sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Hitler Cristão?

  Se Hitler tinha seus momentos “cristão” ...eram só momentos.
  O Cristianismo não foi o que caracterizou sua vida. 
[William Robson]


  “COMO É BOM NÃO JULGAR PELAS APARÊNCIAS. ELE (HITLER) ERA CATÓLICO, VEGETARIANO, NÃO FUMAVA E NÃO BEBIA.”   
[Comentarista no G+]
=======================
 Não é bem assim.
 Hitler espertamente pegou carona no cristianismo.

  “Hitler promovia o chamado "cristianismo positivo", um movimento que expurgava do cristianismo todos os elementos do judaísmo e inseria ideais nazistas.”

   Ele usou o cristianismo como “meio”, mas os fins não eram cristãos.
  Eu posso me dizer cristão e tirar tudo do Novo Testamento que não me agrada...dessa maneira eu posso me dizer qualquer coisa.
  Posso até me dizer ateu, mas acreditar em espíritos o “espirito” morreria junto com o corpo biológico.

   Guarde essa chave filosófica:

    COMO AJO DIZ MAIS SOBRE EU DO QUE COMO ME DECLARO.

  Que eu me lembre Hitler não defendia nenhuma causa religiosa.
  Não conheço nada no Nazismo que propusesse ao povo conquistado a seguir uma religião:

CARACTERÍSTICAS DO NAZISMO

  O Nazismo ficou marcado pelos seus ideais antissemitas, ou seja, o preconceito e hostilidade contra o povo judeu. Os nazistas também perseguiam, torturavam e matavam comunistas, negros, homossexuais e outras pessoas que não eram enquadradas dentro das características da chamada "raça ariana", a raça superior alemã defendida pelo Partido Nazista.

  Entre as principais características do regime nazista está o antiparlamentarismo, o pangermanismo (um ideal que pretendia unificar todos os povos germânicos localizados na Europa Central), o racismo (preconceito e repulsa por diferentes raças étnicas) e o totalitarismo.

  No entanto, o objetivo principal do Partido Nazi era construir uma grande nação consolidada sob uma "única e verdadeira raça", a raça que, segundo os nazistas, era considerada a mais pura da Europa e superior intelectualmente e fisicamente a todas as outras: a raça ariana.
[Significados]  

  A crença de Hitler era na superioridade da raça ariana.
  Jesus não nos fala nada sobre raças, mas fala de algum povo eleito.
  Para alguns esse povo eleito é todo aquele que aceitar a Cristo como filho de Deus.
  Para outros o povo eleito já está definido desde o início dos tempos.
  Notem que a seleção de Jesus é totalmente espiritual enquanto a seleção de Hitler é totalmente genética/biológica.


  Mas vamos onde poucas mentes vão:

  Entenda que o fato de uma pessoa ser famosa não a torna imune a condicionamentos.

  Se Hitler cresceu ouvindo hinos religioso isso cria o que eu chamo de memória infantil afetiva.
  Algo que remete nossa memória a mais tenra infância e nos dá uma sensação de conforto mental ou espiritual como queiram.

  Minha família por parte do meu pai era muito numerosa.
  Eram muitos irmãos e cada um tinha muitos filhos é difícil lembrar de todos os meus primos.
  O fato é que várias vezes se reuniam muitas pessoas na casa da minha vó e por falta de camas dormíamos meio tipo acampamento, era gente dormindo no chão por toda parte.
  Minha vó acordava cedo, coava o café ouvindo no radio aquelas músicas sertanejas bem de raiz.

  O cheiro de café, a moda de viola, imagens, cheiros, sensações que fixaram em minha mente me trazendo um certo conforto.

  Mas veja que interessante.
  Essas coisas além de trazer doces lembranças não tem nada a ver comigo, com a pessoa que me tornei.

  Não tenho o hábito de tomar café puro, tomo sempre com leite e pela praticidade uso café solúvel.

