sábado, 30 de maio de 2015

Viagem Astral

  No plano de pensamento onde somos espíritos presos em um corpo biológico o que nos mantem nessa prisão?
  Ficamos presos o tempo todo ou podemos sair para o "banho de Sol"?
  Temos "licença" para sair de vez em quando?

    Podemos "artificialmente" diminuir nossa ligação espiritual com o corpo físico?


  A licença para sairmos acontece naturalmente no momento em que sonhamos.
  Pode acontecer "artificialmente" com o uso de drogas.

  Eu entendo alguém se drogar para ter mais disposição física, se sentir mais seguro/confiante, fora isso não vejo lógica em usar drogas.
  Nunca usei drogas não sei como é a sensação, mas acredito que nos filmes as imagens produzidas correspondem a relatos reais.
  Perguntei a alguns amigos que se drogavam o que eles viam ou sentiam e os relatos conferem.
  Na maior parte do tempo eles tem visões surreais não muito agradáveis e imagens distorcidas.
  Um colega disse que viu cobras saindo por ralos, eu ri muito.

  Caraca mano, que sensação "maravilhosa" é essa de ver cobras por todos os lados.
  Se você fosse um gayzinho vendo pênis por toda parte eu até entenderia seria como um gordo em uma doceira.
  Mas cobras!!

  Ele disse que não começava com coisas como cobras e outros monstros, mas com uma sensação de muita paz, muita plenitude, flutuar como uma nuvem.
  A "cobra", a paranoia é o efeito colateral indesejado e inevitável.

  Quando ele disse isso minha mente entrou em espiral, sim, eu sabia muito bem o que ele estava dizendo, eu reconhecia essa experiência.
  Era o que acontecia comigo quando sonhava.
  No início era muito agradável depois vinha o terror.
  Para quem se droga é “só” parar de usar droga [sei que não é fácil], mas como alguém deixa de dormir?
  Se eu dormisse eu sonhava e o pesadelo acontecia.
  O jeito foi tentar controlar o sonho.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Fiquei muito habilidoso, eu direcionava o sonho para lugares bonitos que eu tinha na memória, no entanto permanecer nesses lugares era bem difícil.
  Eu estava nesse lugar bonito e algo forçava uma mudança para situações desagradáveis daí eu forçava minha mente para redirecionamento.
  Eu ia pulando de paisagens em paisagens de situações em situações.
  Era bem cansativo eu já percebia quando estava sonhando, o mais lógico seria parar de sonhar, mas nunca aprendi como interromper o sonho.
  O sonho faz parte do sono profundo e precisamos do sono profundo.
  O jeito era ficar atento a qualquer mudança, luz diminuindo, coisas e pessoas bonitas ficando feias... era o sinal que eu deveria forçar minha mente para o redirecionamento.
  Se a grama estava verde e começasse a perder a cor era um sinal.
  As vezes não dava tempo a mudança era muito rápida, o dia virava noite.
  Resolvi esse problema também, aprendi a voar, mais precisamente flutuar.
  Eu dava um grande salto e ficava meio como uma bexiga.
  Se eu estivesse aterrissando em algum lugar desagradável, com pouca luz, forçava minha mente para um novo impulso até encontrar um lugar agradável.
  Com minha habilidade aumentando meus poderes também foram sendo desenvolvidos eu já não ficava sem forças conseguia correr e mais que isso caso alguma criatura conseguisse se aproximar conseguia afasta-lá com golpes, isso era só em situações extremas eu meio que instintivamente sabia que a prioridade era me afastar, evitar contato.

  O terror noturno deixou de acontecer os sonhos continuavam intensos, mas para eu agora era mais uma grande aventura.
  Grande aventura no sentido literal, na minha percepção os sonhos duravam a noite inteira.
  Várias vezes um sonho começava no início do sono se por algum motivo eu acordasse durante a madrugada quando eu voltasse a dormir o mesmo sonho continuava!!
  Eram super produções, o que me deixava encafifado.

  Até que ponto aquilo era sonho, algo totalmente circunscrito a minha mente?

  Eu gostava de direcionar minha mente para comida, eu sempre estava em um lugar bonito comendo alguma coisa, mas a comida não tinha muito gosto as vezes eu acordava mordendo a fronha...HAHAHAHAHAHA! (isso não ficou legal)

  Foi nesse certo tédio que me surgiu a idéia de um teste.
  Direcionar minha mente para uma casa lotérica no tempo futuro eu conseguiria alguns números e jogaria para ver o que aconteceria.
  O que eu acreditava que iria acontecer?
  Eu estava muito habilidoso, com facilidade chegaria ou apareceria na casa lotérica veria os números, jogaria na vida real e não daria nada era só fruto da minha mente, eu poderia imaginar quaisquer números.

