sábado, 24 de setembro de 2016

Qual o seu valor?

  "Se" nascemos todos iguais e construímos uma sociedade “igualitária” onde todos tem as mesmas coisas; não tem disputa, não tem injustiça, não tem guerra. ☛[Repense]

  O enigma a ser decifrado é óbvio:

  Nascemos todos iguais?

  Tenho 2 filhas criadas de maneira bastante “igualitária”.
  [Mesmos direitos e oportunidades]
  Entretanto apresentaram gostos diferentes desde cedo.
  Uma gosta de filme de terror outra não quer nem olhar.
  Uma gosta de games a outra não liga muito.
  Uma prefere navegar na Internet por smartphone outra por notebook.

  Como podemos pensar em uma sociedade satisfatória onde todos tem tudo muito semelhante se temos vários gostos?

  Que governo pode decidir por nós o que devemos gostar?

  Se os gostos são diferentes a disputa em algum momento é inevitável.
  Se há apenas um televisor e duas pessoas querem ver uma programação diferente alguém tem que ceder pelo debate ou uma disputa qualquer como um singelo par ou ímpar.
  A disputa de par ou ímpar é uma competição.

  O que é o debate senão uma competição pela melhor argumentação?

  Os pensadores que defendem que nascemos uma folha em branco disputam ideologicamente com os que defendem que nós já nascemos com certos marcadores em nossa personalidade.

  Eu sou do opinião “que vença o melhor”.
  Não consigo imaginar nossa sociedade evoluindo sem competição.

  Educar nossas crianças para não jogar, não competir, é um erro.

  A educação deve ser no sentido de respeitarem as regras do jogo porque ele é inevitável.
  Nós enquanto sociedade devemos estar constantemente meditando sobre as regras do jogo de acordo com a sociedade que queremos.
  Se somos coniventes com a corrupção (por exemplo) inevitavelmente ela fará parte do jogo e nos trará nefastas consequências.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O esporte é um bom treinamento para nossas crianças, mas o que estamos fazendo do esporte?

  Durante as olimpíadas minhas filhas disseram que era uma injustiça as mulheres ganharem menos que os homens no futebol.
  Perguntei por que e elas disseram que as moças estavam jogando bem e os homens mal.

  Não irei reproduzir o diálogo na íntegra, apresentarei a vocês o porquê dos homens ganharem melhor no futebol [pelo menos os grandes nomes] e isso servirá de base para inúmeras outras situações.

  Minha esposa jogou futebol por um breve tempo, que eu me lembre foram poucas partidas.
  Fora isso nunca vi minha esposa se interessar por jogo de futebol.
  Minhas filhas nem se fala, mesmo o jogo das moças eu não as vi assistir nenhum na íntegra.

  Eu já joguei muito futebol, não tenho idéia de quantas partidas de futebol de campo e salão já disputei, não me surpreenderia se passassem de mil.
  Confesso que estou cada dia mais chato, não acompanho mais futebol, mas já assisti muito, torci muito pela Seleção Brasileira, pelo São Paulo e Ponte Preta.

  Futebol não faz mais parte da minha vida, mas continua sendo um grande prazer para muitos homens.
  Muitos participam de torcidas organizadas, promovem bonitas cenas de festas nos estádios e também tristes cenas de confronto, barbárie com mortes e depredações.

  O fato é que uma partida de futebol masculino tem grande demanda e é daí que vem o dinheiro.

  Porque empresas tem interesse em patrocinar o Flamengo ou o Corinthians?
  Porque eles atraem público, tem gente interessada em pagar ingressos e assistir partidas na TV.
  Se as brasileiras não se interessam em jogar futebol, se não se interessam em assistir as partidas porque alguém iria patrocinar?

  O dinheiro para igualar o salário das jogadoras ao dos jogadores vai sair de onde?
  O governo vai bancar com nosso dinheiro dos impostos!?

   Igualitarismo, em filosofia política, é uma doutrina que defende a igualdade de direitos e oportunidades, para todos os seres humanos, tanto no âmbito político como no âmbito econômico e social.
  [Wikipédia]

  Note que as mulheres tem direito de jogar futebol, não tem nenhum cerceamento quanto a isso.
  Como igualar as oportunidades é que são elas...
  Para eu fica claro que o igualitarismo não é nenhum palavrão, algo a ser demonizado, mas devemos ter consciência das limitações desse conceito.

