sábado, 25 de junho de 2016

Muhammad Ali

  “Cassius Marcellus Clay, Jr., nasceu em 17 de janeiro de 1942 em Louisville, Kentucky, Converteu-se ao Islamismo mudando de nome para Muhammad Ali-Haj.”
  [Wikipédia]



  Não sei o que tanto admiram em Muhammad Ali.
  Foi um grande boxeador ... ponto.

  Falo a mesma coisa de Airton Senna.
  Foi um grande corredor de Fórmula 1 ... ponto.

  Ou de Roberto Carlos.
  É um grande cantor e compositor ... ponto.

  O indivíduo ter talento para alguma coisa o torna bom nessa atividade amadora ou profissional que ele desempenha.
  NÃO o torna automaticamente um grande pensador ou alguém de caráter irretocável.

  O grande feito de Muhammad Ali (fora dos ringues) foi se recusar a lutar no Vietnã?

  Segundo ele porque isso não “libertaria seu povo negro”.
  Se Muhammad não considerava todos os americanos seu povo porque não saiu dos Estados Unidos!?
  A guerra do Vietnã foi para tentar evitar o avanço do Comunismo.
  Muhammad Ali era mais um socialista hipócrita gritando contra o imperialismo americano e se calando diante do imperialismo soviético?

  O pai de Cassius era Metodista a mãe era Batista.
  Mesmo sendo de família cristã renunciou o cristianismo e abraçou o islamismo ... não sei que grande feito é esse... que grande prova de inteligência e coerência!
     Uma colega (Nihil) disse que não vê nada demais na mudança de religião de Cassius, ela mesmo veio de família cristã e mudou para o budismo.
  Caraca, se Cassius deixasse de ser protestante e optasse pelo Catolicismo, Budismo, Ateísmo ... eu até entenderia.
  Mas optar por ser muçulmano!
  Islâmicos são menos opressores que cristãos?
  O pacifismo e tolerância do Budismo é do mesmo nível do Islamismo?

   Com relação a causa negra Muhammad Ali adotou aquele discurso que conhecemos bem aqui no Brasil a tal “divida histórica”.
   Na África os negros vivem melhor que na detestável América?
   Porque não ocorreu uma migração em massa para as “raízes africanas”?
   Diferente de países comunistas o USA não impede ninguém de deixar aquela nação.
   Não te parece aqueles comunistas iguais John Lennon que moram em New York?
  Muhammad Ali se recente do seu “povo negro” ter sido trazido da Mãe África, mas não quer voltar pra lá...

  Muhammad foi um grande boxeador e ponto.

  Sim, usou seu sucesso para pedir menos preconceito racial, mas de uma forma que eu particularmente não gosto, cuspindo no prato que comeu.
  Será que ele estaria melhor, teria tido mais oportunidades se seus ancestrais permanecessem na África...

  Muhammad foi contemporâneo de Martin Luther King.

  “Em 14 de outubro de 1964 King recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo combate à desigualdade racial através da não violência.
  Nos próximos anos que antecederam a sua morte, ele expandiu seu foco para incluir a pobreza e a Guerra do Vietnã, com um discurso de 1967 intitulado "Além do Vietnã". [Wikipédia]

  Logo, Muhammad Ali não criou do nada um movimento, ele aderiu a uma causa que já existia com muito destaque na mídia.
  Martin Luther King tinha o talento de ser um grande orador eu o admiro como grande pensador.
  Muhammad aderiu a essa causa nobre do combate à desigualdade racial, mas destacando o lado da VITIMIZAÇÃO algo que considero nefasto.

  "Eu me recuso a ser convocado para as Forças Armadas dos Estados Unidos, pois exijo isenção como ministro da religião Islâmica." [Muhammad Ali]

  Essa foi a primeira justificativa oficial para Cassius recusar a convocação.
  Se vocês pegarem a cronologia dos fatos perceberão que só muito depois ele começou associar a sua decisão a uma luta contra a discriminação racial.
  Se associar a Martin Luther King foi por um ideal ou apenas um bom golpe de Marketing?
  Entenda que historicamente fica claro que sua primeira motivação não foi o fim da guerra (pacifismo) e nem direitos civis (discriminação racial).
  Sua primeira motivação e talvez a única foi RELIGIOSA.
  Não estou dizendo que ele é um gênio do Marketing e planejou tudo isso friamente.
  As coisas foram acontecendo e a SORTE sorrindo para ele...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   Por esses dias me disseram que a prova que Cassius Clay era digno de veneração seria seu envolvimento com a ONU em causas humanitárias.

  Vamos meditar sobre isso.