  De início algo estranho aconteceu, eu tinha mentalizado uma casa lotérica aqui perto na avenida das Amoreiras, não sei como explicar, ela sumiu, era como se metade do bairro que eu morava não existisse e bem a parte que tinha a casa lotérica.
  Metade do bairro ficava em uma escuridão sem fim eu que não iria entra naquele breu.
  Não me dei por vencido.
  Mentalizei o centro da cidade e apareci no início da avenida 13 de maio.
  Eu me lembrava de uma casa lotérica próximo ao largo do Rosário.
  Era para ser dia, mas estava noite... isso era outra coisa fora da minha rotina, por mais que eu mentalizasse a luz ela não aparecia.
  Fui flutuando por aquela 13 de maio com alguns vultos mal encarados passando ao lado, na minha percepção era madrugada não conseguia transformar aquela situação em dia.
  Tudo pedia para eu mentalizar uma outra situação, um lugar bonito comendo alguma coisa, mas a lotérica estava tão pertinho.
  Quando cheguei na catedral de Campinas a luz era bem tênue depois dela era só breu o mesmo breu que encontrei no bairro.
 
  Depois de tanto esforço desistir ali? Era só um sonho o que de tão mal poderia me acontecer?
  Eu pensei que entrar no breu seria como entrar em uma densa neblina passando a catedral minha capacidade de visão melhoraria...
  Esse foi o último pensamento que lembro ter tido.

  Daquele breu saíram duas criaturas uma agarrou meu braço direito e outra o esquerdo foi tão rápido que não tive tempo de nenhuma reação fui levado de costas há uma velocidade incrível mais parecia uma queda.
  Imagine se atirar de costas de um prédio bem alto, o terror de esperar o impacto.
  Eu cai no meu corpo.
  Daquela vez não foi como o acordar de um sonho, mas foi como ser jogado de volta no meu corpo.
  Acordei péssimo, como se estivesse todo arrebentado, a sensação era de ter afundado na cama e ficar surpreso por ela não ter quebrado.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O que me impediu de ver aqueles números?
  Minha mente eu tenho quase certeza que não foi.

  De qualquer forma o resultado foi satisfatório, eu parei de sonhar ou pelo menos não me lembrava mais dos sonhos.
  Quando muito tinha um flash bem rápido de alguma coisa.

  Sim eu podia manter minha habilidade de sonhar com coisas agradáveis aquele flutuar por paisagens como uma nuvem.
  Mas se nada mudaria na minha realidade ... não vi muito sentido nisso.
  E a qualquer descontrole eu encontraria “cobras e lagartos.”
  A noite foi feita para dormir e era só o que eu queria desde há muito tempo.

  A conversa com meu colega drogado aconteceu muitos anos depois, juro que não consigo mais localizar com precisão no tempo esses acontecimentos.
  Afinal nunca mantive um diário.
  Se me dissessem lá no passado que a partir de 2007 eu iria tornar tantos acontecimentos da minha vida públicos eu não acreditaria.
  “Acho” que o sonho da “lotérica” como eu chamo, aconteceu lá pelos 13 anos, muita coisa aconteceu nessa fase.
  A conversa com meu colega viciado ocorreu lá pelos 22 anos.

  Até então eu nem imaginava que o que acontecia nos meus sonhos era tão próximo do que acontecia com usuários de drogas.

  Meu colega e tantos usuários adoram a sensação inicial de flutuar, se sentir pleno e poderoso...a parte “boa da droga” alucinógena o início da viagem.
  Acontece que esse flutuar pelas nuvens não muda sua REALIDADE positivamente, pelo contrário pode prejudicar seu convívio familiar e desenvolvimento profissional e sempre termina com seres e situações monstruosas.
  Você que é viciado tem que se perguntar:

  VALE A PENA?

  Um pouco de grande prazer, para depois tanta dor e sofrimento, “cobras e lagartos”.

  Até que ponto o uso das drogas cria apenas ilusões em seu cérebro ou te coloca em contato com entidades?

   “As pitonisas não faziam previsões sem estarem sobre efeito de substancias tóxicas.
  Isto é fascinante por ser um padrão que se repete ao longo da história da humanidade.
  É muito difícil encontrar alguma tribo em algum lugar do planeta durante toda a história da humanidade que não tenha surgido a figura do pajé, do curandeiro.
  Em comum todos eles se utilizavam de substancias tóxicas, que provocavam alucinações.
 Até que ponto tudo que esses pajés viam era alucinação, fruto da imaginação deles em um cérebro desorientado?” [Oraculo de Delfos]

  Sem nenhuma preparação ou habilidade você vivencia os piores contatos sem chance de defesa.
  Vira alvo fácil para “legiões de demônios”, mas esse seria um outro texto, vamos ficar por aqui.