  Não me convide para acampamentos nem para dormir amontoado em cômodos ou barracas eu detesto, se quando criança era festa na fase adulta é uma tortura.

  Não tenho nada contra música sertaneja nem qualquer outro tipo de música, mas tenho minhas preferências e nunca comprei nenhum CD de música sertaneja, você não vai encontrar nada próximo dela em meu MP3.
  Ouvir moda de viola, é agradável se for só uma ou duas músicas...por semana.

  Quero dizer que não importa a fama de um homem ou sua relevância na história ele é humano e deve ter carinho por alguma coisa.
  Hitler gostava de obras de arte e odiava judeus daí a dizer que todos que gostam de arte odeiam judeus... não tem nada a ver.
  Se Hitler tinha seus momentos “cristão” ...eram só momentos.
  O Cristianismo não foi o que caracterizou sua vida.

  A igreja católica na idade média tinha exércitos e forçava conversões.
  Alguns exércitos islâmicos forçavam conversões.
  A proposta de Hitler em nenhum momento foi divulgar o cristianismo ou qualquer outra corrente religiosa.
  Eu diria que o “primeiro mandamento do Nazismo era”:

  "Adorarás seu Líder e o Estado sobre todas as coisas.
  Os amarás de todo o teu coração, de toda a
tua alma e de todo o entendimento.”


[Se você não nasceu ariano, não nasceu com a vestimenta certa, não importa o que faça será escravizado ou eliminado]




   Nessa época Comunismo era praticamente sinônimo de URSS que por consequência era sinônimo de Lenin e depois Stalin.

  Quando você ler que Hitler combatia o Comunismo entenda que na verdade ele combatia o avanço da URSS sobre a Europa.

  Eu acredito que se não fosse Hitler a Alemanha se tornaria mais um país satélite da Rússia.
  Uma “sorte” ou “providencia divina” foi Hitler não ter conseguido encampar a Rússia e nem a Rússia ter conseguido encampar a Alemanha.
  Stalin e Hitler se destruíram tanto que facilitou bastante a guerra para os “aliados”.

❖  ❖  


'Numa entrevista conduzida por George Sylvester Viereck, publicada no jornal Liberty, de 9 de julho de 1932, o próprio Hitler faz calar estes doidos varridos.
"Por que o senhor se diz um nacional-socialista, já que o programa do seu partido é a própria antítese do que geralmente se acredita ser o socialismo?
O socialismo - replicou ele agressivo, deixando de lado a xícara de chá - é a ciência de lidar com o bem-estar geral. O comunismo não é o socialismo. O marxismo não é o socialismo. Os marxistas roubaram o termo e confundiram seu significado. Vou tirar o socialismo dos socialistas. O socialismo é uma antiga instituição ariana e alemã. Nossos ancestrais alemães tinham algumas terras em comum. Cultivavam a idéia do bem-estar geral. O marxismo não tem direito de se disfarçar de socialismo. O socialismo, diferentemente do marxismo, não repudia a propriedade privada. Diferentemente do marxismo, ele não envolve a negação da personalidade e é patriótico. Poderíamos ter chamado nosso partido de Partido Liberal. Preferimos chamá-lo de Nacional-Socialista. Não somos internacionalistas. Nosso socialismo é nacional.

  Exigimos o atendimento das justas reivindicações das classes produtivas pelo Estado com base na solidariedade racial. Para nós, o Estado e a raça são um só."

“NÃO SOMOS INTERNACIONALISTAS. NOSSO SOCIALISMO É NACIONAL.”
[Hitler]

  Na madrugada de 1º de setembro de 1939, a INVASÃO DA POLÔNIA pelas tropas de Hitler marcou o começo da Segunda Guerra Mundial.