  As carreira nesses esportes de alto desempenho é curta.
  Vejam nosso campeão Anderson Silva.
  Porque você acredita que ele perdeu o título?
  Falta de empenho falta de disciplina?
  Eu aposto que não.
  É a idade (40 anos), ele exigiu muito do corpo e micro lesões vão ocorrendo.
  Hoje em dia o máximo que ele pode atingir é menos que o máximo que um cara de 25 anos atinge.
  Daqui pra frente vai ficar cada vez mais difícil Anderson ganhar muito dinheiro com o UFC.

  O mesmo aconteceu com Muhammad, ele não podia continuar lutando para sempre.
  Parou enquanto era campeão, porque logo deixaria de ser.

  Quando você não consegue ganhar dinheiro com seu maior talento o que acorre?

  Para qualquer “celebridade” uma boa fonte de renda são campanhas publicitárias.
  O Pelé ganhou dinheiro com o futebol até os 37 anos depois sua principal fonte de renda é sua imagem, sua marca/grife.

  Entenda que para celebridades cuidar da imagem é de suma importância.
  E imagem é construída se mantendo na mídia de alguma forma “positiva”.

  Se Muhammad não podia mais lutar e nunca demostrou outros talentos como treinador, apresentador, ator ... um bom jeito de se manter na mídia foi abraçar causas humanitárias.
  As pessoas falam como se ele tivesse muitas opções na vida.
  Lembremos que ele tinha Parkinson.

  Quem em algum momento ganha muito dinheiro na vida se acostuma a um padrão muito alto e caro.

  O que Muhammad ainda tinha para comercializar senão sua imagem e que melhor maneira de valoriza-la que se associando a obras humanitárias da ONU?

  NÃO! Não estou dizendo que celebridades fazem tudo por interesse. 
  Quem não quer acabar com a fome no mundo?
  Quem não quer ajudar órfãos?
  Quem não quer o fim das guerras?

  Se você é alguém famoso e pode influenciar pessoas para um mundo mais civilizados e se fazendo isso você melhora sua imagem e consegue contratos comerciais ... que mal tem?
  Unimos o útil ganhar dinheiro com o agradável apoiar causas nobres.

  Quando você vê a Angelina adotando crianças é claro que é legal
  Mas ela tem tanto dinheiro, pode contratar tantos auxiliares que a tarefa não é tão pesada assim.
  Um casal classe média que adote uma criança tem muito mais contratempos que a Angelina adotando 10.

  Um ator de Hollywood doou 500 mil a uma causa nobre, sem dúvida isso é muito legal, mas se você verificar seus rendimentos naquele ano verá que a doação foi uma fração ínfima.
  Os 500 mil foram um investimento em propaganda e marketing a nível mundial.
  Você que emprestou 500 reais a um amigo e não recebeu teve prejuízo, a celebridade que doou 500000 reais a uma ONG teve um “lucro” danado em termos de imagem.

  O envolvimento de Muhammad com projetos humanitários foi legal, mas daí a venera-lo por conta disso vejo como um exagero.
  Se envolver em escanda-los ao invés de causas humanitárias seria Muhammad abusar da sorte.

  Veja o caso de outras celebridades:


“Ronaldo Fenômeno é acusado de não pagar programa a travesti.” [Extra/Globo]


Esposa de Johnny Depp pede divórcio e acusa ator de violência doméstica”. [Clic RBS]


“Em 2005, tabloides britânicos divulgaram fotos da então super modelo Kate Moss supostamente usando cocaína.
  Na época, a repercussão negativa do caso fez com que a top pedisse desculpas e perdesse contratos importantes.” [IBahia]

Charlie Sheen disse ainda que sofreu "extorsões", já que lhe pediram dinheiro para manter o segredo de que ele era portador do vírus da Aids.
  De acordo com o ator, houve gente que cobrou "milhões" para não falar publicamente sobre o vírus.” [Globo]

  Por vezes a celebridade ganha dinheiro mantendo uma imagem “negativa.”

  Charlie Sheen sempre teve uma vida desregrada, diziam que na série 2 Homens e Meio Charlie interpretava ele mesmo e isso atraia mais fãs.
  Mas a ocorrência da AIDS se ele pudesse teria escondido.

  No passado cantores/bandas principalmente de Rock destruíam hotéis, se envolviam em orgias e uso de drogas para passar um ar de “rebeldes”.
  Houve uma época que a rebeldia era idolatrada como uma luta contra o sistema.
  Sexo, drogas e Rock.
  Infelizmente isso chegou até nossos dias.
  Professora defecando na rua em protesto.
  Estudantes querendo “acabar com tudo isso que está aí” através da invasão e cerceamento de direitos.
  Principalmente nos Estados Unidos vemos artistas se mantendo na mídia bebendo em excesso, se drogando, vazando nudes ... tem muitos fãs que gostam.
  Cantores de rap tem que manter a imagem de maus, de bandidos...