  “O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê.” [Platão]

  O que me mantem vivo é o sangue que estufa minhas veias ou o sopro do espirito que não se vê?

  "Decifra-me ou te Devoro!"


Anterior          <>        Próximo 


sábado, 23 de maio de 2015

Terror Noturno

  “Eu achava que não era possível! (Controlar os sonhos) qualquer pessoa que tenha interesse pode realizar esse tipo de coisa?”  [Post no Face]

  Qualquer pessoa pode compor como Djavan?
  NÃO.
  Mas a grande maioria das pessoas podem compor alguma coisa:

  “Florentina, Florentina, Florentina de Jesus...”

  Para controlar os sonhos [tanto quanto possível] um bom exercício para iniciantes é deitar sempre no mesmo horário.
  Pelo motivo simples que não percebemos quando começamos a dormir e esses minutos que antecedem o transe do sono são fundamentais para um direcionamento.
   Vamos supor que você deite todo dia ás 22 horas e demore 15 minutos para entrar no sono.
   Ás 22:05 comece recitar um direcionamento. [Crie um “mantra” curto]
   “Estou na praia.”
   É importante que quando o transe do sono entrar ele encontre um “firme propósito”.

    Quando você começar a sonhar com o que quer, pode ir aprofundando suas experimentações.
   “Estou na praia com minha avó.”
   [Não importa se ela está viva ou morta]

    Entretanto, tome cuidado com o que deseja, eu descobri que os sonhos não são só projeção de nossa mente, “me parece” que realmente pode acontecer um desdobramento para outra dimensão.
  Você já não sabe onde está, se apenas dentro de sua própria mente ou se está em contato com outra.
   Minha “última” viagem foi assustadora, nunca mais me interessei por isso.
  Tudo começou quando eu nasci, meu mal foi ter nascido...HAHAHAHAHAHA!
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Desde que me reconheci como ser pensante
tinha pesadelos terríveis.
   Quando muito mais tarde ouvi a expressão terror noturno sabia exatamente o que queria dizer.
  Eram muitos pesadelos alguns recorrentes, eu nunca fico muito à vontade ao relembra-los, lá no fundo tenho medo que voltem.
  Faz alguns anos eles voltaram, foi uma dura batalha.
  Vamos ficando enferrujados em habilidades que não praticamos.
  Retomar minhas habilidades para controlar sonhos não foi nada fácil, espero que não aconteça uma próxima batalha.
  Estou mais experiente, mas me sinto mais fraco, muito, muito cansado...
 
  Todos os sonhos começavam tão inocentes tão bonitos eram um flutuar por entre as nuvens e paisagens, não entrarei em detalhes vou resumir bastante 3 deles:

1-  Estava com meu primo e meu irmão na frente da casa da minha avó, brincávamos alegres e descontraídos com bolinhas de gude.
  Notamos que havia um pedaço de caixa saindo para fora da terra, poderia ser uma arca do tesouro cavamos um pouco e para nossa surpresa a terra começou a sair sozinha.
  A caixa era um caixão que foi emergindo da terra, meu irmão e meu primo saíram correndo fácil, mas nesses sonhos eu geralmente ficava sem forças, não conseguia correr.
  O caixão se abriu e lá havia um homem me olhando, quando eu estava caindo dentro do caixão consegui alguma força e corri para minha casa que ficava no fundo da casa da minha avó.
  Eu abri a porta e entrei em casa... de repente a porta de casa não era à porta de casa, era a porta do caixão eu corri de encontro ao defunto que me pegou e eu morri.

  Morrer nesses sonhos era bem comum, quando eu morria acordava péssimo encharcado de suor, aterrorizado.
  Meu coração batia tão rápido era como se crescesse e entalasse em minha garganta.

2-  Eu e meu primo estávamos no quintal enquanto conversávamos com uma moça que visitava algum familiar.
  Meu primo Mauricio era como um irmão, crescemos no mesmo quintal.
  Eu era bem criança, não tinha nenhum pensamento sexual, mas a moça era jovem e muito bonita.
  Perguntamos a idade dela e nos disse que tinha 400 e tantos anos, se não me falha a memória eram 428.
  A princípio pensamos que era brincadeira rimos, ela era bonita e burra, mas sempre tem o mas, a moça foi se transformando, quando a aparência dela já estava lá pelos 200 anos...pernas para que te quero.
  Corri o máximo que pude, quando acreditei que estava salvo olhei para trás.    
  A mulher já com uma aparência monstruosa de 400 anos estava magicamente perto tentei correr não deu tempo, seu braço alongou, sua mão cresceu e agarrou meu pescoço.
  Me ergueu pelo pescoço tirando meus pés do chão, ela me enforcou e eu morri.