  As relações entre a Alemanha e a Polônia já eram tensas desde a República de Weimar.
  Nenhum governo do Reich nem partido alemão concordava com a nova delimitação da fronteira leste do país (com um corredor polonês, neutro, separando o país da Prússia Oriental), imposta no Tratado de Versalhes.
  Ambicionando as matérias-primas da Romênia, do Cáucaso, da Sibéria e da Ucrânia, Hitler começou a expansão para o Leste.
  Embora as potências ocidentais temessem o perigo nazista, permitiram seu crescimento como forma de bloqueio ao avanço comunista soviético.







Anterior          <>        Próximo 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Jeitinho na Lei

  “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
   Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
   Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
   Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.” [Bíblia]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%

  “Naquele tempo passou Jesus pelas searas, em um sábado; e os seus discípulos, tendo fome, começaram a colher espigas, e a comer.

 E os fariseus, vendo isto, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer num sábado.

  Ele, porém, lhes disse: Não tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e os que com ele estavam?
  Como entrou na casa de Deus, e comeu os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem aos que com ele estavam, mas só aos sacerdotes?
  Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa?
  Pois eu vos digo que está aqui quem é maior do que o templo.
  Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.
  Porque o Filho do homem até do sábado é Senhor.” [Mateus 12:1-8]

  Nesse texto vemos mais uma vez que a tão propagandeada humildade de Jesus é pra lá de questionável.

  Ele se diz maior que tudo e todos se dando o direito de violar a lei.
  Uma lei que para ele deveria ser fácil cumprir.
  Porque seus seguidores estavam com tanta fome a ponto de ignorar a lei?
  Bastava Jesus ter multiplicado no dia anterior um alimento qualquer e Sábado seus discípulos poderiam até jejuar.
  Vejam que não só Jesus se dá o direito de violar a lei, mas também todos que estavam com ele. [Parece politico brasileiro]
  Se lembrarmos que Jesus disse que não veio mudar as leis então o que ele fez, criou exceções, deu um jeitinho?

  O “jeitinho brasileiro” foi inspirado em Cristo?
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Dizem que não devemos nem tentar entender os desígnios do Deus bíblico, mas como eu não ligo para isso vamos prosseguir.

  Em muitas questões podemos ter visões/analises diferentes, vou separar 3 analises para essa questão de guardar o Sábado:

  Há muito tempo um pastor me passou uma visão muito bonita dessa lei de não trabalhar no Sábado supostamente deixada pelo Deus de Abraão.

1- Deus em sua infinita sabedoria e amor deixou essa lei para que o trabalhador não fosse explorado pelo patrão, tivesse ao menos o Sábado para descansar.
  Eu achei isso lindo... ó glória a Deus! [Eu era presbiteriano na época]
  Mas a proibição é muito abrangente não é algo que se restrinja ao trabalho.
  Logo, a bonita tese do pastor está fora.

2-  Separamos o sábado para ir à igreja?
  Vamos supor que o culto dure 4 horas ainda sobra muito tempo, porque essa exigência de não fazer nada?
  Os cultos da Quarta e Domingo são dispensáveis?

  Você nota que a lei e tão sem sentido que coloca em xeque a sabedoria do Deus Bíblico.
  Pouquíssimas correntes cristãs praticam essa lei.
  Se Jesus ao menos tivesse acabado com a obrigatoriedade os crentes teriam uma desculpa para desrespeitar, mas Jesus só abriu exceção para ele e poucos outros.
  Logo, se você é evangélico a faz alguma atividade no Sábado coisa simples como varrer a casa ou lavar roupa está contra a lei do Deus de Moisés e Abraão, aquela que Jesus disse que não veio mudar.

  Resta ainda uma ajeitadinha.

3-  Descansar no sétimo dia não está implícito que é Sábado.
  Na tradução da Bíblia que chegou até nós não resta dúvida que está implícito que é para não fazer obras no Sábado, mas tem gente que tira o Sábado da tradução só para defender sua argumentação, diz que houve falha na tradução.
  Vou analisar isso também.
  Você pode trabalhar de Segunda a Sábado e descansar no sétimo dia que seria Domingo.
   Ainda assim temos essa complicação da Bíblia não se referir ao trabalho remunerado, mas a qualquer atividade que se assemelhe a trabalho.
  Vejam que os apóstolos estavam pecando não por comerem o milho, mas sim por colhe-los.
  A ação de colher o milho era uma obra/atividade/trabalho.