  Enfim, para bem ou para mal o artista tem essa necessidade de se manter na mídia.
  É o velho mote:

  Falem bem ou falem mal, mas falem de mim.

  O que a celebridade não quer é ser esquecida... quer ter paparazzi e  ser reconhecida na rua.
  Alguns conseguem a eterna idolatria, Muhammad Ali sem dúvida conseguiu.
  No entanto para eu, foi só um grande pugilista e ponto.

  Eu nem assisti as lutas de Muhammad e os vídeos da época são bem toscos.
  Minha memória de grande boxeador foi Mike Tyson um grande boxeador e ponto.
  Tyson não cuidou bem da imagem, até mordeu um adversário no ringue, sua imagem atualmente não lhe rende muito dinheiro.






Anterior          <>        Próximo 

sábado, 18 de junho de 2016

Povo Eleito

  “O problema é que, quando não achamos a resposta lógica, nos contentamos com a resposta idiota.”
[Dr. House]

  No meu caso quando não acho a resposta lógica, assumo que não sei e continuo procurando.


________________________________________________
  “Lógica é uma parte da filosofia que estuda o fundamento, a estrutura e as expressões humanas do conhecimento.
  A lógica foi criada por Aristóteles no século IV a.C. para estudar o pensamento humano e distinguir interferências e argumentos certos e errados.
  As falácias que são falhas na argumentação possíveis de serem percebidas são bastante usadas no estudo da lógica, pois auxilia na detecção de verdades e falsidades.” [Brasil Escola]
_________________________________________________    

  Subversão da Lógica eu falo quando o quê tem grande de chance de acontecer não acontece.
  Vou explicar de maneira bem tosca/linear depois ampliamos.

  Imagine que tem um copo com água até a boca na mesa da sua casa, esse copo completamente cheio está exatamente no centro da mesa.
  Você mora sozinho e só você tem a chave para entrar no imóvel.
  O que é lógico acontecer quando você volta para casa?
  Há quase 100% de probabilidade que o copo esteja exatamente no centro da mesa, se o dia estiver muito quente o nível da água baixou um pouco.
  Se o copo não estiver no centro ou o nível de água baixar mais do que o esperado houve alguma interferência.
  Se o copo não está no centro temos duas deduções lógicas.
  Alguém entrou e mexeu no copo ou ocorreu um pequeno terremoto.    [Exagerando as possibilidades.]
  Bem, um terremoto capaz de deslocar um copo na mesa, de certo seria noticia se não temos essa notícia só sobra a conclusão que alguém deslocou o copo.
  Sem a notícia a explicação que o copo foi deslocado por um terremoto vira uma falácia.
  No acidente de Mariana [Rompimento da Barragem] uma das explicações cogitadas foi que ocorrera um terremoto, mas nenhum sismógrafo registrou qualquer abalo.
  O argumento ficou falho, pois o fato não foi comprovado.
  Mas entenda que o argumento seria valido se de fato tivesse ocorrido o terremoto.
  Terremotos abalam estruturas, movem coisas.

  Voltando ao nosso caso do apartamento...
  Podemos deduzir com certeza que alguém entrou no imóvel?
  Com certeza não.
  Se você não tem nenhum animal de estimação ainda resta a possibilidade de um rato, aqui no Brasil eles são comuns.
  Seria distante das possibilidades pensar em um castor uma vez que esse animal não faz parte da nossa fauna.
  Seria fantasioso pensar em formigas superpoderosas uma resposta bem idiota.

  O importante é você entender que pela lógica o copo deveria estar no centro da mesa e cheio de água.

  Se a lógica não ocorreu houve alguma interferência que subverteu a lógica
  Vamos ampliar...

Judeus são cerca de 14 milhões no mundo todo.

  Sendo tão poucos a lógica seria que eles não tivessem um grande destaque em termos de civilização.
  Como acontece com Caxemires, Tibetanos, Curdos, Bascos... aborígenes.
  O que observo com relação aos judeus é uma grande subversão da Lógica.

  Se o pacto de Deus com Abraão é só uma lenda como explicar esse protagonismo dos judeus em tantas frentes?

  Sabiam que Mark Zuckerberg é judeu?
  Marx judeu.
  Freud judeu.
  Einstein judeu.