3-  Tive uma infância bem pobre, minha mãe não tinha a mais remota condição de comprar um carro, mesmo assim sonhei que minha mãe estava dirigindo e eu estava no banco de trás.
  Tudo ia bem até que numa curva eu transpasso as paredes do carro e caio em um buraco muito escuro e íngreme.
 Só escuto o som do carro se afastando.
 Começo a escalar o buraco e nisso um animal estranho vem em meu encalço, não consegui sair do buraco, ele me alcançou e eu...morri.
  [Esse foi um sonho recorrente, não sei dizer quantas vezes aconteceu, sempre com o mesmo desfecho]

   Minha mãe dizia que eu era sonâmbulo, talvez eu até fosse, mas o que me lembro é que acordava apavorado e corria para cama dos meus pais.

  Foi para combater o terror noturno que comecei a tentar controlar meus sonhos e esbarrei por engano em viagem astral.

To be continued...


Anterior          <>        Próximo

sábado, 16 de maio de 2015

Sindicato e a Ressocialização

  “Campinas contra redução da maioridade penal.” [Faixa de um Sindicato]

  Não bastava o sindicato “imaginar” que falava por todos os trabalhadores, agora ele acredita que fala por todos os campineiros!




 O Sindicato defende que a prioridade do Estado/Sociedade é a ressocialização.
  Eu defendo que “ressocializar” criminoso é conversa de ingênuos ou pessoas de má fé.
  Se a família e a escola não socializaram o adolescente porque nosso sistema penal vai ressocializar quem nunca foi socializado?
 O prioridade do Estado com relação a criminosos deve ser julgar e punir... se for o caso.

  Essa questão da redução da maioridade penal no fundo se resume a uma coisa.

  VOCÊ ACREDITA QUE TODOS NASCEMOS PUROS E BONS?

  Quem escreve o jornal do Sindicato acredita.



  Se você acredita que todos nascemos puros e bons então o caráter de um indivíduo é todo moldado pela sociedade a sua volta.
  Se um rapaz de 16 anos matar alguém temos que vasculhar o seu passado e certamente encontraremos o que o levou a isso.
  Se não encontrarmos...tudo bem, ainda podemos culpar a TV, cinema ou o capitalismo que nos induz ao consumismo, caso o crime tenha sido latrocínio.

  Se ele for negro melhor ainda a escravidão de africanos séculos atrás justifica tudo.
  A escravidão não faz mais parte do meio que a criança vive, mas damos uma ajeitadinha dizendo que hoje ela se traduz em discriminação.
  Se o adolescente for pardo...pardos são negros, algum grupo estabeleceu isso e quem disser o contrário é um coxinha reacionário, um ser desprezível e alienado.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O passado não volta não temos como desfazer o período de escravidão da nossa história então negros/pardos tem licença especial para serem criminosos, só nos resta torcer que não se tornem delinquentes, mas caso aconteça temos que desenvolver:

  A Casa Mágica.

  Um lugar com muitos brinquedos/lazer.
  Muitos psicólogos, padres e pastores.
  Um lugar onde tudo seja paz, amor e carinho, devemos dar ao rapaz [com sobras] tudo que imaginamos que faltou em sua infância.
  Como garotos brancos também cometem crimes eles seriam acolhidos nessa mesma casa mágica de ressocialização.
  Uma coisa importantíssima nessa casa é que todos os empregados sejam brancos.
  Quem sabe se os garotos negros forem servidos por brancos ocorra um pouco de resgate da história de dor e sofrimento de seus antepassados de séculos atrás.

  Eu particularmente não tenho nada contra o projeto das casas mágicas.
  Apenas não sei porque sindicalistas e freudianos não a colocam em prática.
  Mostrem para qualquer Governador de qualquer partido como fazer.

  Você já reparou que muitos grupos tem teorias muito bonitas que eles não conseguem colocar em prática mas exigem que outros coloquem?

  Os governadores e presidentes da república não fazem essa casa mágica ou método mágico simplesmente porque não querem?
  Já tivemos um Presidente considerado por muitos o maior sindicalista brasileiro de todos os tempos ele não fez porque não quis!?
  Tivemos Presidentes militares e sociólogo, eles também simplesmente não quiseram um país sem crimes na adolescência... faltou “vontade política”. [Esse é outro conceito usado para justificar tudo]
 ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬   
 Chegando ao trabalho vi outra faixa do sindicato dizendo:

  “Os trabalhadores não vão pagar pela crise.”