  Lavar louça, passar roupa, consertar a bicicleta do seu filho... trabalho, trabalho e trabalho.

  Muitos dizem que a Bíblia é o manual da vida, tente segui-la sem “jeitinhos” e veja se vive bem.
  Tente por exemplo não pecar nem em pensamento.

  Um manual que cria problemas ao invés de trazer soluções!


  [Eu não deveria ter pensado isso, mas como evitar?]




   “Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim revogar, mas cumprir.
  Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.
  Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.”
[Mateus 5:17-19]


Anterior          <>        Próximo 

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Brizola

  “Brizola sempre foi uma das mais virulentas vozes contrárias ao processo de desestatização. Em abril de 1997, chegou a escrever no Jornal do Comércio:

   "A privatização da Vale é um ato insano e injustificável; eu desconfio da inteireza mental do presidente Fernando Henrique".

  O discurso de Brizola contra o suposto “entreguismo” sempre foi carregado de xenofobia, como se o comércio mundial fosse apenas uma batalha de estrangeiros contra brasileiros.  Clique Aqui
%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Brizola foi mais um desses políticos brasileiros que queriam o Estado máximo e naturalmente sob seu controle.

  Qualquer um que propusesse privatizar uma empresa estatal era chamado de vendilhão da pátria.
  Para um liberal como eu Brizola foi mais um dos inúmeros tumores malignos que apareceram na política brasileira.

  Brizola contribuiu muito para difundir no Brasil essa cultura de ódio contra a empresa privada. 

  Outro caco que ele contribuiu muito para consolidar em nossa cultura é aquele pensamento que absolutamente todo ser humano é puro e bom, se ele faz algo mau como matar ou roubar é a sociedade que de alguma forma falhou com ele.
  Para Brizola os traficantes dos morros do Rio não eram bandidos eram líderes comunitários.

  Claro que Brizola não desenvolveu essa linha de raciocínio, ele apenas estava sintonizado com esquerdistas do mundo inteiro.
  Leonel Brizola tinha fama de bom orador e até era, mas lembre-se que esquerdistas falam o que 95% da população quer ouvir, que podemos viver um paraíso aqui na Terra, basta deixarmos tudo por conta do Estado e tudo será provido.
  Os administradores marxistas são tão eficientes que todos teremos uma ótima qualidade de vida.

  Se você comparar o Marxismo com as promessas de muitas religiões perceberá muita semelhança.

  A grande diferença é que as religiões prometem um paraíso após a morte e os marxistas um paraíso em vida terrena.

  No Comunismo puro proposto por Marx a concentração de poder nas mãos do Estado era apenas um estágio de passagem, no final viveríamos em uma paz e harmonia tão grande que nem haveria necessidade de Governo ou Estado.
  Afinal absolutamente todo homem é puro e bom, temos que voltar a nossa essência que existia antes da propriedade privada e do capital... acredite quem quiser.

  No marxismo é proibido dizer tenha fé porque fé e muito ligado a religião e para marxistas religião é o ópio do povo; junto com o capital e a propriedade privada a religião nos distância da nossa essência pura e boa. 
ººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Aqui chegamos em um ponto fascinante.
  Vamos usar nossa amiga dialética.

  E se todos os humanos não forem essencialmente puros e bons?

  Nem estou falando de assassinos e assaltantes.
  No marxismo você querer ter LUCRO ou ser proprietário de alguma coisa não é bom.
  O ser humano puro e bom vive em prol da coletividade, não tem AMBIÇÃO de ter ou ser mais que ninguém.

  Se você tiver algum lucro poderá ter uma vida melhor que seu vizinho, isso cria classes sociais e no Comunismo não pode ter classes sociais e assim o comunismo tem mais esse “apelido” IGUALITARISMO.