  Você sabia que os comercias televisivos no horário das novelas custam uma pequena fortuna e que esse comerciais são em grande parte destinados ao público feminino.
  Porquê?
  Porque as brasileiras se interessam por esse tipo de programação.

  Mulheres e Homens são “iguais” mas elas gostam de novela e eles de futebol ... não são tão iguais.

  O que tem mais valor uma propaganda no horário da novela ou no horário do futebol?

  Quem “merece” ganhar mais o jogador Lionel Messi ou o ator Brad Pitt?

  Entenda essa regra do jogo da vida.

  Nosso valor e o valor das coisas a nossa volta é definido pelos outros.

  Sei que esse conceito é difícil de assimilar as pessoas sem perceberem são prepotentes e arrogantes.
  Acreditam que com fé, amor, perseverança, dedicação … podem conquistar qualquer coisa.
  Acreditam que tudo se resume a vontade delas.
  O jogo, a competição por vezes lhes impõe a dura realidade e por isso são evitados.

  Como um jogador “se valoriza”?

  [Vamos limitar isso a ser reconhecido como eficiente e/ou ter boa renda em função da sua atividade.]

  Dando o melhor de si nos treinamentos, buscando boas oportunidades ... mas o que vai mudar é um olheiro gostar do que está vendo e encaminha-lo para um bom clube.
  Seu prestigio, seu salário virá de quantos os outros reconhecem sua “competência” em qualquer atividade.

  E não se iluda buscando uma fórmula mágica.
  A fama, o sucesso não são processos lógicos.
  Lembre-se que comecei o texto falando de “gostos”.

  Porque um desenho como Peppa Pig faz sucesso, rende muito dinheiro para seus autores?
  Uns traços grosseiros, historias tão parecidas com tantos outros desenhos.
  Não sabemos porque uma coisa vira “moda”, atrai o gosto popular.

  O importante nesse texto é você entender que o “seu valor” no jogo da vida é estipulado pelas pessoas a sua volta.

  Quanto maior o seu valor melhor são suas oportunidades.

  E os direitos?
  No próximo texto escreverei sobre um direito que está sendo negado a minha filha e de certo a seus filhos também ... por vezes quando um direito lhe é negado, um talento não é descoberto, e boas oportunidades são desperdiçadas.




  “CBF discute extinção de seleção permanente de futebol feminino.
    Para a alta cúpula da confederação, o futebol feminino 'não pega' no Brasil e no final, o que sobra é a conta para ser paga.”


Anterior          COMENTAR        Próximo 

sábado, 17 de setembro de 2016

Competição

  “Sem competição, ainda seríamos organismos unicelulares.”  
[House]

  “Uma proposta básica de muitas ideologias é acabar com a competição, “acabar com a luta entre classes”.
  A fraternidade seria irrestrita e ilimitada afinal somos todos irmãos.” [Repense]

  Poucos sabem, mas os Estados Unidos até 1940 não era uma potência militar.
  O capitalismo de boa qualidade praticado por eles os levou a ser uma grande potência econômica, mas seus gastos com as forças armadas eram bem modestos.
  Os americanos não viam sentido em gastar dinheiro com guerras.
  Quando você ouve falar que empresas americanas ajudaram tecnologicamente outros exércitos entenda que foram empresas americanas e não o governo americano.
  As empresas se interessavam em ter lucros e o governo em arrecadar impostos.
  Se a IBM fechou um contrato para fornecer algum equipamento ao exército alemão ... foi a IBM, uma empresa privada.
  Inclusive Hitler tinha um desprezo pelos americanos ele calculava que seria fácil subjuga-los justamente porque eles não se preparavam para algum confronto.
  Isso mudou com a ataque japonês a Pearl Harbor.
  O Capitalismo é tão eficiente, os americanos se armaram tão rapidamente que surpreendeu todos os poderosos da época.

  O problema é que com a vitória sobre Hitler os americanos pegaram um certo gosto pela guerra, sua indústria bélica não parou mais de crescer.

  O que aconteceu no Vietnã?

  O congresso americano insanamente quis criar um grande constrangimento ao presidente em exercício e parou de liberar verbas.
  Tiveram o apoio de boa parte da população que se comoveu com imagens e relatos vindos do front.

  A lógica pedia liquidar a fatura no Vietnã, vencer mais essa guerra e depois questionar os altos gastos do exército.
  Mas infelizmente a lógica não predominou e deu no que deu um grande fiasco histórico.