  Frase bonita, mas como isso pode ser?
  Os desempregados e os vagabundos vão pagar como!?
  Os empresários vão pagar a conta sozinhos?
  Para isso eles tem que subir preços ou cortar empregos os trabalhadores não serão afetados do mesmo jeito?

  Quem traçou nossas políticas econômicas foram governantes legitimamente eleitos e não consta que trabalhadores foram impedidos de votar.

  Todos vamos pagar a conta, inclusive quem votou na oposição.
  Sinto muito por tantos acreditarem cegamente nas fantasias mágicas dos sindicatos.
  Eu não invento a realidade, apenas a observo.
  Não sei da existência de mágicas só truques.
  Os Sindicatos usam truques para nos iludir que o Socialismo é o melhor caminho.
  A maioria se deixa iludir e vota de acordo com sua ilusão, é evidente que tem que pagar por isso.
  E os sindicalistas? Eles defendem seus interesses, ser sindicalista dá muito dinheiro:

 “Os sindicatos são criados, na maioria, não para representar as categorias, mas com os olhos na receita auferida pela contribuição sindical, que é uma excrescência.
  É dinheiro público transferido para entidades sindicais que o gastam sem prestar contas.”  [João Oreste Dalazen]

  Com mais de 250 novos sindicatos por ano, Brasil já tem mais de 15 mil entidades
 Esses sindicatos movimentam pelo menos R$ 2,4 bilhões, valor do imposto obrigatório em 2011, segundo o Ministério do Trabalho. [Globo]




Eu não acredito que todos nascemos puros e bons, eu acredito na teoria do 8,3%.


Anterior          <>        Próximo

sábado, 9 de maio de 2015

Monopólio Obsoleto da Pedagogia

  “Chamar a Pedagogia de ciência é a mesma coisa que chamar a Psicologia de Ciência...uma TEMERIDADE.” [William Robson]

  Pedagogia: o curso de Pedagogia é um curso superior de graduação, na modalidade de licenciatura e tem como finalidade formar professores para atuar na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental (até o 5º ano).
  É aquele professor que assume integralmente o currículo da série.
  Os cursos de pedagogia também formam profissionais para atuarem na gestão do sistema escolar, mas a prioridade é a formação de professores.

  [Esse texto NÃO pede o fim da pedagogia, apenas aponta a necessidade de uma grande mudança, separei em comentários.]

O que é um pedagogo?

  “Atualmente, denomina-se pedagogo o profissional cuja formação é a Pedagogia, que no Brasil é uma graduação e que, por parte do MEC - Ministério da Educação e Cultura, é um curso que cuida dos assuntos relacionados à Educação por excelência, portanto se trata de uma Licenciatura, cuja grade horário-curricular atual estipulada pelo MEC confere ao pedagogo, de uma só vez, as habilitações em educação infantil, ensino fundamental, educação de jovens e adultos, coordenação educacional, gestão escolar, orientação pedagógica, pedagogia social e supervisão educacional, sendo que o pedagogo também pode, em falta de professores, lecionar as disciplinas que fazem parte do Ensino Fundamental e Médio, além se dedicar à área técnica e científica da Educação, como por exemplo, prestar assessoria educacional.
  Devido a sua abrangência, a Pedagogia engloba diversas disciplinas, que podem ser reunidas em três grupos básicos: disciplinas filosóficas, disciplinas científicas e disciplinas técnico-pedagógicas.” [Wikipédia]
 
1- Vejam que a própria descrição do curso é um chute para todo lado.
  O indivíduo passa 3 ou 4 anos aprendendo a “arte de ensinar” ou aprendendo a “ciência de ensinar”?
  Chamar a Pedagogia de ciência é a mesma coisa que chamar a Psicologia de Ciência...uma TEMERIDADE.

  Qual a condição básica para você ensinar qualquer coisa a alguém?

  É saber fazer a tal coisa e ter paciência para ensinar.
  Qualquer um de nós que sabemos ler e escrever podemos ensinar alguém a ler e escrever, não precisamos de alguém formado em pedagogia para isso.
  Nós ensinamos nossos filhos a falar sem termos nenhum pedagogo por perto e no entanto 100% das crianças com capacidade para falar...falam.
  Até o final da sequência eu “pretendo” convence-los que Pedagogia poderia ser um curso de extensão com duração de 6 meses na parte teórica e 6 meses de estágio.
  Qualquer pessoa com formação superior em qualquer área, se tivesse interesse em dar aulas ou ser diretor de escola bastaria fazer esse curso de extensão.