  Mas entenda que não importa o nome ou apelido importa a aposta.

  Marx aposta todas suas fichas na famosa teoria da folha em branco.

  Todos nascemos geneticamente puros nosso caráter [personalidade] é moldado pelo meio [Sociedade].

  O Estado assumi com plenos poderes, faz essa sociedade igualitária a força onde nenhum indivíduo pode ser ambicioso e se for o isolamos da sociedade com prisão ou pena de morte.
  O resto ocorre automaticamente por toda eternidade, nem precisamos mais de Estado ou Governo.

  Crianças puras e boas nascendo em uma sociedade pura e boa a erradicação de todo mal na face da Terra.

  “Imagine não existir países
  Nada pelo que matar ou morrer
  E nenhuma religião também
  Imagine todas as pessoas
  Vivendo a vida em paz

  Tenho a esperança de que um dia
  Você se juntará a nós
  E o mundo será como um só

  Imagine não existir propriedades
  Sem necessidade de ganância ou fome
  Uma irmandade do Homem
 Imagine todas as pessoas
 Compartilhando todo o mundo
 E o mundo viverá como um só.”  CliqueAqui

  E se geneticamente alguns de nós nascem ambiciosos?

  E se a teoria da folha em Branco não corresponder a realidade?

  O Estado nunca poderá deixar de existir ele ficará eternamente prendendo e matando quem PENSAR DIFERENTE. 

  Eu tenho quase certeza que a teoria da folha em branco não corresponde à realidade.
  Nascemos diferentes e temos que conviver com nossas diferenças o Igualitarismo não corresponde a essência de nossa espécie.
 
  Brizola imaginava essa Sociedade igualitária onde haveria um único ser superior a todos os outros, o próprio Brizola, nosso Líder Supremo... clique aqui



  Brizola em 3 Resumos:

1 -  Em 2001, a Revista Veja veiculou matéria em que apontava que Brizola teria quadruplicado o seu patrimônio após a volta do exílio. A matéria foi, supostamente, “baseada” em documentos cedidos pelo próprio filho de Brizola, José Vicente.
  De acordo com a revista, os documentos cedidos por José Vicente apontavam que o patrimônio de Brizola aumentara em 10,7 milhões de reais. O que, segundo a revista, seria incompatível com os rendimentos oriundos do seu salário de governador. Em 1983, às vésperas de assumir seu mandato como governador do Estado do Rio, possuía um patrimônio de quatro milhões e meio de reais. Ao morrer, seus bens somavam pelo menos quinze milhões. De acordo com Brizola, seu patrimônio teria sido herança de sua falecida mulher, Neusa, irmã do presidente João Goulart.

  Em 2000, José Vicente havia brigado com o pai e se desfiliado do PDT, indo para o PT. Numa manobra política, José Vicente foi nomeado Diretor das Loterias do Estado, contra a vontade de seu pai. Como o cargo exigia a graduação em nível superior, o PT mandou para a Assembleia Legislativa um projeto de lei modificando este critério, para poder nomear José Vicente. Na ocasião Leonel Brizola desabafou dizendo que José Vicente não era mais seu filho e sim filho político do governador Olívio Dutra. Brizola atribuiu a veiculação da reportagem ao PT gaúcho e ameaçou processar a revista Veja, o PT e o próprio filho. Na ocasião, Brizola ainda acusou José Vicente de abusar da bebida. Clique Aqui

2 -  BRIZOLA ERA POLÍTICO DE UM PROJETO SÓ.
  Escolas bem equipadas e de período integral...quem pode ser contra!?
  Eu não sou.
  Mas ele era mais um esquerdista, um postulante a Hugo Chaves.
  Não era uma má pessoa, apenas defendia ideologias socialistas que não se mostraram muito eficientes no mundo. [William Robson]

3 - Os governos de Leonel Brizola (PDT) criou o mito que o tráfego de drogas é “movimento social” e que bandido é “líder comunitário ou então líder social”.
  De um lado, Leonel Brizola tinha uma política populista e irresponsável que visava conseguir votos e ajuda-lo a realizar seu grande sonho, ou seja, ser eleito presidente da república. Do outro lado, a massa de pobres abandonados à própria sorte era vista como um forte reduto de um possível movimento de insurreição popular. Movimento que levaria o Brasil a implantar a ditadura socialista. Neste contexto o abandono das periferias por parte do poder público era visto, dentro de um megaprojeto politico, como um mal necessário.