  Com as guerras se tornando tão altamente destrutivas e muitos países com tecnologia nuclear os confrontos bélicos passaram a ser evitados e surgiu o termo “guerra fria”.

  O que tudo isso tem a ver com atletismo/esporte?

  Desculpe, eu me empolguei, saí do rumo, vamos voltar.

   Hitler sediou uma olimpíada na Alemanha ele investiu muito em esportes, sua intenção era mostrar ao mundo a superioridade da raça ariana.
  Claro que o mundo não queria ver isso.
  Quem pode investiu pesado no esporte para melar a propaganda nazista.

  Mais tarde quando surgiu o impasse armamentício o jeito encontrado pelos regimes de mostrar superioridade foi a de se promoverem através das mais diversas disputas.
  De jogo de xadrez, passando por atletismo e culminando com uma corrida tecnológica.

  Os países competiam entre si, mas a atenção principal estava voltada para os “blocos”.

  Capitalismo capitaneado por USA, Inglaterra e nações semelhantes.

  Socialismo capitaneado por URSS, Alemanha Oriental e nações semelhantes.

   Sem dúvida as grandes potências se enfrentarem em um jogo de xadrez, futebol ou em disputas de atletismo é bem melhor que partirem para guerra.

  Para eu uma coisa fica bem clara.

   A competição faz parte da nossa natureza.
  Os governos são reflexos de nós mesmos.

  As guerras são uma forma bárbara de um povo mostrar que é melhor que o outro.
  O esporte é uma forma civilizada de dar vazão aos nossos instintos sem partir para guerra.

  E com esse gancho entraremos em um filosofia complexa.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Existe uma guerra ideológica. (Entre tantas)

  Um lado defende que todos somos iguais ou devemos tentar ser.
  O outro defende que não somos iguais e nem devemos tentar ser.

  Um lado é contra a competição justamente porque ela evidencia as diferenças.
  Se desejamos eliminar ou diminuir as diferenças devemos desestimular a competição.
  Para efeitos didáticos vou chamar esse grupo de “todos iguais”

  O outro lado defende a competição justamente para evidenciar no que somos diferentes, descobrirmos nossas habilidades ou falta delas.
  Vou chamar esse grupo de  “que vença o melhor”

  Eu entendo o grupo dos todos iguais.
  Vamos a uma ilustração.
  Você tem 3 filhos e lhes dá 3 celulares exatamente iguais.
  Não tem porque um pegar o celular do outro, não tem porque um se sentir injustiçado.
  Não tem disputa, não tem briga não tem guerra.

  "Se" nascemos todos iguais e construímos uma sociedade “igualitária” onde todos tem as mesmas coisas, não tem disputa, não tem injustiça, não tem guerra.

  O enigma a ser decifrado é óbvio:

  Nascemos todos iguais? 

To be continued...
 
Por enquanto perceba que ficamos idosos bem diferentes...





Anterior          COMENTAR        Próximo

sábado, 10 de setembro de 2016

Educação Física

  “Nenhum cidadão deve ser um amador em matéria de treinamento físico.
  Que desgraça é para o homem envelhecer sem nunca ver a beleza e a força do que o seu corpo é capaz.”
  [Sócrates]


  Por muito tempo a força física foi fundamental na humanidade.
  O motivo é óbvio, nosso baixo desenvolvimento tecnológico.
  Não havia nem necessidade de alguma atividade física extra, sobreviver já era um teste físico constante.
  Vou pegar apenas um exemplo e podemos projetar para qualquer coisa.
  Nos primórdios nossos armamentos exigiam força e destreza física.
  Arco e flecha, espada, adaga, lanças.
  Mesmo que você estivesse em tempo de paz e raramente usasse esse tipo de arma era interessante estar preparado fisicamente caso houvesse necessidade.

  No passado os jogos eram um preparatório para guerreiros.
  Porque você acha que existia o pentatlo?

   “Combinação de cinco esportes, o pentatlo é, de acordo com a mitologia, inspirado em Jasão e sua busca pelo velo de ouro.
  Era considerado o evento mais importante dos Jogos e seus vencedores eram coroados campeões olímpicos.
  Eram disputados salto em distância, arremesso de disco e lançamento de dardo em uma só prova - o atleta que vencesse os três era considerado o campeão, sem precisar disputar as outras duas provas, luta greco-romana e corrida.
  Atualmente, o pentatlo moderno tem natação, hipismo, tiro, esgrima e corrida.”