  Pedagogia para quê?

   Quem faz Administração, Engenharia, Advocacia, Medicina...por que não pode administrar uma escola? Por que não pode dar aulas?  [Ciênciada Educação]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
2- Magistério: 2020 é o prazo final

  “Embora a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 1996, recomende a formação de professores em nível superior, o curso de Magistério, de nível médio, ainda é aceito na Educação infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
  Por isso, para preencher seus quadros de educadores, diversas secretarias aceitam inscrições nos concursos daqueles que têm essa formação.
  Uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), porém, prevê que todos os professores da Educação Básica tenham formação específica de nível superior em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam até 2020.” [Revista Escola]

  Como já disse, eu abriria a possibilidade de dar aulas a qualquer um com formação de nível superior, bastando um curso de no máximo 1 ano, sendo que apenas 6 meses seriam teóricos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
3- [30/04/2015] Fui acordar minha filha para escola, mas minha esposa disse que não tem aula.
  Falei que o feriado é na Sexta e hoje é Quinta.
  Minha esposa confirmou que a escola cancelou as aulas.
  Mais um feriadão mais que prolongado para nossos professores....

  NÃO SEI QUE TIPO DE VALORIZAÇÃO OS PROFESSORES QUEREM!

   Do jeito que falam parece que engenheiros, pedreiros, médicos, advogados, garis... administram as secretarias de educação e escravizam os pobres professores.
  Não tem professores na administração do MEC, secretarias estaduais e municipais?
  Quero dizer que não conseguem organizar nem sua própria área!
  Governador bom é o que dá grandes aumentos e os trata como deuses!?

  Há uma enormidade de professores que seguem a carreira política, quando um professor chega a um cargo importante não tenta melhorar sua categoria profissional?
  Professores da USP chegam a ganhar 13 mil reais.
  Diretores de escolas ganham por volta de 6 mil.
  Se esse nível de salários não lhe interessa...ninguém é obrigado a ser professor.
  Tente abrir uma empresa, seguir alguma carreira artística ou executiva.

  Professor aposenta 5 anos antes de outros profissionais.
  Tem duas férias por ano.
  No geral trabalham em um ambiente limpo, longe de ser insalubre.
  Tem estabilidade.
  Emendam todo e qualquer feriadão.
  Tem um feriado a mais, dia dos professores.
  Quase todo ano fazem greves e não tem os dias descontados.
  Alguns participam de passeatas, mas a maioria fica em casa ou no shopping aproveitando a vida, afinal no início do mês o salário está garantido mesmo sem trabalhar.

  “Liminar obriga governo de SP a pagar salários de professores em greve”   [G1] 
[É sempre assim]

  Aqui em Campinas é raro você ver professor que não tem bom carro.
  Na outra ponta nossas crianças são mal avaliadas em testes internacionais.

  OS PROFESSORES QUEREM COBRAR CARO POR UM SERVIÇO MAL PRESTADO!

  Quem não tem vocação PEDE PRA SAIR
  Deveríamos acabar com o monopólio dos pedagogos na educação ou pelo menos responsabiliza-los por todo caos educacional em que vivemos e exigir mudanças. [Paradoxo da Educação]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
4- “Professores no Brasil estão entre mais mal pagos em ranking internacional (OCDE)” [Comentarista no G+]

  Temos que tomar cuidado com essas “listas/ranking”.
  Se você pegar minha situação financeira e comparar com a de 30 famílias que moram em bairros muito pobres provavelmente eu estarei no topo da lista como “menos pobre”.
  Se você pegar minha mesma situação financeira e comparar com a de 30 famílias que moram em bairro nobre eu provavelmente estarei no último lugar.
  Quando você ler “primeiro ou último” lugar em alguma lista é essencial que entenda quem ou o que compõe a lista.

  Nessa lista onde nossos professores ganham mal a maioria são países desenvolvidos onde as pessoas VOTAM melhor.

  Porque não fazem uma lista com professores cubanos, venezuelanos ou norte coreanos!?

Entenda que é OCDE:

  “A sigla OCDE significa Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económico.
  É uma organização internacional, composta por 34 países e com sede em Paris, França.
  A OCDE tem por objetivo promover políticas que visem o desenvolvimento econômico e o bem-estar social de pessoas por todo o mundo.
  O combate à corrupção e à evasão fiscal faz parte da agenda da OCDE tendo já conseguido resultados otimistas em alguns países.” [Significados]

  Percebam a OCDE é uma organização tão séria que o Brasil nem é membro...HAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAH!

Membros fundadores da OCDE (1948):

Áustria, Bélgica, Dinamarca, França, Grécia, Islândia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça, Turquia.