  O pacto mencionado na Bíblia é uma resposta idiota?
  Bem, é no mínimo intrigante, o fato é que o fenômeno ocorre.
  Se você procurar por judeus entre os indivíduos mais ricos e influentes em diversos campos irá se surpreender com a quantidade.
  Silvio Santos? Judeu.
  Joseph Safra? Judeu.

   Joseph Safra nasceu no Líbano, filho de Jacob e Esther Teira Safra, numa família de origem judaica.
   É um banqueiro, empresário e filantropo libanês, naturalizado brasileiro, cofundador do Banco Safra, que chegou ao Brasil em 1962. É considerado o segundo homem mais rico do Brasil.

  Você percebe que não tem lógica.

  Alguns teorizam que os judeus tem a tradição de educar bem os filhos.
  Mas isso não é algo exclusivo da cultura judia.
  Estamos falando de indivíduos que para o bem ou para o mal tem uma influência inexplicável na humanidade.

Veja o caso de FREUD.
  Eu considero a psicanálise uma aberração algo extremamente inferior a Filosofia e no entanto o judeu Freud conseguiu dar lhe um destaque que claramente moldou muito nossa atual sociedade.
  Por caminhos tortuosos a psicologia foi fortemente ligada ao nome de Freud e dominou o século passado.
  Pessoas mais bem informadas sabem que a Psicologia é bem anterior a Freud, mas para “massa” Freud é o pai da Psicologia.
  A Filosofia mesmo sendo mais completa foi culturalmente suplantada pela psicologia.
  Psicólogos tem um grande campo de trabalho enquanto que quem se forma em filosofia ...
  Você vê com frequência alguma empresa contratando filósofos?

  O que dizer de MARX?
  Mesmo sua teoria se mostrando um tremendo fracasso conquistou mentes e corações, está fortemente presente nas nações de todo mundo.
  O Socialismo já deveria estar morto e enterrado, mas continua a dividir povos.
  Vejam o caso da França, seu povo ainda defende uma forte intervenção do Estado na economia.
  Atualmente a grande disputa ali é partido Comunista contra partido Socialista.
  Na França não temos nem as desculpas esfarrapadas que ouvimos no Brasil ... educação de baixa qualidade, colonização portuguesa, miséria e desigualdade social.
  Até nós Estados Unidos recentemente um candidato com viés socialista teve grande sucesso nas primárias.
  A sociedade passa por constantes mudanças eu entendo debatermos formas de melhorar o Capitalismo eu mesmo faço diversas sugestões.
  O que não entendo é gente querendo implantar o Socialismo, diante do que conhecemos da historia ... não tem lógica, subverte o bom senso.

  O que falar de EINSTEIN?
    Sem dúvida uma das mentes mais brilhantes dos últimos 100 anos.
    Dispensa comentários.

  Esse protagonismo judeu, “sugere” algum fenômeno que de certo merece a atenção da Filosofia/Ciência.

  Podemos ignorar esse fenômeno ou nos contentarmos com respostas “idiotas” ... acaso, coincidência, magica.
  Minha mente cientifica não consegue ignorar o fenômeno, é um enigma a ser decifrado.
  Por enquanto assumo que NÃO SEI porque esse protagonismo acontece.
  Dessa forma nenhuma tentativa de explicação é “idiota”, tudo deve ser considerado e submetido a analise lógica.
_______________________________________________
“Existe um motivo simples para o povo judeu ser o povo escolhido.
  Porque quase todos os povos são religiosos, e costumam entrar em conflito, todos pedem ajuda de Deus, mas os vencedores sobreviventes vão atribuir sua vitória a Deus e a crença de ser o povo escolhido.
  Já os derrotados são escravizados ou mortos e são obrigados a adotar a crença dos vencedores. [Comentarista no G+]
________________________________________________
  Os judeus foram subjugados pelos Romanos, então deveríamos adorar Apolo ou Zeus.
  Essas entidade eram a crença do povo vencedor, os romanos.
  O argumento do comentarista é um tiro no próprio pé.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  “Judeus, o povo que mais acreditava na proteção divina e morreram milhões no holocausto”. [Post no G+]

  A União Soviética foi o primeiro estado a objetivar a eliminação completa da religião e sua substituição pelo ateísmo universal.
  Perdeu cerca de 24 milhões de pessoas na Segunda Guerra.
  O Judeus perderam cerca de 6 milhões, mas sem exército conseguiram um Estado ... só por Deus

Inglaterra
Soldados mortos 383.700
Civis mortos 67.200
Total 450.900
Porcentagem de mortos 0,94%

Estados Unidos
Soldados mortos 416.800
Civis mortos   1.700
Total 418.500
Porcentagem de mortos 0,32%

URSS
Soldados mortos 10.922.000
Civis mortos 18.184.000
Total 24.000.000
Porcentagem de mortos 14,24%

