda faca
Não tivesse dois gumes

  [Uma faca de dois gumes é uma faca que tem corte dos dois lados, se quem nos deixa sai alegre, nós que ficamos experimentamos uma enorme tristeza]

Você foi saindo de mim
Devagar e pra sempre
De uma forma sincera
Definitivamente

  [Por vezes é apenas uma crise no relacionamento, mas na letra o amor de uma das partes não existe mais, é definitivo, é o fim para sempre]

Você foi saindo de mim
Por todos os meus poros
E ainda está saindo

Nas vezes em que choro
Nas vezes em que choro   Clique Aqui

  [Praticamente dispensa comentário, ainda choraremos muito o fim do relacionamento]
________________________
  Essa música foi composta por um homem, Ivan Lins.
  Mas cantada por uma mulher fica ainda mais linda, uma obra de arte muito interessante.
  Ela remete ao sexo, como se o pênis fosse uma faca de dois gumes, capaz de dar muito prazer e causar muita apreensão.
  No fim do ato o homem vai saindo da mulher, se tudo foi como o esperado, ele parte cansado mais alegre e a mulher experimenta o prazer por toda sua pele, o prazer explode por todos os seus poros.
  A beleza da letra está nessa associação de ato sexual e fim de um relacionamento.

  Por favor, não sei se foi exatamente isso que Ivan quis dizer, estou falando da MINHA visão dessa arte.

  Eu nunca passei por isso, levar fora depois de um longo relacionamento.
  Claro que já ouvi não de garotas, mas ainda não tinha grande envolvimento emocional era só uma tentativa.
  Não seria exagero dizer que minha esposa foi minha primeira namorada.
  Eu tinha “amizades coloridas” nunca cheguei a levar um fora, minha mente detectando incompatibilidade pulava fora do barco antes do naufrágio.
  Tem pessoas que são muito legais para passarmos alguns momentos, mas não para projetar um casamento.

  Não é só em relacionamentos amorosos que vemos isso, em amizades também.
  Quem não tem aquele colega que gosta muito de encontrar, ele é meio doidão, ti diverte bastante, mas passar muito tempo com o indivíduo seria desagradável, cansativo.

  Exemplo: Você mulher gosta de ir ao shopping, gosta de olhar as vitrines por 2 ou 3 horas e é legal fazer isso com uma colega o problema é que ela quer olhar vitrine por 6, 7 horas.

  Você homem gosta de futebol e é bom encontrar aquele amigo que também gosta desse esporte o problema é que ele só fala nisso, depois de 2 horas falando sobre times...ele continua falando sobre times.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Essa música consegue fazer eu ter a sensação de amar perdidamente uma pessoa e o relacionamento chegar ao fim.

  Pode ser um ano de namoro ou dez de casamento.
  De repente aquela pessoa que faz tanto parte da minha vida decide ir embora.

  Você não tem como prende-la, tenta ser adulto aceitar a nova situação, mas a pessoa vai sair da sua vida de todas as maneiras, em todos os sentidos, devagar e para sempre por todos os poros.
  Quando escuto essa música fico triste por tudo que envolve essa situação.
  Depois o que vem?
  Ver a pessoa com outro e fingir indiferença?
  Com um sorriso falso desejar felicidades?

  Eu me emociono tanto ouvindo certas músicas lendo certas poesias.

  Calma não me achem masoquista.

  Eu preciso desses sentimentos para sair do meu mundo de emoções atenuadas, preciso visitar outros mundos outras realidades.

  Quando a música acaba me invade um profundo alívio.
  Sabe quando você tem um sonho ruim e acorda?
  Sabe quando você passa por um acidente de automóvel vê que é grave e aquela visão te deprime.
  Mas a vida segue adiante, você segue seu caminho e suspira aliviado.

  Ainda bem que não sou eu...

Anterior          <>        Próximo