  No pentatlo “moderno” aparece o tiro.
  Quando surgiu o revólver a necessidade do homem se preparar fisicamente diminuiu bastante.
  Conseguir apertar um gatilho e treinar a mira bastava.

  No caso das mulheres a situação é similar, cuidar da casa sem as modernas facilidades era exercício de alto impacto, imagine se deslocar até um riacho para lavar roupas ou transportar lenha.

  Vamos avançar esse texto não é para rever o passado mas para preparar o futuro.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Qual a motivação que temos atualmente para fazer atividade física?

  Não é uma questão de sobrevivência.
  Hoje em dia temos as forças armadas para proteger as fronteiras e a polícia para violência interna. 
  Em último caso podemos conseguir uma arma, ficar treinando lutas não vai tornar nossa vida mais segura.
  Em caso de assalto possivelmente nosso agressor estará armado.

  Ter uma boa forma física não é uma questão de necessidade prática do dia a dia, tanto em casa quanto na trabalho o que mais fazemos é apertar botões e tocar telas.

  Nossa motivação atual para fazer exercícios é a estética entretanto sabemos que por convenção:

1 g de carboidratos = 4 calorias
1 g de proteínas= 4 calorias
1 g de gordura= 9 calorias

  Durante os exercícios queimamos primeiro os carboidratos, depois de cerca de 45 minutos é que o corpo começa a queimar as gorduras, podendo até queimar o próprio músculo antes de queimar gordura, é o chamado catabolismo.
  Numa conta tosca em uma atividade aeróbia normal se queima em torno de 600 a 700 calorias por hora o que dá cerca de 150 a 200 gramas de peso corporal, fora a água que se perde no suor.
  Para perder 1 quilo de peso corporal de uma só vez, peso mesmo não água, seria preciso queimar cerca de 6000 calorias, mais ou menos dez horas de corrida leve.  

  A Filosofia Matemática nos sugere que para manter o corpo dentro das proporções esperadas é mais eficiente fechar a boca que fazer exercícios.

  Outra motivação que temos para fazer exercícios é a manutenção da saúde.
  O problema é que quando somos jovens nossos órgãos são eficientes, a velhice parece algo tão distante.
  Quando somos adolescentes não pensamos como será quando estivermos na casa dos 60.

  O fato é que se não desenvolvemos gosto por alguma atividade física quando somos jovens com o passar dos anos fica mais difícil acontecer.

  Você acha que na vida moderna inevitavelmente seremos sedentários?
  Estados Unidos e Inglaterra são sociedades capitalistas bem mais modernas que a nossa.
  Como explicar o sucesso deles nas olimpíadas?


To be continued...





Anterior          COMENTAR        Próximo 

sábado, 3 de setembro de 2016

Jesus e os Porcos

  Uma grande manada de porcos estava pastando numa colina próxima.
  Os demônios imploraram a Jesus:
 "Manda-nos para os porcos, para que entremos neles".



   Um homem com um espírito imundo veio ao encontro de Jesus.
   Esse homem vivia nos sepulcros, e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com correntes.
  Ninguém era suficientemente forte para dominá-lo.
  Noite e dia ele andava gritando e cortando-se com pedras entre os sepulcros e nas colinas.
  Quando ele viu Jesus prostrou-se diante dele e gritou em alta voz:
 "Que queres comigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo?
  Rogo-te por Deus que não me atormentes! "

 Jesus: "Saia deste homem, espírito imundo! Qual é o seu nome? "

 "Meu nome é Legião porque somos muitos, não nos mande sair dessa região.”

