domingo, 24 de abril de 2016

Picavírus

  Legalizar o aborto foi bom para o Comunismo/Cuba, e para o Capitalismo/Estados Unidos.
____________________________________________________
____________________________________________________      

BBC  “Ianka Mikaelle fez 18 anos dois dias depois que Sofia chegou ao mundo.
  O diagnóstico de microcefalia veio aos sete meses de gravidez – e logo depois do primeiro golpe, Ianka recebeu o segundo.
  Seu namorado, pai de seu primeiro filho, a abandonou.”

  Essa matéria na BBC trata as mulheres como vítimas inocentes e/ou indefesas do homem ou da sociedade.

  Nenhuma publicação consegue ser isenta de sua linha ideológica porque ela é feita por pessoas e pessoas sempre tem uma opinião.

  As pessoas da BBC geralmente priorizam a responsabilidade coletiva, suas matérias caminham nessa direção.
  Esse Blog não é isento porque é escrito por mim, eu tenho minha linha ideológica, eu priorizo a responsabilidade individual e tudo que escrevo caminha nesse sentido.

  [Entenda que priorizar não é ignorar o outro lado da questão. Você priorizar pagar a conta de agua e eletricidade não significa que deixará de pagar a conta da Internet.]

  Eu por exemplo não acredito que a pobreza ou baixa escolaridade é desculpa para alguém engravidar na adolescência.
  Sou da geração TV.
  Mesmo tendo infância pobre eu tinha TV em casa e essa é a realidade da esmagadora maioria dos indivíduos.
  Se a Ianka tem 18 anos hoje, nasceu em 1998.
  A partir de 2000 a Internet se difundiu muito no Brasil, até eu tinha.
  Ianka teve seu primeiro filho com 15 anos.
  Isso quer dizer que ela começou a transar irresponsavelmente no mínimo em 2012.
  Podemos dizer que a Ianka é da geração Internet.
  Se a minha geração TV através de filmes, novelas, revistas, programas, séries ... sabia de todas as consequências do amor e do sexo; como a geração Internet pode ser ingênua/inocente com relação a esses assuntos!?
  Ianka é mais uma pessoa que começou a transar irresponsavelmente com outro idiota e como se não bastasse teve o azar do segundo filho nascer com microcefalia.
  Ianka transar na adolescência é responsabilidade individual dela.
  O namorado não pensar nas consequência do ato sexual é responsabilidade individual dele.
  O segundo filho nascer com uma enfermidade grave é fruto do Acaso ou da “Vontade de Deus”.
 [Dependendo da sua crença ou descrença]
 
BBC “Os dramas enfrentados pelas mulheres atendidas aqui se sobrepõem. Pobreza, gravidez precoce, abandono pelos parceiros – são problemas corriqueiros.
  Jaqueline Loureiro, psicóloga da unidade, diz que todas as mulheres aqui têm padrões socioeconômicos baixos e muitas vivem apenas do Bolsa Família.
  Diversas foram de fato abandonadas pelos parceiros, como Ianka; mas Jaqueline diz que há muitos outros casos de abandono velado. Os maridos ficam, mas não se fazem presentes. Ela calcula que apenas 10% das mulheres atendidas pelo ambulatório de fato recebem o apoio necessário dos maridos.”

  Diante dessa situação conhecida por todos fica claro que quem sofre a pior parte das consequências é a mulher.
  Essas garotas tem que perceber que engravidar na adolescência é uma grande furada e caso engravide a pratica do aborto deve ser considerada.

BBC “O Nordeste, afirma ela, é uma região "predominantemente machista", e isso se reflete nos relatos que as profissionais ouvem no ambulatório.”

  O que você leitor acredita que é mais fácil (ou menos difícil) acontecer.

(  )  As mulheres usarem métodos anticoncepcionais e só engravidarem quando se sentirem seguras emocionalmente e financeiramente.

(  )  Caso aconteça uma gravidez indesejada a mulher ter o direito de abortar.

(  ) Acabar com o “machismo” no Nordeste e no mundo.