  Quem sucedeu Leonel Brizola em sua política oportunista foi o casal Anthony e Rozinha Garotinho. Ambos foram governadores do Rio de Janeiro. E ambos deram continuidade, cada um a seu modo, a política iniciada por seu padrinho político, ou seja, Leonel Brizola. Nos governos Anthony e Rozinha Garotinho foram repetidos a política populista de abandonar a periferia. Novamente o “romantismo” de ver o bandido como “líder comunitário ou então líder social” prevaleceu.


  As consequências da política equivocada desenvolvida pelo sistema Brizola-Anthony-Rozinha Garotinho é que o crime se organizou, criou um sistema de “Estado paralelo”, proclamou a autonomia de amplas regiões da cidade frente ao poder da União e, acima de tudo, impôs o medo e o terror aos cidadãos. Para combater essa terríveis consequências o Estado tem que desembolar milhões em reais, fazer megaoperações militares, com o uso até mesmo de tanques de guerra, e colocar em risco a vida de milhares de cidadãos.  Clique Aqui



Anterior          <>        Próximo

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Ilusão do Aquífero Guarani

  “O petróleo era conhecido já na antiguidade, devido a exsudações e afloramentos frequentes no Oriente Médio.
  No Antigo Testamento, é mencionado diversas vezes, e estudos arqueológicos demonstram que foi utilizado há quase seis mil anos.
  No início da era cristã, os árabes davam ao petróleo fins bélicos e de iluminação.
  O petróleo de Baku, no Azerbaijão, já era produzido em escala comercial, para os padrões da época, quando Marco Polo viajou pelo norte da Pérsia, em 1271.”  Clique Aqui
%%%%%%%%%%%%%%%    
  Entenda que o petróleo era tão abundante que em certas regiões você podia pega-lo com um vasilhame na superfície da terra.
  Eu desconheço que isso ainda aconteça, sabe porquê?

  Quando você tira petróleo do fundo da Terra não sobra o bastante para aflorar na superfície.

  Sabem uma das coisas que mais me surpreendeu nesses necessários debates sobre seca no Sudeste?

   Constatar que essa história do Aquífero Guarani ser uma grande fonte de recursos hídricos não corresponde à realidade, é uma grande MENTIRA.

  [Se alguém tiver um bom argumento contrário por favor apresente.]

  Na minha mente tirar água do aquífero é como tirar petróleo.
  Pense no aquífero como uma grande bacia d'água ele está cheio e transborda nos rios e lagos.
    Quando você extrai agua da profundidade as lagoas deixam de se formar é como se você estivesse esvaziando a bacia.

  Com relação ao petróleo isso foi até uma solução, quem quer um líquido inflamável brotando em seu quintal...claro, antes que ele fosse tão valorizado.

   No caso da agua a situação é muito diferente, não só queremos rios e lagos como precisamos deles para viver.
  Se começarmos tirar água do aquífero em grande quantidade literalmente esvaziaremos rios e lagoas.
  O Estados Unidos tem usado muito esse recurso de tirar aguas subterrâneas e o volume dos rios estão caindo drasticamente.
  É bom aprendermos com a tentativa e erro deles.

____________________
  Diante disso minha proposta de não deixar toda água doce dos rios se misturar com o mar me parece bem melhor que utilizar aquíferos em grande escala.

  Uns 10 quilômetros antes das águas chegarem ao mar poderíamos retirar pelo menos 50% e através de reservatórios e encanamentos fazê-la retornar para o interior.