  Uma grande manada de porcos estava pastando numa colina próxima.
  Os demônios imploraram a Jesus: "Manda-nos para os porcos, para que entremos neles".
  Ele lhes deu permissão, e os espíritos entraram nos porcos.
  A manada de cerca de dois mil porcos atirou-se precipício abaixo, em direção ao mar, e nele se afogou.
  Os que cuidavam dos porcos fugiram e contaram esses fatos na cidade e nos campos, e o povo foi ver o que havia acontecido.
  Quando se aproximaram de Jesus, viram ali o homem que fora possesso da legião de demônios, assentado, vestido e em perfeito juízo; e ficaram com medo.
  Os que o tinham visto contaram ao povo o que acontecera ao endemoninhado, e falaram também sobre os porcos.
  Então o povo começou a suplicar a Jesus que saísse do território deles.
  Quando Jesus estava entrando no barco, o homem que estivera endemoninhado suplicava-lhe que o deixasse ir com ele.
  Jesus não o permitiu, mas disse: "Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você".
  Então, aquele homem se foi e começou a anunciar em Decápolis quanto Jesus tinha feito por ele.
  Todos ficavam admirados.
  [Marcos 5:1-20]

    Eu “limpei” a passagem bíblica para ficar mais compreensível, mas nada foi tirado do contexto, dito isso…
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  “Todos sabemos que o único ser perfeito que passou pela Terra foi Jesus, o único que viveu sem pecado.”
  [Colega no trabalho]
_____________________
  Eu não sei disso não, respondi.
  O colega me pediu um exemplo e citei essa passagem onde uma manada de porcos é sacrificada.
  Não sei como alguém perfeito pode simplesmente matar sem razão 2000 porcos.
  Ele disse que era apenas uma parábola.
  Eu não gosto de debater em local de trabalho … deixei passar, mas aqui no Blog vamos além.

  NÃO, não é uma parábola.

  Se fosse uma parábola seria apenas uma história de mau gosto, mas do jeito que é narrado na bíblia foi um fato real.
  Jesus expulsou uma legião de demônios de um homem, esses demônios entraram em uma vara de porcos e todos os porcos morreram no mar.

  Os demônios morreram junto com os porcos?

  Acredito que não.
  Assim como eles deixaram o corpo do homem e entraram nos porcos poderiam sair deles atrás de outro hospedeiro.
  Depois que Jesus partiu poderiam inclusive voltar para o antigo hospedeiro.
  Quem já conheceu endemoniados sabe que eles tem muitas recaídas.
  Uma vez que o portal foi aberto … fechar é bem difícil, um exorcismo bem sucedido nunca é uma cura definitiva.
  Então de que valeu a morte de tantos porcos?
  Imagine o prejuízo dos proprietários, pense no tanto de alimento desperdiçado.

 “Então o povo começou a suplicar a Jesus que saísse do território deles.”

  A passagem bíblica é tão econômica nesse parágrafo que não dá para deduzir muita coisa, mas podemos especular que os moradores ficaram muito revoltados.
  A cura do endemoninhado lhes custou bem caro.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Jesus perfeito e sem pecado? 

  Se nós reduzirmos a palavra pecado ao seu menor conceito possível eu diria que pecado é fazer mal ao próximo, prejudicar alguém de alguma maneira.
  Jesus prejudicou muito aquela população ao destruir tantos animais, o endemoniado era um mal menor.
  Porque Jesus não destruiu os demônios!?

  E quanto aos porcos?

  Qual a culpa dos animais para serem usados de forma tão grotesca?

  Hoje em dia muitos humanos tomaram consciência que temos que respeitar outras espécies.

  Eu sou contra testes laboratoriais com animais, qualquer animal, inclusive ratos.
  Mas infelizmente tenho que aceitar quando não tem outro jeito e a pesquisa pode trazer uma melhora da qualidade de vida.

  Eu acabaria com zoológicos acho um lugar deprimente.
  No mundo deveria haver várias reservas onde os animais pudessem ficar em seus habitats, nós humanos entraríamos naqueles carros jaulas para visita-los.



  Um dos motivos para eu desejar a menor natalidade e redução da população de humanos é para não consumirmos tanta carne.
  Gostaria de ver frangos e bovinos sendo criados de maneira muito mais respeitosa, me dá aflição ver como esses animais são criados e abatidos.

  Enfim, nós humanos ainda precisamos evoluir muito no trato com outras espécies.

  A pergunta que eu faço e óbvia.
  Jesus não era um espirito evoluído? 
  A vida de um animal não significava absolutamente nada para ele?

  Eu até gosto da imagem perfeita que fazem de Jesus, um ideal de paz e amor a ser seguido.
  Apenas observo que não dá para o indivíduo acreditar 100% na bíblia e manter esse conceito de Jesus.

  Você acredita que existiu algum dia alguém que viveu sem pecado OU acredita na bíblia … as duas coisas não dá.


  Essa lógica entra em sua mente?



Anterior          COMENTAR        Próximo