Admitidos na OCDE posteriormente:
1955 - Alemanha
1959 - Espanha

Admitidos com a reforma da OCDE (1961):
 Canadá
 USA

Admitidos na OCDE posteriormente:
1964 -  Japão
1969 -  Finlândia
1971 -  Austrália
1973 -  Nova Zelândia
1994 -  México*
1995 -  República Checa
1996 -  Hungria
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
5-  “Em 1964, trouxe como tema de casa, uma figura de uma foice com uma marreta, a qual eu teria que pintar de vermelho, recortar e colar em uma cartolina......Meu pai ficou enfurecido.... pegou amassou e jogou fora...... disse que iria ao colégio e que eu não perderia a nota por não fazer o trabalho. Na época não entendi muito bem......  Imagina quanto tempo estes comunistas vem incomodando os brasileiros...... tentando fazer um golpe no Brasil.…” [ElisaPalacios no G+]

  Bom depoimento, lembrei desse texto:

  Eu ainda não consigo entender porque os “educadores” querem tomar para si a tarefa messiânica de “salvar nossa sociedade!
  Querem “formar cidadãos que cumpram seus deveres e cobrem os seus direitos.”
  Caraca! Essa não é uma das funções dos pais, da família da criança?
  Os valores do professor…são os valores do professor, não são necessariamente os que eu pretendo passar para minhas filhas.
  Mais ainda, minhas filhas não são computadores que eu ou o professor delas programamos como bem entendermos.
  Elas podem ter valores que não são nem os meus nem os do professor, minha filha é uma pessoa única e é assim que tem que ser.

  Acredito que nosso país melhoraria bastante se os professores se atesem a transmitir os conhecimentos acumulados pela humanidade, matemática, física, química, geografia, história... e deixassem essa função de “formar cidadãos” com a FAMÍLIA.

  Nossos professores em geral são muito Marxistas.
  Nos países comunistas o Estado é capaz até da afastar as crianças de seus pais com o intuito de lhes passar os “verdadeiros” valores, aqueles que o Estado defende.

  Nossos professores por conta própria decretaram a falência da família brasileira, nenhum pai que não seja professor tem condições de orientar seus filhos a serem cidadãos honestos.

  Paulo Freire é um dos grandes “gurus” dos professores brasileiros, basicamente ele defende que educar crianças é estimula-las a “acabar com tudo isso que está aí”.
  Substituir o Capitalismo pelo Comunismo.

  FORMAR CIDADÃOS SOCIALISTAS.

  Não quero isso para minhas filhas! [Formar Cidadãos]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
6- “Educação vem de casa, escola é lugar de ensino, não do zoeira, se extrapola os limites deve ser expulso com certeza, que vá procurar outra instituição com ajuda dos papais e deixe os jovens que tem interesse em se tornar cidadãos estudando em paz.”  [Comentarista G+]

   Para alunos muito indisciplinados podemos criar escolas mais rigorosas, com disciplina militar.

  O QUE ESTRAGA ESSE PAÍS É A IMPUNIDADE QUE COMEÇA DESDE CEDO.

  É o caso dos menores infratores, eles podem até matar que praticamente não dá nada.
  O aluno indisciplinado de 8, 9 anos quando percebe que pode fazer o que bem entender e não arcar com nenhuma consequência [nem reprovado de ano é] vai aprontar as piores barbaridades, inclusive agredir as crianças mais calmas que são a maioria.

  Os professores poderiam usar seu intelecto para fazer valer medidas punitivas, mas preferem ficar só choramingando e culpando a família e o Estado... como se eles também não formassem famílias e Estado.

  Hoje em dia a instalação de câmaras ficou muito barato, salas de aulas deveriam ser monitoradas e as imagens servirem de prova para medidas punitivas.

  "A impunidade não salva da pena e castigo merecido; retarda-o para o fazer mais grave pela reincidência e agravação das culpas e crimes subsequentes."
  "A impunidade tolerada pressupõe cumplicidade." [Marquês de Maricá]
 ☼☼☼☼☼☼☼☼
 “Hoje em dia se diz pra criança: Não abaixa a cabeça para professor não, se ele te der castigo me fala que vou lá e quebro a cara dele.” [Comentarista no G+]

  Não entendo essas generalizações!
  A não ser que Campinas onde moro seja um mundo totalmente a parte.
  A maioria das crianças são legais, tenho uma filha com 14 e outra com 12.
  Minhas filhas estudam em escola pública e não vejo esse fim do mundo que falam.
  Tem crianças “pestinhas” ... e quando não teve?