 [Claro, em paralelo a isso cada cidade deve construir os maiores reservatórios possíveis]

  Há fartura de agua na região Sul, no caso de São Paulo os rios que desaguam no Rio Grande poderiam passar por intervenção semelhante...50% da vazão retornaria ao interior.

  Campinas está há 685 metros acima do nível do mar.
  São Paulo está há 760 metros.

  A princípio parece loucura elevar a agua dos rios que desaguam no mar a uma altura de 800 metros para que a força da gravidade a distribua.
  Mas leia essa matéria:

  “O poço operado pela Casan, em São Miguel do Oeste, foi perfurado até o Aquífero Guarani e tem 1.276 metros de profundidade.
  Segundo o geólogo da Casan, Vitor Hugo Cereza, o maior problema para explorar esse aquífero na região é a profundidade de perfuração e a temperatura da água, que chega a 50ºC.
  “Os equipamentos para explorar essa água, que é resfriada e tratada antes de ser distribuída à população, também devem ser especiais, desde cabos de energia, tubulação e bomba submersa”, relata.”  Clique Aqui


  Parece muito elevar a água a 800 metros, mas para atingir a água do Aquífero Guarani precisamos de sondas de 1000 metros.
  E note que o processo não é simples nem barato.
  A princípio poderíamos bombear a água para um reservatório no morro mais próximo a força da gravidade faria o resto.

  Vamos ver se você consegue visualizar.
  Suponhamos que temos rios desaguando [jogando água doce no oceano] perto do Corcovado.
  Esse morro tem 710 metros de altura, se construíssemos um grande reservatório lá no alto e bombeássemos as águas para ele pela força da gravidade todas as cidades abaixo dessa altitude em teoria poderiam ser atendidas.

  Por favor, essa é uma exposição tosca, o esboço de uma ideia.
  É evidente que não tenho conhecimento suficiente de engenharia e estudos topográficos para constatar se é viável.
  E não, não estou propondo despejar o Cristo Redentor do morro...HAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAH!
  Só procurei um morro que todos conhecem.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  No Brasil cada cidade tem seu departamento de aguas e se vira como pode, acredito que esse amadorismo tem que acabar.
  O bom aproveitamento dos recursos hídricos agora é coisa para cachorro grande... ESTADO e UNIÃO.
  Não, nada de mais estatais.
  O Governo convoca técnicos que propõe projetos, escolhido o melhor projeto abre-se uma licitação para iniciativa privada.
  Claro que a iniciativa privada só vai se interessar se vislumbrar LUCRO.
  Cabe a sociedade garantir que o investidor tenha seu JUSTO retorno.

  O importante nesse texto é você perceber como eu percebi que essa história de explorar os recursos do Aquífero Guarani não resiste a LÓGICA.

  Todos sabem o quanto historias desse tipo me incomodam.
  Se eu consegui te incomodar um pouco já me dou por satisfeito.



Planeta Água
 
  Já pensou se na foz do Rio Amazonas [ou outro rio qualquer] ao invés de deixarmos a agua doce se perder no mar nós a canalizássemos e distribuíssemos por todo litoral?
  Tubulações enormes que acompanhariam a costa brasileira no fundo do mar.
  Essa agua chegando ao litoral, de obra em obra, poderia chegar até o interior se quiséssemos.

  “A Grande São Paulo, maior núcleo urbano do país, consome cerca de 60 metros cúbicos de água por segundo.
 O Rio Amazonas nasce na cordilheira dos Andes, no Peru. Possui 6.868 km, sendo que 3.165 km estão em território brasileiro. Sua vazão média é da ordem de 109.000 m³/s e 290.000 m³/s na estação de chuvas.”

   Observe que só do rio Amazonas são 109 mil metros cúbicos de agua simplesmente jogadas no mar, sem aproveitamento.

  Até um alienígena mais burrinho não entenderia porque falta agua no Nordeste.  Clique Aqui

Anterior          <>        Próximo