  Israel não existia e passou a existir. [Teísta]
  A URSS existia e deixou de existir.  [Ateísta]
  Estados Unidos e Inglaterra continuam numa boa. [Teísta]

  Se ainda não está convencido da desmedida influência dos judeus na sociedade moderna lembre se que Jesus era judeu.
  Cristianismo é a maior corrente religiosa do Planeta.
  Aqui não estou falando de religião ... frequentar uma igreja.
  Estou falando de religiosidade:

  “A religiosidade popular reúne crenças, práticas, rituais, narrativas, símbolos originários de outras fontes que não àquelas aceitas pelas lideranças religiosas, mas sendo por essas lideranças toleradas, embora tidas como errôneas.”

  Eu não tenho crenças, respeito símbolos em respeito a outras pessoas, mas em minha vida símbolos não representam nada.
  Sou “espiritualista”, mas não no sentido de acreditar em seres mágicos.

  Acredito em espíritos como outras formas de vida, “talvez” uma forma de vida que somos essencialmente.

  Quando olhamos uma lagarta é difícil visualizar uma borboleta.
  Quando olhamos um corpo biológico é difícil visualizar um corpo espiritual.
  No entanto vemos borboletas e sabemos que são uma transformação da lagarta.
  Com relação a espíritos presenciamos contato com outras consciências difíceis de explicar por alguma propriedade de nosso cérebro por enquanto eu não sei o que é.
  Os rumos que a humanidade toma sugere alguma interferência não ao acaso, mas parece obedecer um plano, tem um propósito.
  Só isso explica o fracasso da teoria darwinista.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Você acha lógico Mark Zuckerberg ter todo o sucesso que tem?

  Eu não.
  Ele não fez nada de tão original.
  Em 2006 eu trabalhava tanto que não tinha tempo para redes sociais, mas lembro que o Orkut fazia um enorme sucesso.
  Como não participei (entrei quando estava no fim) não tenho como comparar Face e Orkut, mas colegas que participaram não sabem explicar porque as pessoas migraram em massa para o Face.
  Eu participo do Google+ e acho uma Rede Social muito melhor organizada, ferramentas muito boas, no entanto nem se compara a popularidade do Face.

  O que falar do WhatsApp que foi comprada por Mark Zuckerberg?
  Outros aplicativos como o Telegram são tão bons quanto e até melhores em alguns aspectos, porque o “Zap Zap” lidera soberano?

  Concluímos que Mark não criou nada de tão original e nem trouxe uma grande inovação que possamos destacar.
  O sucesso de Mark tão jovem é uma subversão da lógica.
  Mais uma, das incontáveis que podemos observar no povo judeu...

  Deus disse a Abrão:
  “Sai-te da tua terra para a terra que eu te mostrarei.
    Farei de você uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
    Abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.”
[Gênesis 12:1-3]

  Coincidência, acaso?


 “Decifra-me ou te Devoro!”

  Eu sou pobre. Abraão, Davi, Salomão, Jacó... eram muito ricos.
  Todos eles viveram muitos prazeres em seu tempo, Salomão teve mais de 1000 mulheres, Davi e Abraão viajavam, viviam com fartura...
  Vocês realmente acham que a salvação do pobre William é mais provável que a do rico Jacó?
  Você acredita que eu William estou mais cotado para ir para o céu que Salomão?

  Segundo a Bíblia você não é salvo por obras, mas sim pela graça/vontade de Deus.
 Se Deus te mantem pobre/lascado aqui na Terra, porque acredita que terá melhor sorte com ele depois que morrer?[Terapia da Lógica]


Anterior          <>        Próximo 

sábado, 11 de junho de 2016

Lista de Ateus

  “Você não necessita de inteligência para ter sorte, mas necessita de sorte para nascer inteligente.”
  [Texto Judaico]

  É comum ateus colocarem em destaque pessoas “importantes” que segundo eles são ateias.

  Em primeiro lugar vamos para uma matemática básica.
  Suponhamos que 10% da humanidade seja de ateus, pessoas que defendem que somos apenas maquinas biológicas sem mais nada que possa ter uma conotação “espiritual”.
  Em tempos atuais estamos falando de 700 milhões de pessoas presentes em todos os lugares do mundo.
  Pela teoria dos 8,3% seriam pelo menos 581 milhões de ateus.

  Caraca, se de tanta gente não saísse alguns “gênios” ou pessoas que se destacam por algum talento, seria algo impressionante.
  Lembrem-se que nos textos anteriores eu não falo de deficiência intelectual dos ateus, mas sim a ausência de uma habilidade em seus cérebros.

