sábado, 3 de dezembro de 2016

Dedução Lógica

  “População latina nos EUA chegou a 55,4 milhões em 2014.
  A Califórnia viu sua população hispânica, já quase majoritária no estado, passar para 14,98 milhões.”

  O número de latinos tem crescido nos Estados Unidos a ponto de poder influenciar resultados políticos.
  Entretanto atentem para o fato que os Estados Unidos são uma potência há décadas.

  O que vocês achariam se eu afirmasse que os Estados Unidos são potência devido ao crescimento dos latinos?

  O FATO dos Latinos Americanos NÃO terem construído em seus países de origem nações de primeiro mundo diz muito sobre sua capacidade de organização.
  Podemos destacar talvez o Chile que tem bons números para apresentar é uma democracia de boa qualidade, mas não chega a ser um Canadá.
  Dessa forma é mais fácil projetar (deduzir) que o crescimento da população latina nos Estados Unidos a ponto de influenciar os rumos da política é preocupante.
  Uma Cultura pouco eficiente que passa a ditar os rumos de uma Cultura eficiente.

  Logo, dizer que Latinos são responsáveis pelo desenvolvimento dos Estados Unidos é uma afirmação/dedução ILÓGICA.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O que vocês achariam de quem afirmasse que os “Países Desenvolvidos” são fruto do crescimento do ateísmo?

  É isso que os ateus “pregam”.
  Escolhem um país desenvolvido e comemoram cada crescimento percentual do ateísmo.
  Sugerem que o motivo do desenvolvimento é a presença dos ateus.
  Como o crescimento é baixo (quando acontece) eles colocam na estatística os agnósticos e sem religião.

  Quais nações podemos pegar como exemplo do sucesso administrativo de uma “maioria ateia”?
  Tirando a China, mesmo revirando a história, sobra pouco ... para ser gentil.
  A China com sua enorme população é uma potência econômica, mas se dividirmos seu PIB pela população a renda per capita é menor que no Brasil.

  Brasil 8,5 Dólares – China 7,9 Dólares

  [Esse é o dado internacional mais favorável a China fornecido pelo FMI em pesquisa referente a 2015 com o Brasil já em recessão.]


  Vejam essa pesquisa feita em 2007.

 “A maioria dos americanos relatam que a religião desempenha um papel "muito importante" em suas vidas, uma proporção única entre as nações desenvolvidas.
  A maioria dos americanos (73% a 80%) se identificam como cristãos e cerca de 15 a 20% não têm nenhuma afiliação religiosa.
  Ateus equivalem a 1,6%.”

 Vamos supor que em 10 anos o número de ateus tenha crescido 100%, ainda assim não chega a 4%, um índice muito pequeno para influenciar os rumos dos Estados Unidos.

  Fica comprovado cientificamente que uma alta taxa de religiosidade não impede o desenvolvimento de um povo.

  Acreditar que um Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Holanda … são desenvolvidos pela presença dos latinos é uma dedução tão ilógica quanto acreditar que são desenvolvidos pelo crescimento dos ateus.
  Apostar que o mundo será melhor quando ateus forem maioria é mais um desejo/esperança dos ateus que uma projeção factível, uma dedução lógica.

 Qual é minha aposta?

  Com os debates intensos na Internet acredito que os latinos ficarão mais conscientes de suas deficiências culturais.
  Estamos muito mais perto disso que islâmicos e africanos.
  Vejo uma América Latina virando para “Direita” e combatendo mais a corrupção e o “populismo” (irresponsabilidade fiscal).
  Nós latinos somos muito passionais é pouco provável que o ateísmo se destaque ao sul do equador.
  O que acontecerá é um aumento significativo de pessoas que não frequentam assiduamente nenhuma religião.
  O aumento dos debates expõe nossas crianças a uma leitura mais racional, menos dogmática da Bíblia e qualquer outro livro sagrado.
  O resultado é uma Fé que pode ser intensa sem necessariamente seguir alguma doutrina.
  Ou uma Fé Light/Agnóstica

“Não acredito em espíritos, mas que eles existem, existem.”


  Ao adquirir pouco conhecimento nós latinos nos afastaremos das igrejas, ao adquirir muito conhecimento ficaremos mais espiritualistas.
  É o mesmo padrão para o mundo.


