sábado, 12 de dezembro de 2015

George Constanza

 “Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o Senhor, faço todas estas coisas.” [Isaías 45:7]

George - Estou prestes a assinar contrato com uma TV e ganhar muito dinheiro.

Psicóloga - Isso é ótimo George, porque está tão angustiado?

George - Ele não vai deixar!

Psicóloga - Ele quem George?

George - Deus!

Psicóloga - Mas você não acredita em Deus.

George - Para o mal eu acredito!

HAHAAAHAHAHAHAAAHAHAHAHAHAHA!


  Eu me divirto muito com Seinfeld.

  Já assisti todos os episódios, mas de vez em quando revejo algum.
  George Constanza é um dos personagens mais neuróticos que eu já conheci.
  Por vezes eu observo acontecimentos tão surreais no mundo que lembro de diálogos em Seinfeld.

  George é neurótico em acreditar que Deus sempre age de forma a zombar dele.

  Eu me identifico com George nessa neurose, tantas coisas estiveram perto de dar muito certo em minha vida, mas tomaram um rumo decepcionante.
  A impressão não é que “Deus” queira o meu mal, mas só zoar comigo.
  Tipo aquele colega que puxa a cadeira quando você vai sentar ou se esconde atrás de algo para lhe dar um susto.
  Claro que esse tipo de “brincadeira” geralmente é só uma chateação, mas pode ter consequências sérias como você se ferir gravemente.
  Daí o “amigo” diz: -Não tive a intenção de te prejudicar.
  Mas não vou falar dos meus azares, vamos falar do azar dos outros.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Na vida real eu conheço muitos neuróticos que são a antítese de George Constanza.

   Acreditam que Deus sempre está com eles e sempre o melhor acontece; nos momentos mais difíceis Deus os carrega no colo.

  Deus é sempre bom, sempre faz o melhor pra você?
  Isaías nos alerta que não.
  “Deus cria as trevas e o mal.”
 
  Vamos meditar sobre isso.
  Se uma entidade Deus está no controle de tudo... ele está no controle de tudo, isso é óbvio.

   [Antes de prosseguir entenda que não estou julgando ou analisando a entidade Deus, caso ela exista, estou julgando e analisando o que o livro sagrado bíblia fala sobre ele.]

  Eu não concordo com a ideia que os antigos tinham de Deus.
  Defendo que atualmente nós temos que buscar nossa própria compreensão de certos fenômenos.
  A ciência que havia 2000 anos atrás nem se compara ao que temos hoje, o conhecimento dos antigos era muito limitado.
  Não vejo ninguém indo ao hospital querendo que a medicina praticada seja igual a 2 milênios atrás.
  Da mesma forma deveríamos ser mais exigentes com relação as questões espirituais.
  O entendimento dos antigos foi o entendimento dos antigos, vamos manter o que parece coerente e questionar o que parece bizarro.

  Um crente nos fala de um incrível milagre da cura e que devemos adorar a Deus por isso, mas o que fazemos com a ação de Deus em permitir a doença? 

  Se esse “milagre da cura” foi conseguido depois de tratamento hospitalar ... qual foi o milagre mesmo?

  Uma célula em mal funcionamento poderia simplesmente ser eliminada do organismo, sem necessidade de quimioterapia e outros procedimentos.
  Porque Deus criou a célula com essa possiblidade de enlouquecer, se multiplicar descontroladamente e virar tumor cancerígeno!?
  Esse mal que acontece a célula não surgiu ao acaso foi criado por Deus porque ele é o Senhor de todas as coisas.

  Vírus e bactérias malignos foram criações do Diabo?  
  Deus de Abraão dividiu o poder da criação com Lúcifer!?

  A maioria só acredita em Deus para o bem, mas isso não tem fundamento bíblico.
  George Constanza só acredita em Deus para o mal ... George já não parece tão neurótico quanto parecia no início do texto.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Eu vejo o bem e o mal por toda parte, não sei até onde atribuir a Deus, Lúcifer, ao acaso ou a própria pessoa.

  Um senhor me aconselhou a nunca envelhecer, porque a velhice nos traz muitos problemas
  Claro que ele disse isso só para puxar conversa.
  Contou que ganhou a vida como caminhoneiro e poderia continuar trabalhando, mas recentemente sua mulher teve um AVC e está com um lado todo paralisado dependendo dele para tudo.
  Como se não bastasse ele começou a colocar para fora muito sangue o diagnóstico e de diverticulite.

  “-Mas tudo está na mão de Deus e ele sabe o que faz.”