  “Ateus tem alguma “deficiência” genética que impossibilita a percepção de um mundo invisível?”

   Concluímos que o fato de muitos ateus serem pessoas de destaque na história da humanidade não é algo tão importante quanto essas listas de ateus querem nos fazer acreditar.
  São mais uma curiosidade.
  Einstein era do signo de peixes ... e daí!?
  Mark Zuckerberg é ateu ... e daí!
  O que me incomoda são as mentiras ou deduções muito superficiais.

  Em debate um ateu disse que se não fosse o “ateu Bill Gates” desenvolver o Windows não teríamos computadores!

   Gates NÃO desenvolveu o computador ele criou um sistema operacional para computadores que obviamente já existiam.
  Antes do Windows tinha o pouco pratico DOS, mas que exigia pouca memória.
  Sistemas mais eficientes só foram possíveis com a evolução dos computadores.
  Gates não estava sozinho, ele apenas desenvolveu um sistema que caiu mais rapidamente no gosto popular.
  A Apple/Jobs desenvolveu um sistema até melhor que o Windows, mas Gates foi mais habilidoso ou teve mais “sorte” comercialmente...
  No entanto não é sobre isso que quero escrever.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

 Bill Gates é ateu?

  Bill Gates, o homem mais rico do mundo, revelou em uma entrevista recente que vai com sua família a uma igreja católica e que a moralidade religiosa inspira muito de seu trabalho de caridade.

  “Creio que os sistemas morais da religião são super importantes.
   Criamos nossos filhos de uma forma religiosa; eles foram para a Igreja católica onde Melinda vai e eu participo.
  Eu tenho muita sorte, e portanto, devo isso para tentar reduzir a desigualdade no mundo.
  E isso é um tipo de crença religiosa, quero dizer, é no mínimo uma crença moral”.
        [Rolling Stone]

  Bill Gates é um ser humano como qualquer um de nós só que muito mais rico ....
  Ele passou por várias fases na vida.
  Ateus gostam de dizer que Gates é ateu, mas ele se encaixa mais como AGNÓSTICO.
  Eu nasci em uma família católica, depois fui protestante, nunca consegui ser ateu, fui Kardecista e hoje sou um Livre Pensador.

  Se Gates conseguiu ser ateu foi por pouco tempo.

  Na maior parte do tempo o vejo como agnóstico.
  Se Gates é ateu porque criaria seus filhos de forma religiosa?
  Eu sou capitalista, nem me imagino colocando minhas filhas em alguma instituição com ideais comunistas.
  Um ateu convicto participando do Catolicismo 😲!
  Tá bom, Gates igual qualquer mortal homem pode ter cedido ao pedido da esposa.
  Mas porque não destacar isso?
  Minha esposa quando pode vai a cultos evangélicos e leva minhas filhas eu não participo.
  Será que o poderoso Gates é tão subserviente a esposa que elogia o cristianismo apenas para não contraria-la!


  E Steve Jobs?
  Quando jovem, Steve Jobs converteu-se ao Budismo e chegou a pensar em se dedicar totalmente à filosofia, abrindo mão dos negócios e vivendo como monge em um monastério do Japão.
  Jobs deixou de ser “religioso” no sentido de frequentar templos, mas pessoas próximas dizem que o budismo orientava sua vida.

  E Mark Zuckerberg?

Filho de um dentista e de uma psiquiatra, Mark Elliot Zuckerberg nasce em uma família judia, em 14 de maio de 1984.
  Mesmo sendo de uma família que professa uma religião mais tradicional, considera-se ateu.

  Seu Bar Mitzvah (rito de passagem que os meninos judeus têm aos 13 anos de idade e marca sua maturidade) foi temático de Star Wars.

  Seu maior ídolo é Bill Gates, e ele parece estar seguindo seus passos. Mark já é um grande filantropo, assim como sua esposa.

  Pesquisei um pouco a vida de Zuckerberg e fiquei surpreso com sua inteligência.
  Eu pensava que ele era apenas mais um nerd com bom conhecimento de informática e muita sorte.
  Bem, para conseguir tudo que ele conseguiu até o momento alguma sorte é indispensável, mas senti em sua biografia sinais de genialidade.
  Se ele é totalmente ateu minha aposta é que caminhará para ser agnóstico.
  Zuckerberg está com 32 anos.

  Não acredito que Zuckerberg daqui uns dez anos ainda terá certeza que somos apenas máquinas biológicas.

  Mas tem algo interessante que não precisamos esperar para conferir.
  Minha crença que não estamos sós nesse planeta vem de observar a subversão da Lógica.
  Algo que de certo a mente brilhante de Zuckerberg mais cedo ou mais tarde terá que admitir...