  Moro em um condomínio com muitas crianças e tenho poucas queixas, brincam, fazem barulho, mas esses monstros que pintam não vejo.
   Precisamos de mais rigor com crianças problemas e famílias problemas.
   Mas generalizar que a maioria das crianças são monstruosas cheira mais a “sindicato dos professores”.
☼☼☼☼☼☼☼
   “Precisamos compreender que os métodos não são mais os mesmos, porque os valores mudaram.. ser professor e ensinar hoje em escolas públicas, principalmente nas periferias da vida, se transformou em desafio.” [Comentarista no G+]

  Isso são historinhas que sindicalistas contam para se valorizar.
  Claro que existe bairros barra pesada, mas não são maioria.

 DO JEITO QUE FALAM PARECE QUE 90% DAS CRIANÇAS SÃO O DIABO EM PESSOA!

  A turma do fundão sempre existiu, tem professor que sabe se impor tem outros sem vocação que não sabem.
  Vou dar um exemplo estrangeiro:

  Já houve vários casos de chacina em escolas no Estados Unidos e isso chama muito atenção, é lamentável.
  Mas 99% das escolas não tiveram esse tipo de acontecimento.
  Esconder/ignorar que chacinas acontecem no EUA é lamentável para um Liberal, mas igualmente lamentável é alardear que chacinas nas escolas americanas são regra e não exceção.

  Minhas filhas estudam em escola pública, em todos esses anos em termos de violência não tivemos nenhum relato mais grave.
  Tenho uma família grande com muitos sobrinhos e a mesma normalidade é observada.
  Não sei onde você leitor mora, mas faça uma pesquisa para ver se as crianças do seu bairro são tão demoníacas quanto essa “lenda” que nos contam.
  No condomínio onde moro há muitas crianças, são levadas, sapecas, cheias de energia, mas nada fora do esperado, eu digo que são mais educadas que meus colegas de infância.
  Na minha infância era comum estilingue, armas de plástico, caçar pássaros... as crianças de hoje em dia nem subir em arvores sobem.
  Minhas filhas, sobrinhas, amiguinhas delas são tão da paz.
  A violência delas é uma cutucada no Face ou uma fofoquinha.
  Será que essas crianças são possuídas pelo demônio quando entram em sala de aula?
  Vamos por câmeras na sala de aula, quero ver essa transformação... será que os sindicatos deixam nós fazermos isso?
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
7- “Para desenvolver outras capacidades físico motoras e psicológicas! O que adianta a criança saber tabuada, mas não saber dividir o brinquedo com os amigos? Não saber pular corda? As sinapses de memória e os reflexos que se desenvolvem quando a criança pula corda é algo incrível!”  [Comentarista no G+]

  Pular corda deve ser uma habilidade “incrível” para o futuro da criança, mas “desconfio” que o domínio da Matemática lhe será mais útil.
  Quanto a aprender dividir os brinquedos, isso é função da família e não de um professor de creche, escola ou faculdade.
   Debater ideias com seus filhos eu acredito que seja muito importante, comente uma notícia, discuta um acontecimento familiar, não diga apenas “não”, explique o porquê do “não” ... o mesmo vale para o “sim”.

  Mais uma vez não sei como um professor do Estado pode ser mais eficiente que você pai ou mãe para transmitir valores a seus filhos.
  Mas quem defende que a família não é o melhor lugar para formar cidadãos então acredito que lá pelos 7 anos as criança já deveriam ficar totalmente sob a tutela do Estado, as colocaríamos em creches, os Governantes as encheriam de ideologias e os pais as visitariam de vez enquanto nos finais de semana.
  Sociedades já experimentaram isso, chamavam de internatos que poderiam ser religiosos ou militares.
  Se a família brasileira é uma influência tão negativa para criança nada mais logico que afasta-las do ambiente familiar o mais cedo possível e deixar que os instrutores/professores do Estado as doutrinem.
  Porque para eu é bem claro:

 O pai que defende o Estado como responsável pelo caráter de seu filho está se assumindo incompetente como pai, é aceitável que abdique do pátrio poder. [Cultura vs Educação]



        

  A Escola transmite CONHECIMENTO, quem EDUCA é a FAMÍLIA.

▬▬▬//▬▬▬
  Jean Wyllys diz que professor que se prepara ganha tão bem quanto políticos. [Folha]

  Como qualquer outro profissional professor que se acomoda não progride na carreira.
  E como qualquer outro profissional alguns tem sorte outros nem tanto.
  Tem muita panelinha e indicação política nesse meio.

  Lembremos que nada impede um professor de entrar para política, há muitos no Congresso e câmaras Municipais, Estaduais e Federais.


Anterior          <>        Próximo