  Que bom que esse senhor tivesse a mesma tolerância com a demora no atendimento do SUS.
  Deus poderia manter ele é a esposa saudáveis, mas não mantém e tudo bem.
  O SUS traz efetivamente alívio a suas dores e o homem só sabia falar mal.
  Não estou falando que o atendimento médico no Brasil é uma maravilha estou apenas mostrando os pesos tão diferentes.
  Deus criou ou permitiu o mal na vida daquele homem e é tudo de bom.
  A Unicamp está tentando reverter os problemas causados e “não está fazendo mais que a obrigação”, deveria ser muito melhor do que é.

  A pessoa não quer só que você a escute ela precisa que você fale alguma coisa então eu falei:

  Você já pensou se não tivesse o SUS para te atender?
  Suas dores intestinais iriam aumentar até leva-lo a morte.
  Sua esposa não teria nenhuma chance de melhora.
  E se você tivesse que pagar por esses tratamentos na sua atual situação econômica?
  [Evitei questionar sua crença em Deus agindo sempre para seu bem.]
 
  O homem concordou comigo, o chato foi ele dizer:
  “-Graças a Deus que tem o SUS.”
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Minha vida está em uma fase tranquila, como a vida daquele senhor um dia esteve antes de chegar o caos.

  Eu não sou pago para ouvir desabafos, mas é inevitável.
  O fato é que encontro por aí pessoas com dificuldades tão grandes na vida.
  A diverticulite se bem tratada não traz muitos transtornos, mas um AVC que paralisa metade do corpo é raro não deixar sequelas.

   Aliás observo que o maior problema que aflige a vida é quando falta saúde.

   Dinheiro e carências afetivas vem logo em seguida.
   No entanto fica mais fácil conseguir dinheiro se você tem saúde e correr atrás do seu amor também.

  Por vezes eu vejo que a vida da pessoa realmente está uma droga, mas ela fica irracionalmente agradecendo a Deus por sua provação.
  Eu não falo nada, não posso falar nada.
  A vida da pessoa está tão ferrada que se ela parasse para pensar chegaria a mesma conclusão de George Constanza, se Deus age de alguma forma na vida dela é só fazendo gol contra.
  Chegar a essa conclusão faria bem a elas?
  Se a pessoa descobre isso relativamente jovem pode ser bom, o indivíduo começa a contar mais com ele mesmo sem esperar ajuda de forças mágicas, aconteceu comigo.
  A constatação que eu não sou um sujeito muito afortunado me fez tomar mais cuidado com minhas decisões.

  Alguém que já fez um casamento muito ruim, foi pouco precavido com dinheiro ou teve por toda vida muitas ilusões sentimentais que levaram a uma grande carência afetiva ...
  Se tirarmos sua neurose que Deus o protege de tudo o resultado pode ser uma depressão profunda.
  Se você adicionar a isso uma doença grave ou muito incomoda, [coisa não rara de acontecer depois de uma certa idade], a crença em um Deus que sempre faz o melhor para você vira aquela morfina indispensável em sua vida.
  Porque chega uma fase da vida que poucas mudanças significativas são possíveis.
  Com 18 anos você tem um mundo de possibilidades, com 50 elas já não são tantas assim.

  Tem pessoas que com muita luta conseguem melhorar de vida e creditam tudo a uma bondade divina, mas se Deus fosse tão bom para elas a luta não precisaria ter sido tão dura.
  Essa é uma pergunta que poucos se arriscam a fazer:

   Pelo que viveu até agora, Deus realmente tem lhe “dado” do bom e do melhor ou tudo não passa de neurose/ilusão?




 Obs:  Deus realmente não deixou George Constanza alcançar o sucesso.
  George foi preso junto com Jerry, Kramer e Elaine.
  O jatinho que o estúdio havia cedido sofreu uma pane e eles tiveram que passar algumas horas em uma cidade do interior.
  Eles viram um gordo sendo assaltado e não fizeram nada.
  Foram enquadrados na lei do “bom samaritano” existente naquele Estado.
  No caso eles deveriam enfrentar o ladrão e não permitir o roubo, como não fizeram nada foram processados.
  [Pena que não podemos processar o Deus de Abraão quando ele fica só observando e não faz nada.]

  O que mais pesou no processo foi o fato deles além de não fazerem nada ainda ficarem zoando o gordo.

  É ou não é a imagem e semelhança de Deus...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Kramer convence George a fazer um ensaio sensual para atrair uma garota e tudo que consegue é conquistar um gay ... HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

Jason Alexander, ator incrível!


Anterior          <>        Próximo 








Postar um comentário