  I’ll be back



Anterior          <>        Próximo

sábado, 4 de junho de 2016

Distorção das Estatísticas

  “Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.”
[Louis Pasteur]
 
  Plagiando Pasteur:

  “A ignorância nos faz acreditar em seres mágicos espirituais.
   Pouco conhecimento nos afasta da espiritualidade.
   Muito conhecimento nos aproxima da espiritualidade, não como magica, mas como forma de vida”.
  [William Robson]


  E quando o indivíduo não é ignorante, tem muito conhecimento e mesmo assim não admite nem a hipótese de não estarmos sozinhos nesse planeta?

  Defende com toda certeza do mundo que somos apenas maquinas biológicas.
  Eu encontro muitos indivíduos assim nos meus debates, até semana passada eu os considerava simplesmente ateus fanáticos, mas um desses ateus me trouxe uma provocação, minha mente entrou em espiral e ... aqui estamos nessa sequência meditativa.
_________________________________________________
 “Você (William) está seguindo o caminho:

TEÍSTADEÍSTAPANTEÍSTAAGNÓSTICOATEU

  Na questão dos espíritos você deve voltar para a escola e estudar ciência básica.” [Comentarista Ateu no G+]
__________________________________________________

  Eu fui muito além da ciência básica.
  Mas não acredito em um “Deus Pessoal”, um ser magicamente poderoso criador de tudo, retratado fielmente na Bíblia ou qualquer outro livro sagrado.
  Há forças ou seres muito interessantes nesse planeta, ateus devem ter alguma deficiência física para não serem capazes de perceber.
  (Aqui minha mente entrou em espiral...)

  Todos teriam a mesma capacidade de comunicação?
  Já vimos que não.
  Nossa capacidade de captar ondas ou emitir ondas varia de pessoa para pessoa.

  Eu acho incrível como ateus colocam qualquer fenômeno “difícil de explicar” nos campos da ilusão, fraude ou coincidência.
  É evidente que em qualquer fenômeno devemos considerar essas possibilidades.
  Mas o intrigante é que talvez por “falha de genética” os ateus não consigam ir além disso.

  Até os ateus fanáticos concordam que não surgimos espiritualistas.
  Em algum momento “evolutivo” a mente humana sofreu uma mutação conseguindo uma comunicação melhor (ainda que tosca) com outros seres.
  Entretanto essa mutação não alcança a todos com a mesma intensidade embora seja predominante.
  E porque é predominante?
  Porque ela se mostrou mais eficiente para nossa espécie.

  Os “pajés” eram aqueles que tinham a “mediunidade” mais desenvolvida e se tornaram muito influentes nas tribos de qualquer canto do planeta, em muitos casos eram mais temidos/respeitados que o líder do grupo.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O que diz a ciência moderna?

  “A equipe médica percebeu que quando entramos em estado de contemplação, algumas áreas do nosso cérebro são ativadas.
  O lobo pré-frontal, responsável pelo controle das emoções e o lobo frontal aumentam de tamanho.
  Outra área ativada é o lobo temporal.
  Pela estimulação cerebral, com aparelhos especiais, ou também pelo eletroencefalograma, os especialistas perceberam que existe um quarto estado de consciência, que é o estado de meditação.
   Neurocientistas começaram a identificar pequenas estruturas, alguns pequenos comportamentos neurobiológicos que podem nos diferenciar.
  “Você pode ter nascido com uma maior probabilidade, uma maior tendência de desenvolver circuitos neurais que te capacitam vivenciar uma experiência que pode ser por você definida como uma experiência mística, transcendental.
   Em contrapartida, você pode ter pessoas que mesmo orando, que mesmo participando de rituais, que mesmo profundamente, não consigam ter estas expansões de consciência, estas experiências ditas místicas, religiosas”.
  O neurocirurgião Raul Marino Júnior complementa que existem ondas rápidas quando estamos desperto, ondas muito lentas quando o indivíduo está em estado de coma e tem as ondas muito especificas quando estamos dormindo.
  Na meditação existe um tipo característico de onda que mostra que a pessoa está em transe.
  É um transe benigno, melhor que o sono”. [G1]

  A religiosidade é algo recente na história da humanidade.
  Não há notícias de outros primatas se comportando religiosamente.
  Isso surgiu no sapiens como algum tipo de mutação cerebral.
  E foi tão mais eficiente que quem não tinha essa mutação foi sendo subjugado.

