sábado, 28 de maio de 2016

O Sexto Sentido

  Ateus tem alguma “deficiência” genética que impossibilita a percepção de um mundo invisível?

  Você já parou para pensar o quanto uma coisa que “geralmente” não vemos, não sentimos, não cheiramos, não tocamos, que muitos nem sabem que existe ... faz tão parte de nossas vidas que é difícil imaginar o mundo sem ela?

  Estou falando das ONDAS de todo tipo.

  Ondas são energias propagadas através de um meio, e este meio não acompanha a propagação.

  Se você tem uma conexão de Wi-Fi, são ondas.
  Seu celular sem ondas seria um computador de bolso sem comunicação com o mundo exterior.
  O controle remoto da TV ou carro? Ondas.
  Aparelhos médicos como ressonância? Ondas.
  O som captado por seus ouvidos? Ondas.
  A imagem que seus olhos captam? Ondas.

  Nós humanos nos comunicamos com o mundo exterior através dos nossos 5 sentidos.
  Nos sentidos audição e visão a captação de ondas são fundamentais.
  Para externar nossos pensamentos usamos a fala ... emitimos ondas sonoras.
  Sem a existência de ondas seriamos limitados ao olfato e tato.
  Um mundo de cegos, surdos e mudos.

  No entanto podemos dizer que há um Sexto Sentido.

  Há aparelhos que captam ondas cerebrais e através delas produzem movimentos.
  Não preciso dizer que sem a existência de ondas esse Sexto Sentido seria inútil.

  Será que todos temos a mesma capacidade de mover dispositivos usando nossa concentração mental?

  De certo não.

  Assim como todas as demais habilidades que temos, nossa capacidade de produzir ondas cerebrais deve variar infinitamente.

  Há pessoas que tem uma audição tão apurada que “tocam de ouvido”.
  Para ser um perfumista você precisa ter uma capacidade de olfato acima da média.
  Provadores de bebidas precisam de olfato e paladar apurados.

 
  Nosso Sexto Sentido pode fazer toda diferença em nossas vidas de uma forma que ainda não somos capazes de mensurar.

  Para efeitos didáticos vou limitar nesse texto o conceito de Sexto Sentido, lembre-se que aqui estou teorizando, mas como sempre em bases muito lógicas.

  Sexto Sentido é a capacidade de emitir e captar ondas mentais.

 
  Tem pessoas que dizem ter uma forte intuição, mas não pense na intuição como algo “magico.”
  Pense na intuição como uma capacidade apurada de captar ondas cerebrais, captar pensamentos/sentimentos.

  Tem pessoas que são boas em influenciar outras pessoas, mas não pense nisso como algo magico.
  Algumas pessoas conseguem transmitir por ondas seus pensamentos, de uma certa forma entram em nossa mente, nos sugestionam.
  Essa habilidade é muito útil para vendedores de todo tipo e pessoas que pretendem cargo político.

  Você não acredita em ondas cerebrais?
  Vixe! Quanta alienação 😲!

  “Game controlado por ondas cerebrais permite que você jogue contra um amigo.” [hypescience]

  Se os aparelhos começarem a amplificar exponencialmente essas ondas ... imaginem o mundo que iremos ter.
  Antes de aplicar essa tecnologia teremos que disciplinar muito nossa mente ou conseguir que a tecnologia limite nosso foco.
  Porque pensamos várias coisas em um intervalo curto de tempo.
  Um exemplo simples.
  Eu penso na Band a TV sintoniza a Band.
  Mas nada impede que eu pense na Globo mesmo querendo ficar na Band.
  Como a TV resolveria esse problema?
  Essa minha falta de estabilidade no pensamento.

  Estou em uma aeronave que obedece meu pensamento e se eu inevitavelmente pensar em cair e me espatifar no solo?

  De qualquer forma, se nossas crianças começarem a brincar com jogos “mentais” nossa capacidade cerebral de emissão de ondas “pode” se desenvolver exponencialmente e a capacidade de focar a mente também.

  Vamos a uma “ilustração”.
  Quem foi o doido que inventou a bicicleta?

  “O alemão Barão Karl von Drais pode ser considerado o inventor da bicicleta, pois, em 1817 ele implementou um brinquedo que se chamava celerífero, desenvolvido pelo Conde de Sivrac em 1780.” [Wikipédia]

  Prestou a atenção que era um brinquedo!
  O que levou o cara a acreditar que poderíamos nos equilibrar em duas rodas!?
  No entanto ele fez, outros copiaram e hoje o que era algo fenomenal passou a ser banal, acessível a uma criança de 4 ou 5 anos.

  Se começarmos a brincar com ondas cerebrais...

  Eu poderia flutuar por inúmeros textos, essa meditação inevitavelmente pede uma sequência.
  Vamos mudar da água para o vinho e flutuar pela provocação que nesse momento domina a minha mente.
 
  Se uma mente não Biológica se comunica/influência na vida da gente ... é possível que seja por ondas.
   
  Ateus tem alguma “deficiência” genética que impossibilita a percepção de um mundo invisível?


“Decifra-me ou te Devoro!”



To be continued...


Anterior          <>        Próximo 

Postar um comentário