BBC► “Sem chance de trabalhar.
  Ianka largou a escola aos 15 anos, quando engravidou do primeiro filho.
  Pensava em voltar a estudar e estava procurando emprego quando engravidou de Sofia.
  Ela mora com os pais em Campina Grande a não tem e menor perspectiva de sair de casa.”

 É sempre assim, a garota é maravilhosa, tinha um futuro incrível, queria trabalhar, estudar, mas ... surgiu do nada um bilau no meio do caminho.
  Ela não queria transar, ela não procurou sexo, ela tropeçou e caiu de perna aberta em um homem.

BBC “Na prática, muita da responsabilidade recai sobre a mãe de Ianka, Edivânia Barbosa de Lima, que a acompanha sempre ao hospital e é como se fosse uma mãe também para a neta.
 Na hora de trocar o bebê, ela fala, ó, mãe, toma.
 A maternidade precoce está na família.
  Edivânia também engravidou pela primeira vez aos 15 anos, e hoje, aos 36 anos, tem cinco filhos e os dois netos.”

  A maternidade precoce está na família!!
  O que é isso? O “picavírus”! 

BBC "No começo eu sofri muito pela situação, pelo probleminha dela. Mas acho que Deus só dá para você o que você pode cuidar.”

  Probleminha!
  Probleminha é uma gripe, microcefalia não tem cura é um problemão, na maioria dos casos é altamente incapacitante.
  É um indivíduo que nunca irá trabalhar e mais que isso, impedirá que outro cidadão trabalhe.
  Se o indivíduo não trabalha e nem quem cuida dele onde entra Deus nessa equação?
  Não vou nesse texto especular sobre a ação de “Deus”, mas sei que essa situação exige uma enormidade de dinheiro de impostos.
  Sem dúvida nenhuma Deus seria de grande ajuda se não deixasse que crianças nascessem com doenças incapacitantes.
    

BBC►  Mas a fé das mães e a confiança no futuro das crianças às vezes deixa as profissionais no Hospital Pedro I com o coração na mão.
  "Elas nem sempre têm noção de que esse tamanho vai fazer com que o cérebro não se desenvolva e a criança não alcance os objetivos que deveriam ser alcançados."
  Não lhes cabe desconstruir essa esperança, e sim procurar dar suporte para as mães ao longo de todas as fases do caminho.

  Humm ... cabe a todos nós apresentar a realidade.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Não podemos confundir esperança com ilusão.

  Gravidez na adolescência é uma grande furada, não melhora a vida de ninguém.
  Se a garota não tem inteligência o suficiente para entender isso ou tem o picavírus ... não vai ajudar nada essa ilusão que são vítimas indefesas da Sociedade.
  Essa matéria foca em microcefalia, mas os danos sociais da gravidez irresponsável vão muito além disso.

  Glamourizar a gravidez não importando como ela aconteça é uma grande Imbecilidade Social.

  Infelizmente é o que a matéria da BBC faz e presta um grande desserviço à sociedade.

  Eu não tenho argumentos para culpar nosso Governo pela tragédia da microcefalia.
  Aparentemente o Zika Vírus teve uma mutação genética e essas coisas são impossíveis prever ou controlar.
  Agora é combater o mosquito, correr atrás de uma vacina e remédios que protejam o cérebro do feto.

  Combater o mosquito é dever de todos nós, acho estranho essas pessoas que chamam agentes de saúde para vistoriar a própria casa.

  O cidadão é tão burro que ainda não sabe reconhecer criadouros do aedes!
  Mais dinheiro dos impostos que vai para o ralo.
  É nossa Cultura Latina de querer um Estado Paizão.
  O indivíduo não quer limpar nem o próprio quintal, precisa de um funcionário público “especialista em agua parada”.

  Outra coisa urgente é legalizarmos o aborto.

  Ainda mais no caso de doenças horríveis como microcefalia, não há porque obrigar uma mulher a uma situação tão desfavorável.
  Não há porque trazer ao mundo um ser em situação tão desfavorável.

  Legalizar o aborto foi bom para o Comunismo/Cuba, e para o Capitalismo/Estados Unidos.

  Legalizar o aborto é o mais inteligente/lógico a fazer.

  “O aborto legalizado é o grande responsável pela diminuição da criminalidade em Nova Iorque.”





Anterior          <>        Próximo