    Vem comigo, podemos ser iguais ou melhores que os anglo saxões.
    EU ACREDITO!




DEDUÇÃO LÓGICA consiste em através de informações verídicas (fatos) formular argumentos sustentados por essa informações.

ARGUMENTOS são ideias lógicas relacionadas entre si e com o propósito de esclarecer e resolver determinada situação ou dúvida.
  Os argumentos são normalmente baseados em premissas que ajudam a construir uma conclusão.

PREMISSA significa um ponto de partida para a organização de uma argumentação e de um raciocínio.
  Premissa significa também proposição, ou seja; as informações, dados ou conteúdo que servem como base para um raciocínio, para estudar argumentos que levará a uma conclusão.

Informação 1 
  A expressão PAÍS DESENVOLVIDO é utilizada para descrever os países que têm alto nível de desenvolvimento econômico e social, tomando como base alguns critérios.
  Quais critérios devem ser utilizados e quais países podem ser classificados como "desenvolvidos" são questões controversas e há um debate feroz sobre isso.
  Critérios econômicos têm vindo a dominar as discussões.
  Um dos critérios utilizados é a renda per capita e o valor do produto interno bruto per capita de cada país.
  Outro critério econômico é a industrialização.
  Os países onde os setores terciário e quaternário da indústria predominam na economia são considerados desenvolvidos.
  Mais recentemente, uma outra medida, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), começou a ser utilizado.
  O IDH mede três dimensões: riqueza, educação e esperança média de vida e é uma maneira padronizada de avaliação e medida do bem-estar de uma determinada população.
  Os países desenvolvidos geralmente são os que apresentam IDH elevado.
  Países que não entram em tais definições são classificados como países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos.

 Informação 2
 Uma pesquisa realizada em 57 países sobre as crenças religiosas mostra que o número de pessoas que se consideram religiosas diminuiu quase dez pontos percentuais.
  Em 2005, 77% das pessoas nesses países eram religiosos, em 2011 esse número representou 68%, enquanto o número de ateus subiu de 3% para 13% durante o mesmo período, conforme relatado pelo Instituto Gallup Internacional.

  Podemos deduzir que o desenvolvimento dos países foi pela ação de ateus?

  NÃO, eles são minoria em todos.
  É claro que uma minoria pode fazer a diferença, mas analisando a história de países como Inglaterra, Holanda, Austrália ... não identificamos uma entidade, grupo, movimento, individuo ligado diretamente ao ateísmo que tenha contribuído significativamente para o progresso dessas nações.

  Podemos deduzir que uma maioria ateia garantirá que países permaneçam desenvolvidos? 

  Onde ateus foram maioria os resultados não foram bons.

  ATEÍSMO DE ESTADO É A PROMOÇÃO OFICIAL DO ATEÍSMO POR UM GOVERNO.

  A rejeição de todas as formas de religião por um Estado em favor do ateísmo, vem habitualmente acompanhada pela supressão da liberdade de expressão e religiosa.
   Normalmente apenas os governos autointitulados comunistas procuraram promover o ateísmo como uma lei pública, de acordo com a doutrina do materialismo dialético marxista.
   Estados ateus foram implementados nos países comunistas da antiga União Soviética, China comunista, Albânia comunista, Afeganistão comunista, Coreia do Norte e Mongólia comunista.
  O ateísmo nestes países inclui uma oposição ativa contra a religião, e perseguição de instituições religiosas, líderes e fiéis.
  A União Soviética teve êxito social em proclamar o ateísmo e discriminar igrejas, essa atitude foi especialmente observada sob Stalin.
   A União Soviética tentou impor o ateísmo em vastas áreas da sua influência, incluindo locais como a Ásia Central.
   A Albânia comunista chegou a proibir oficialmente a prática de qualquer religião.

  Acreditar que o ateísmo dessa vez vai dar certo é um ato de “Fé”.
😄


  [Fé no sentido de uma “expectativa positiva” sem fatos ou argumentos que a sustentem, pode acontecer, mas é muito difícil, os religiosos definiriam como “milagre”.]


Anterior          COMENTAR        Próximo 
Postar um comentário