  Vejam o caso dos ateus no Brasil.
  Politicamente não apitam nada, não são capazes de elegerem representantes.
  Aqui até no partido Comunista [que defende ideais de Marx que era claramente contra religiões] os políticos em sua maioria não se declaram ateus.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Ateus alardeiam o crescimento dos “sem religião” como prova que o ateísmo é o futuro da humanidade.

  TEÍSTADEÍSTAPANTEÍSTAAGNÓSTICOATEU

 TEÍSMO (do grego Théos, "Deus") é a crença na existência de deuses, seja um ou mais de um, no caso de mais de um, pode existir um supremo.
  O teísmo não é religião, pois não se trata de um sistema de costumes, rituais e não possui sacerdotes ou uma instituição.
  Teísmo é apenas o nome para classificar a opinião segundo a qual existe ou existem deuses.

  DEÍSMO é uma posição filosófica naturalista que acredita na criação do universo por uma inteligência superior (que pode ser Deus, ou não), através da razão, do livre pensamento e da experiência pessoal, em vez dos elementos comuns das religiões teístas como a revelação direta, ou tradição.

 PANTEÍSMO é a crença de que absolutamente tudo e todos compõem um Deus abrangente ou que o Universo (ou a Natureza) e Deus são idênticos.
   Sendo assim, os adeptos dessa posição, os panteístas, não acreditam num deus pessoal, antropomórfico ou criador.
  A palavra é derivada do grego pan (que significa "tudo") e theos (que significa "deus").

  AGNOSTICISMO é a visão filosófica de que o valor de verdade de certas reivindicações, especialmente afirmações sobre a existência ou não existência de qualquer divindade, mas também de outras reivindicações religiosas e metafísicas, é desconhecido ou incognoscível.
  Agnóstico vem do grego: a-gnostos, ou seja, não-conhecimento, aquele que não conhece.
  Para um agnóstico, a razão humana é incapaz de prover fundamentos racionais suficientes para justificar tanto a afirmação de que Deus existe quanto a afirmação de que Deus não existe.

  ATEÍSMO, num sentido amplo, é a ausência de crença na existência de divindades.
  O ateísmo é oposto ao teísmo, que em sua forma mais geral é a crença de que existe ao menos uma divindade.
  O termo ateísmo, proveniente do grego clássico (atheos), que significa "sem Deus",

  Aqui cabe um paralelo com tons de pele no Brasil.


  Temos o branco.
  Temos o negro.
  Temos o índio.
  Da miscigenação temos o pardo.

  Alguém decidiu que pardo é negro e não se fala mais nisso.
  Então a maioria da nossa população é negra!!

  Oras, porque não decidir que pardo é branco ou índio!?
  Para eu pardo é pardo, é o tom de pele que mais cresce no Brasil.

  O pardo abrange:

  Mameluco, mestiço de branco e índio.
  Cafuzo é resultado da união entre negro e índio.
  Mulato, resultado da mistura de europeus e africanos

  Para eu “sem religião” é “sem religião”.
  Porque decidir que são ateus!?

  Os ateus estão no grupo dos sem religião, mas não são o grupo dos sem religião.
  É como se separássemos o grupo dos brancos e dos “não brancos”.
  Os negros estariam no grupo dos “não brancos”, mas não seriam todo o grupo.

  Você não vê a importância desse paralelo 😲!
  Na pratica, na vida real, faz toda diferença do mundo.
  Aqui é só um debate teórico, mas a “distorção dos números” criam efeitos reais.
  Vejam o sistema de cotas.
  Se colocarmos pardos como negros pelo menos 54% da população tem direito a cotas. [Que já são pra lá de questionáveis]

  No caso das nações.
  Se colocarmos os “sem religião” como ateus temos a ilusão que uma nação é majoritariamente ateia quando na realidade ela é muito espiritualizada, o Japão é um bom exemplo.
  Seu filho pode ser induzido a uma ideologia com informações falsas e só perceber a enganação depois de muitos desenganos.

  É evidente que esses são apenas dois casos mais fáceis de serem observados.
  É interessante que você Livre Pensador ao se deparar com um dado estatístico se inteire da metodologia usada.
  Procure saber se a fonte é minimamente confiável.
  Feito isso:

  A Filosofia [A visão Holística] é o que deve nos conduzir na interpretação da Matemática.

  A “equação” que até agora é observável na minha vida é:

  Religioso “Tentativa” de ser ateu espiritualista

 A “mutação genética” é muito forte em mim.
 Quando estou meditando ... “o invisível me salta aos olhos.”

  “Como podem achar que Deus está morto, se lhes mostrei o Diabo.” [Possuídos]

I’ll be back..







  Distorção das Estatísticas Distorção da Percepção Distorção dos Resultados/Soluções Ineficiência

Anterior          <>        Próximo